BioWare confirma DLC “From Ashes” para Mass Effect 3 [Atualizado]

Tags: BioWare, From Ashes, mass effect 3, Mass Effect 3 DLC, Mass Effect 3 From Ashes, ME3

Mas já??? Bom, na verdade a informação sobre o primeiro pacote de extras do jogo vazou “acidentalmente” e acabou sendo confirmada pela desenvolvedora do último capítulo da saga do(a) Comandante Shepard.

E como a notícia do DLC vazou? Digamos que ele apareceu muito rapidamente disponível no Xbox Live Marketplace. Ah… Mas a BioWare nem queria hype nenhum a mais em cima do jogo… Imagina! O cara que controla os DLCs deve ter dormido em cima do teclado e, ops!, acabou enviando o negócio da hora errada. Tadinhos…

Segundo informações do Kotaku (US), aparentemente, esse extra irá introduzir (ui) um novo membro à equipe de Shepard. E sabe o mais legal? O possível aliado será um Prothean*, raça que supostamente estava extinta.

Um dos produtores da BioWare, Michael Gamble, confirmou a existência do DLC no fórum da empresa e disse, ainda, que ele estará disponível para todas as plataformas que o jogo for lançado. Ah, e o extra será gratuito para quem comprar a Edição de Colecionador do game (eu já garanti a minha versão digital). Quem tiver a versão comum terá que pagar pelo DLC.

Antes que me perguntem eu já respondo: eu tinha feito o pre-order da Edição de Colecionador pela CD Universe, mas depois recebi uma mensagem deles dizendo que não iriam mais vendê-la. Cancelei, então, a compra e fui procurar em outro lugar. Como não estou afim de esperar uma vida para o jogo chegar aqui no Brasil, procedi da seguinte forma: comprei a edição de colecionador digital mesmo e, quando o preço do jogo baixar, importo ele na caixinha porque eu gosto do raio da caixinha God damn it! rs.

Quem quiser a edição digital tem duas opções: comprar pelo Origin direto (plataforma na qual você precisa ter instalada, caso vá jogar pelo PC) ou caçar em outro lugar que distribua essas cópias. Como jogarei a versão para computador, optei pelo site Nuuvem, que está inclusive com uma promoção de Carnaval. Para se ter uma ideia, nesse site a Edição de Colecionador está o mesmo preço que a versão normal do ME3 no Origin.

– Se alguém tiver interesse, o link da versão normal do jogo no Nuuvem é esse AQUI ou você pode optar pela Edição de Colecionador AQUI.

Mass Effect 3 será lançado dia 6 de março para PC, Xbox 360 e PS3.

 

*Prothean – Arte conceitual (Clique para ampliar):

…………………………………………………………………………….

[ATUALIZAÇÃO]

Para quem quiser dar uma olhada no gameplay da demo (campanha singleplayer) tem esse vídeo aqui:

Não sei se já viram também, mas segue o trailer da female Shepard (Hail do Jennifer Hale! \o/):

Vivi Werneck
Share on Tumblr
Feed do Post
113 Comentários em "BioWare confirma DLC “From Ashes” para Mass Effect 3 [Atualizado]"
  1. 22/02/2012

    meu pc ( se tivesse vivo, a fonte nao esta muito boa…) rodaria esse jogo…..eu acho, so que prefiro jogar apenas no xbox….

    tb fiz a pre-order do me3 na cduniverse e tb recebi o email dizendo que foi cancelado, ai reclamei e eles disseram que vao enviar ( sei la como, duvido muito…)

    de qualquer modo tenho um as na manga, tb fiz pre-order em outra loja,vou demorar pra receber porem é a collecttor ed.

    o normal eu compraria no mercado cinza aqui do rj mesmo…

    • Vivi Werneck
      22/02/2012

      outro motivo que me fez optar pela versão digital tb foi por conta do preço. depois da facada que levei com a edição de colecionador de Skyrim não dava para levar outra espadada dessas! rs

  2. glauber
    22/02/2012

    HAHAHA, quando li sobre a notícia logo pensei no vídeo enviado alguns dias antes:
    http://youtu.be/JG4-rNbvGus

  3. Mugen
    22/02/2012

    Ã-hã, “vazou sem querer”…
    Acabaram as ideias publicitárias para anunciar a DLC foi isso. Economiza um bocado dizer que foi acidental.

    Eu ia esperar passar alguns meses do lançamento pra poder comprar, mas cometi o erro de jogar a Demo…
    Tsc tsc, trágico erro…O jogo tá ótimo pra dar uns tiros e o multiplayer é interessante. Q a história acompanhe!

    • leandro(leon belmont) alves
      22/02/2012

      “Ã-hã, “vazou sem querer”…
      Acabaram as ideias publicitárias para anunciar a DLC foi isso. Economiza um bocado dizer que foi acidental.”

      ninguém engole mais essa desculpa de acidental, porque ainda fazem isso? tsc,tsc…

  4. Hélio
    22/02/2012

    Eu estou seriamente considerando comprar um 360 pra poder jogar essa série desde o primeiro e mais vários outros games q eu gostaria. Haja dinheiro!
    Um dos maiores motivos é Miranda *_*

    • Vivi Werneck
      22/02/2012

      A série Mass Effect é sensacional. É a única coisa com temática espacial que eu gosto. Os finais são épicos, as escolhas pesam muito e tem uma bela narrativa. Vale muito a compra.

      • Breno
        22/02/2012

        Jogue Freespace 1 e 2 e amplie seus horizontes em materia de jogos com tematica sci-fi. e quais são os pesos das escolhas? do jeito que elas são estruturadas,as escolhas não possuem nenhum peso significativo no modo como se joga! E de fato,as grandes escolhas sempre ficam no final de uma missão,alterando apenas a cutscene que rola no final!A jogabilidade permanece na maioria das vezes a mesma coisa!

        • Vivi Werneck
          22/02/2012

          Breno, escolhas que vc fez no primeiro Mass Effect se refletiram no segundo jogo e também terão efeito no terceiro. você tb será cobrado por escolhas morais que as vezes nem se lembrava mais que tinha feito. infelizmente nao posso falar muito sobre isso se não darei spoilers épicos. rs

          • Breno
            22/02/2012

            E quais foram as escolhas que afetaram minha maneira de jogar? Pode mandar spoilers que eu ja joguei os dois! Tudo o que eu vi que refletia as minhas escolhas de um jogo para outro era alguns emails falando sobre coisas que eu nem me lembrava mais,ou então a troca de um NPC por outro,caso eu tenha matado o mesmo numa CUTSCENE(deixo em caps para enfatizar que as escolhas de ME,com excessão do genero e classe do Sheperd só se aplicam em cutscenes)!As escolhas morais também são fracas,vc só pode ser o santo ou o demonio!Não precisa de muita força cognitiva para avaliar uma decisão!Mal posso esperar para ver quais emmails eu vou receber em ME3

          • Hélio
            22/02/2012

            Ela quer dizer q não vai soltar spoilers pros outros leitores.

      • Hélio
        22/02/2012

        Pois é, eu acho q no 360 eu poderia jogar a série de verdade, e não só a partir do segundo episódio. Seria muito bom. Essa é a minha verdadeira exceção em relação a RPGs ocidentais, uma série q me chama a atenção.

        • Breno
          22/02/2012

          Mas será que é tão dificil colocar o marcador SPOILER,antes de falar de alguma parte do jogo? Eu já dei diversos exemplos de caracteristicas do jogo que não me agradou e não precisei apelar para spoilers…

          • Hélio
            22/02/2012

            Bom, isso acho q só ela pode te responder.

      • Hélio
        22/02/2012

        Temática espacial eu gosto, no mundo dos jogos, das séries Star Ocean, Rogue Galaxy e Xenosaga tbm. Apesar de serem bem diferentes.

      • Juliano
        22/02/2012

        Pois é Vivi, eu tinha um baita preconceito com esse jogo por não curtir esse negócio espacial de ser(só tinha lugar pra Metroid no meu coração), mas daí joguei o primeiro mês passado e gostei, a jogabilidade é boa, o jogo não te entulha com horas de tutorial, ele simplesmente tá lá pra ti ler se quiser se aprimorar podendo ser totalmente evitado, não curti muito as músicas, demorou até tocar uma de ação bem legal no jogo e a história foi bem legal mesmo. Só não desbravei os sistemas todos, fui só nas quests principais e terminei o jogo. Desde então to com vontade de jogar o segundo jogo, e qualquer novidade que vai surgindo do terceiro eu nem leio, ou assisto pois vai que eu leve uns spoiler master do fim do ME2.

    • The Punisher
      23/02/2012

      Ué Hélio, mas tem pro PS3 também, com exceção do 1º que saiu só para PC e 360 mesmo. Acho que é isso que está querendo dizer né, pegar/ jogar todos pelo 360?

      • Hélio
        23/02/2012

        Sim, eu gostaria de jogar todos. Não ter q começar pelo segundo. Mas não sei mesmo, é uma baita grana pra conseguir o 360.

        • The Punisher
          23/02/2012

          Eu que o diga…pra mim já é complicado/duro de manter um console comprado jogos e até acessórios para o mesmo, o que dirá mais de um então?

        • The Punisher
          23/02/2012

          Eu mesmo tive conhecimento curiosidade na época que saiu o 1º e o joguei pelo PC e gostei bstante, isso muito antes de adquirir meu PS3, pois só pude comprá-lo em junho do ano passado.

          • Hélio
            23/02/2012

            O bom é q, como o console é recente, vc tem muita coisa pra aproveitar, né? Recomendo: Heavy Rain, MGS4, Yakuza 3, GOW 3, trilogia Uncharted. São os jogos q mais me empolgaram no PS3 e são exclusivos.

        • The Punisher
          23/02/2012

          Mas desses aí já tenho todos com exceção do Yakuza e Uncharted, pra tu ter idéia, comecei a comprar jogos a partir do final de 2010 até antes de comprar o PS3, sim pode parecer besteira até loucura mas o fiz…rsrs

          • Hélio
            23/02/2012

            E já jogou, cara?
            Compre Uncharted, pelo menos o 2 – é o melhor jogo da gen na minha opinião. Fantástico. *-* Yakuza 3 tem uma história com um grau de emoção raro, muito bom tbm.
            No mais, sempre tem outras séries pra jogar: Assassin’s Creed, DMC, Bayonetta, Batman… Não faltam opções. :)

        • The Punisher
          23/02/2012

          Também já tenho Bayonetta o Batman Arkham Asylum, Batman Arkham City, Assassin’s Creed I…rsrs. E a partir de quando comecei a comprar os jogos já adquiri uns 50 de lá pra cá sem dizer que os estou jogando em ordem cronológica de lançamento (sim parece besteira e loucura também, mas o faço), pois, é perigoso eu ir jogar um mais recente lançamento e deixar pra jogar os que saíram anteriormente e acabar não o fazendo deixando-o no esquecimento no armário! E continuando assim jogo que não vai me faltar pra jogar…rs

  5. Breno
    22/02/2012

    Então quer dizer que a antiga raça protoss,digo prothean eram samurais espaciais de 4 olhos? Bela criatividade,hem? E o DLC provavelmente é só uma besteira pra fazer o povo gastar mais dinheiro,ou fazer pre venda!Que pena que da certo!

    • lipe!
      23/02/2012

      LOLOL
      Pensei mesma coisa!
      xD

  6. Leonardo
    22/02/2012

    3 palavras: FODAM-SE OS DLCs. Desculpem a linguagem mas, pelo que eu leio, visto que sou contra DLCs, a maioria destes não trazem grandes novidades ou um aumento significativo da jogabilidade e ainda são algo caros. E agora isto com Mass Effect 3 é “chulice from day 0”!
    Se fizessem era o MS1 para a PS3 isso sim seria de valor.

    • The Punisher
      23/02/2012

      Eu mesmo não adquiri/comprei nenhum DLC de nenhum jogo que tenho até hoje.

  7. Leonardo
    22/02/2012

    “Se fizessem o ME1 (…)”.

  8. leandro(leon belmont) alves
    22/02/2012

    pra mim, nem ligo para esses DLC.(se bem que seria legal jogar com eles, mas não tenho o saco de baixa-los) prefiro jogar o game normal mesmo, eu ia comprar o Mass Effect 1 e 2 essa semana, mais preferi o Fallout New Vegas no meu PC. quando zerar ele, até lá compro os jogos e esse novo aí. seria para mim a continuações dos games antigos do SNES e MEGA como Starflight,Wing Commander, Star Control e outros…

    bela notícia, Vivi

    • Vivi Werneck
      22/02/2012

      Vc preferiu Fallout New Vegas a Mass Effect 1 e 2? Nossa, me desculpe, mas achei uma péssima escolha! rs. Minha opinião é claro. Fallout 3 é soberbo, mas o New Vegas foi uma decepção na minha vida.

      Depois que comprei ele foi que vi que a Bethesda apenas publicou o jogo, quem desenvolveu foi a Obsidian e ela tem a fama de cagar tudo o que põe a mão! rs. Até hj o único jogo da Obsidian que consegui ter ânimo pra terminar foi Neverwinter Nights 2 e Dungeon Siege III. E olha que também não foram lá grandes maravilhas.

      • Breno
        22/02/2012

        Pra mim a unica cagada que a Obsidian deu foi ter que usar a engine porca da Bethesda! Fallout New Vegas fez bem mais justiça aos originais do que a Bethesda(Considerando também que os Devs da Obsidian trabalharam nos Fallouts originais!) E se o caso for bugs,tanto a Obsidian quanto a Bethesda entregaram titulos bugados! Da NWN2 só presta a expansão Mask of Betrayer mesmo!

      • leandro(leon belmont) alves
        22/02/2012

        poxa Vivi, o New Vegas é tão ruim assim? eu já joguei o primeiro Fallout e fiquei empolgado a fazer meu personagem… :(

        bem, agora é tarde. vou ter que zerar o game. mas valeu pelo aviso, vou tentar me divertir pelo menos.

        • Breno
          22/02/2012

          A decepção de uns pode ser a obra de arte de outros! Até porque ela nem colocou uma justificativa pelo fato de o jogo ser supostamente ruim… O fato de o jogo ser mais recente que o FO3 com os mesmos graficos datados acabou pesando contra para o jogo da Obsidian ao meu ver!

          • Hélio
            22/02/2012

            Gostei da sua frase. “A decepção de uns pode ser a obra de arte de outros”. Taí, acho q vou anotar. É muita verdade mesmo, qtas vezes eu já peguei um jogo e achei uma super obra e outros não gostaram. E qtas vezes eu já peguei jogos q muitos elogiam e não gostei.

          • leandro(leon belmont)alves
            23/02/2012

            FFXIII seria um exemplo para você, Hélio? eu presumo que sim…

          • Hélio
            23/02/2012

            É um bom exemplo no seu caso, Leandro. Um jogo q muitos criticaram mas vc gostou, logo se tornou sua obra de arte.

    • Breno
      22/02/2012

      Problema n° 1 – DLC fazia parte do jogo até desenvolvedores ou produtores decidirem cortar 1% do jogo e venderem com um preço 100 vezes maior do que deveria!
      Problema n° 2- muitas pessoas aceitam pagar por essas jogadas de marqueting ou fazerem pre venda porque acham que estão pagando barato ou outro motivo qualquer.
      Conclusão: circulo vicioso onde cada vez mais as expansões e mods perdem popularidade por causa disso!

      • Alex
        23/02/2012

        Vc acha que só 1% do jogo é cortado mesmo? Às vezes penso que esses estúdios cortam de 10 a 20% do jogo original, e deixam esse material engavetado, esperando o momento certo de vender pedaço por pedaço.

        • Hélio
          23/02/2012

          Pois é, saudades dos tempos do PS1/PS2, q não tinham essas palhaçadas de lançar jogo incompleto, só raramente. Vc pegava um jogo como FF7 e ele vinha inteiro, com todas as sidequests, tudo. O máximo q acontecia era acrescentarem um boss extra na versão ocidental, como os Weapons.

  9. Leandro
    22/02/2012

    droga, todos esse vazamentos, são para nos deixar mais ansiosos ainda.

    alguém ja viu o trailer cinematic estendido de Mass Effect 3?
    se o curto ja era fodastico, esse esta simplesmente soberbo. :o

    • Vivi Werneck
      22/02/2012

      Boa Leandro!!! Era isso que eu estava tentando lembrar! Vou postar aqui! valeeeu

  10. lipe!
    22/02/2012

    Protheans=primos “distantes” dos protoss.
    rs

  11. lipe!
    22/02/2012

    E DLC é algo bacana sim.
    Eu gosto,mas meus jogos que possuo aqui não possuem DLC,talvez Borderland quando for comprar no Nuuvem ou o DLC do M&M:clash of heroes.

    • Leandro
      22/02/2012

      DLC é bom, quando não custa quase a mesma coisa do jogo. Ou quando não seja de extremo mau gosto (vide a armadura dourada para cavalos em Oblivion).

      é uma forma das produtoras inserirem novas mecânicas e darem uma renovada na experiência do jogo, embora poucas consigam esse feito.

      • lipe!
        22/02/2012

        Pois é,nos DLC que citei existem diferenças se comparar só com a versão original.
        Bem observado.
        o/

        • lipe!
          22/02/2012

          Que estranho.
          Coloquei um comentário faz pouco tempo e não apareceu.
          Deve ser algum bug ou algo do tipo.
          Enfim,apenas disse que a qualidade duvidosa de muitos dlc’s é por causa dos fans que comprar qualquer coisa,não possui critérios.
          E também quero dizer que Borderland 2 já tá em pre-order e é muito foda!quero logo jogar o primeiro!

        • Breno
          22/02/2012

          Bom todo DLC acrecenta alguma coisa,desde a mais superflua como um chapel digital a mais complexa,como uma expansion pack! O problema é as desenvolvedoras que colocam DLC no dia de lançamento na cara de pau, como se fosse um trabalho extra! Hj em dia é comum lançarem o jogo capado para vender as outras partes depois! Ja ja o pessoal desenvolve um jogo e divide em tres para vender como DLC!

      • lipe!
        22/02/2012

        E talvez dê pra culpar os fans pela má qualidade de muitos DLC’s.
        Não gosto de fanboys,eles compram qualquer coisa,logo não possuí critérios na hora da compra.
        Eu sou muito fan de alguns jogos,mas jamais compraria algo só por uma roupa nova,por exemplo,sendo que só muda a cor em alguns casos.

        • lipe!
          23/02/2012

          Oh!comentário que tinha sumido!
          VOCÊ VOLTOU!!ME DÊ UM ABRAÇO!!
          *abraça o comentário fujão*
          :3
          http://tinyurl.com/7f6tn75
          *
          96,5% mais de Wub Wub!!eu quero!!
          *fazendo passos de dança dustep que nem o Clap trap*
          :B

  12. Boo
    22/02/2012

    Pããtz… recebi esse “e-mail maldito” da CD Universe…(#MiFu) ¬¬ Mas anyway, bom saber sobre o “Prothean DLC”! xD

  13. Breno
    22/02/2012

    E engraçado que esse DLC de lançamento foi vazado duas vezes…Lembram do script vazado de ME3? Continha informações sobre o DLC!

  14. Fernanda Martins
    23/02/2012

    Alguem sabe se vão lançar para compra um bundle de Mass Effect tipo com o 1, 2 e o 3?

    • Guto Collares
      23/02/2012

      Fatalmente que sim. Mas só depois de um tempo respeitável, porque a EA não é a CAPCOM.

      Inclusive, seria a oportunidade de fazer o port do ME1 pro PS3, já que ainda é exclusivo do X360. Não vejo motivo pelo qual as companhias recursar-se-iam a fazer um box “Mass Effect Trilogy”, principalmente se é visível que lucrariam com isso.

      • 23/02/2012

        Guto, um box com a trilogia de Mass Effect, só é possível na caixa mesmo, pois a Microsoft comprou os direitos do primeiro jogo, então ela é dona da propriedade intelectual de Mass Effect 1, mas por alguma burrice (e eles cometem muitas), foi só o primeiro jogo. Portanto, não existe a possíbilidade dele sair no console da Sony, infelizmente.

  15. Fernanda Martins
    23/02/2012

    Outra dúvida…
    Vivi.. tu disse:
    “. Como não estou afim de esperar uma vida para o jogo chegar aqui no Brasil, procedi da seguinte forma: comprei a edição de colecionador digital mesmo e, quando o preço do jogo baixar, importo ele na caixinha porque eu gosto do raio da caixinha God damn it! rs.”

    Vc vai comprar o jogo digital e depois vai importar o jogo (ou seja comprá-lo de novo) por causa da caixinha? O.O

    • Vivi Werneck
      23/02/2012

      “Vc vai comprar o jogo digital e depois vai importar o jogo (ou seja comprá-lo de novo) por causa da caixinha?”

      sim ^^ mas só quando estiver mais barato.

      Fiz isso com skyrim. comprei a versao digital e depois comprei a edição de colecionador. sou louca, mas acho que todo mundo nessa área é um pouco rs

  16. Alex
    23/02/2012

    Por mais que eu goste da Bioware, é triste ver o caminho que eles tomaram, depois de serem engolidos pelo monstro chamado EA. Hoje em dia nao se vende mais jogo completo, a ganância dos publishers quer buscar lucro a qualquer custo. Acho incrível como as pessoas se conformam com o esquema do DLC. Mass Effect é uma serie tão querida que pouca gente reclamou de conteúdo original sendo vendido separadamente como DLC. Claro que Bioware e Ea nao sao as únicas empresas a fazerem isso. Virou padrão mesmo.

  17. The Punisher
    23/02/2012

    Essa 3ª moça/personagem do jogo que está na imagem a qual não me recordo o nome agora, é praticamente a atriz Olivia Wilde que é/era do seriado Dr. House!

  18. Guto Collares
    23/02/2012

    Hã? A Miranda?!?!
    Mas ela foi encarnada em voz e MOCAP pela Yvonne Strahovski do seriado “Chuck”!

    • The Punisher
      23/02/2012

      Mas procura no “gugol” pela Olivia Wilde pra ver se não parece ou não lembra bastante também.

      • Guto Collares
        23/02/2012

        Eu sei quem é a Olivia Wilde.
        Hmm… Acho que o problema é que na imagem acima, parece sim, até demais. No jogo, não. E eu misturei as coisas.

  19. 23/02/2012

    Talvez muitos discordem do que vou dizer aqui, mas não me importo de pagar por DLC’s, por alguns motivos simples.

    1- No caso de Mass Effect/Dragon Age, são jogos que eu realmente me apeguei, por serem jogos excelentes, acho justo que a equipe responsavel pore les seja recompesada de forma com que continuem produzindo jogos ou sequencias com a mesma qualidade e a melhor forma de fazer isso, é dando dinheiro aos caras para que eles possam fazer isso.
    2- Obviamente todos aqui somos contra o sopa/pipa e leis que queiram acabar com a liberdade da internet, mas está resistência também afeta nossas queridas produtoras de jogos, pois querendo ou não, a pirataria faz um rombo monstro no lucro delas.
    3- DLC’s são baratas, deixe de comer 1 dia no burguer king e você já pode comprar sua DLC.

    Sei lá, este é meu ponto de vista, apenas acho que jogos como Mass Effect, merecem nosso dinheiro.

    • Guto Collares
      23/02/2012

      Rebatendo os argumentos com argumentos

      1) Sobre a “recompensa”; Ao comprar um jogo e pagar um preço considerável por ele, já se está recompensando todo a empresa que produz o game. Desde a equipe de criação até o cara que limpa as salas. DLCs não são computados nos lançamentos contábeis da empresa junto com o dividendos das vendas de full retail games.
      2) Sobre a pirataria – aqui nunca vi ninguém advogar pela pirataria. E não se combate pirataria com DLCs. Isso é ficção. Pirataria se combate com firmwares novas, repressão pesada aos crimes contra propriedade intelectual e com abrandamento dos preços para atrair consumidores pros mercados “legais”.
      3) Os preços de DLCs. Nesse ponto eu concordo. DLCs não são caras. O que me irrita é o DLC no 1º dia de lançamento do game; Deixando CLARO que a coisa era uma parte do game original, mas que é alvo da política financeira IMUNDA das empresas: “Sabe como é, né? Eu tiro esse pedacinho do jogo e vendo por fora, pra ganhar mais…”

      • Alex
        23/02/2012

        Guto, tambem nao acho que DLCs são caras, mas tem que ver que conteúdo vai trazer pro jogo. Alguns DLCs de fallout 3 ou New vegas tem o preço bem justificável pelo conteúdo que trazem. O DLC Old World Blues, por exemplo, pode chegar até a 10 horas de duração. É quase uma expansão! Agora nao engulo essa coisa de vender pedacinho, como vc falou, principalmente quando é óbvio que deveria vir incluído no original.

        • Guto Collares
          23/02/2012

          Pois é. Eu me lembro de um Indie Game chamado “DLC Quest” que ironiza a faina ridícula da indústria por fazer dinheiro nessa área. No game, você começa só podendo andar pra um lado, sem poder pular, sem poder se agachar… Tudo tem que ser “comprado” em pequenas lojas espalhadas pelo jogo – todas com o slogan: “Buff up your game here! We sell really cheap what should already be yours”.

          Essa última frase é como um Tiger Knee na cara: “Nós vendemos realmente barato aquilo que devia ser seu por direito.” Se esse tipo de sarcasmo – oriundo da própria indústria – não nos fizer rever as coisas… Tudo pode estar perdido.

          • Juliano
            23/02/2012

            gostei desse Dlc Quest, é bem por aí que o esquema funciona. Dlcs para destravar algo que já vem no disco é a sacanagem em sua mais pura espécie.

          • Hélio
            23/02/2012

            Genial, Guto.
            Eu nunca comprei um DLC, juro. Penso em abrir uma exceção pro The Taxidermist de Heavy Rain e só.

  20. georges
    23/02/2012

    Baixei essa demo no dia do lançamento dela, eu acho.
    Fiquei surpreso co o jogo. Mesmo torcendo o nariz para RPGs, tive que dar o braço a torcer e dizer que fiquei muito empolgado com a Demo.
    Ai meu bolso…

    • Breno
      23/02/2012

      Mass Effect ta longe de ser um RPG embora seja marketeado como tal! Ele ta mais para um shooter linear em terceira pessoa com elementos de Dating Sim!

      • georges
        24/02/2012

        Então deve ser por isso que eu gostei. kkkkk

  21. Gabi
    23/02/2012

    Mass effect é o jogo da minha vida (drama total). Sou louca pela franquia, compro DLC xingando porque estão roupando o meu rico dinheirinho (e depois sou exemplo na aula de microeconomia em como ser fanático por uma coisa te faz mais dinheiro).

    Essa história de DLC da bioware, já aceitei, foi assim com dragon age, mass effect e qualquer coisa que eles lançarem. É uma forma de ganhar dinheiro muito fácil, fazem um jogo incrível (amor da minha vida) e arrancam um pedaço dele que pode ou não interferir na jogatina (xinguei muito com a DLC Lair of the Shadow Broker do mass effect 2, passava um tempão caçando planetas para arrumar minerais pra fazer as melhorias e dai na bagaça da DLC tem um radar que te mostrar os planetas mais ricos em minerais. Comprei a dlc meses depois de terminar o jogo). A gente vai comprar, todo mundo sabe que a gente vai comprar.

    (revolta mode on)Agora a minha birra com a Bioware não é DLC, é a data de lançamento do jogo. Tenho TRÊS meses de férias (isso mesmo 1, 2, 3 meses de férias) e eles me lançam a budega do jogo na minha primeira semana de aula. Não dá pra viver com Mass effect 3 no mundo e 28 créditos (7 matérias) na universidade (revolta mode off)

    • Breno
      23/02/2012

      hehe fale por vc lol! Eu e que não engulo as campanhas de marketing desse pessoal pra gastar caro por tão pouco!

      • Gabi
        24/02/2012

        Acho uma facada no olho, principalmente quando o DLC é meia boca ou ruim (nem todas as DLC do mass effect são boas), mas compro. Agora, estudo de comportamento do consumidor existe, esses 10 dólares é provavelmente o preço que maximiza o lucro deles, abaixo desse preço ou acima dele eles não lucrariam tanto. Racionalmente falando a Bioware tá fazendo o melhor que consegue pra ela, por que se estivesse dando prejuízo não faria tanto. Quase todos (não sei se todos) os novos jogos deles tem dlc que te fazem gastar praticamente outro jogo aos poucos. É fato, lida com isso.
        Você tá naquela parcela do público deles que não compra DLC, por que 10 dólares em uma pequena parcela do jogo não vai trazer uma satisfação que vale esse preço. Sei lá você pagaria 5 ou menos. Pra mim, desligando o nerd louco, acho todos esses esquemas de arrancar o máximo de dinheiro de um consumidor bastante interessante, por que requer um puta conhecimento do seu público alvo pra não fazer lambança. E o fato da gente ser maluco e fã do jogo só facilitam as coisas pra eles (olha a vivi comprando duas vezes o mesmo jogo, eu tenho três cópias do mesmo Harry Potter só porque a capa é diferente comprados no lançamento).
        E querendo ou não querendo você já caiu nessas campanhas de marketing e as vezes nem sabe que tá caindo. Esse povo tá sempre dois passos à sua frente.

        • Hélio
          24/02/2012

          Gabi, eu até entendo vc defender os DLCs q gosta, tudo bem. Está lá pra quem quiser comprar. Mas dizer q o cara já caiu na campanha de marketing p a Bioware está sempre dois passos à frente é subestimar a inteligência das pessoas. Existem DLCs bons, mas tbm tem muita porcaria q não adiciona em nada ao jogo. Eu por exemplo não compro, acho abuso.

          • Gabi
            24/02/2012

            Filhote você não me entendeu.

            Eu estudo economia e amo essa parte da microeconomia que estudo como enfiar um produto guela a baixo. Por que quando você estudo isso você que esses caras são espertos e estão dois passoas a frente das pessoas. É fato.

            Quando disse que o Breno certamente já tinha caindo nesse tipo de coisa disse pra qualquer campanha não só dá bioware. Uma das formas de arrancar dinheiro mais sasangnária é o leve 3 e pague 2, entra num supermercado e olha quantos produtos estão nesse tipo de promoção.
            Empresas vão estar sempre tentando tirar aquele valor máximo que você compra um jogo, é isso que são as promoções. É o período onde os níveis de preços são diminuidos para atingir aquela parcela da público que não compra com o preço cheio, e nunca vai comprar o jogo com o preço cheio.

            Também só compro jogo em promoção, são raras excessões quando não compro. Prefiro gasta 150 reais em 5 jogos do que em um, um consumidor está sempre tentando consumir o máximo com a menor quantidade de dinheiro. Esse é o comportamento racional.
            Quando você estuda isso, chora de rir, porque eles entende o comportamento do consumidor muito bem. E você vê que não é o espertão que só pega promoções, você também tá no planejamento de lucro deles só chega um pouco atrasado. E, se eles fizeram um bom trabalho, vai comprar todos os jogos da franquia.

            Eu acho dlc um saco, principalmente desse tipo que tem coisa do jogo principal. É cara de pau e mimimi a Bioware fazer isso. Como consumidor fico doida da vida querendo arrancar a cabeça de quem inventou essa budega e colocar no portão da minha casa para nenhuma produtora fazer igual. Principalmente quando o DLC é ruim, vc passa o tempo todo jogando e pensando na fatura do cartão de crédito que vai vir com aquela droga, da vontade de falar não vou pagar porque a jogatina foi ruim, a história é fraca, leva pra casa e faz de novo pra não ser reprovado. Eu como consumidora odeio, e odeio muito. Mas adimiro o fato deles conhecerem seus consumidores e fazer uso disso, de uma forma cretina ou não.

          • Hélio
            24/02/2012

            Não sou seu filhote. (mode revoltado on)
            Digo o mesmo q o Breno: fale por vc. Eu dou valor ao meu dinheiro e não compro qualquer coisa em qualquer lugar. Antes de comprar um jogo, pesquiso muito sobre o mesmo e depois vejo em qual lugar o preço final estará mais acessível.
            Isso de comprar em promoções de supermercado acaba acontecendo, cedo ou tarde, com todos, pois a correria do dia a dia nos obriga a comprar as coisas mais caras em situações de emergÊncia. Mas isso não quer dizer q eu não tenho nenhum senso crítico antes de comprar um produto. Tento minimizar ao máximo meus gastos, e sim, sei administrar o q tenho.
            Tem muita coisa q eu adoro tbm e nem por isso compro caríssimo só pq é a edição especial tal.

        • Juliano
          24/02/2012

          Eu acho que gabi tem razão nesse sentido aí econômico, a pessoa que estuda isso(pelo menos conheci uma) fica piradona nesses cálculos e tal. Azar nosso que poucos são conscientes que nem o Hélio pra não pagar por esses abusos em conteúdos caça-niqueis. Mas pelo andar bem sucedido da franquia, eles podem fazer gato e sapado que venderá litros de jogos. Eu como adorador da nintendo, teria medo se nesse próximo console ela começar a fazer dlcs a esmo, se aproveitando de fãs fiéis que comprarão seus jogos certamente.

          • Breno
            24/02/2012

            Agora pela segunda explicação de Gabi eu não vejo nada de errado com o modo “leve 3 pague 2”!é bem mais lucro pagar 150 dolares em 10 jogos do que pagar o mesmo dinheiro com uma edição de colecionador e DLC do dia de lançamento de um unico jogo!

  22. Breno
    24/02/2012

    E mais uma vez eu digo,fale por vc! Eu sou o tipo do cara que compra jogos quando eles estão em liquidação,quando já não tem mais nenhum hype!então eu não faço parte do grupo demográfico que gastam centenas de dólares para adquirir um único jogo! E não,eu nunca vou lidar com esses marketings interessantes que vc fala!
    Antigamente em jogos de FPS os mapas multiplayers eram feitos pela própria comunidade(Counter Strike vem em mente)! Hj em dia eles são vendidos como map packs por preços bastante abusivos(COD vem em mente)!Sem falar também nas expansões que praticamente dobravam o conteúdo do jogo!
    Essa permissividade do consumidor é que faz as desenvolvedoras a procurar maximizar lucros com o mínimo de qualidade possível!E a tendência é piorar,vide a possibilidade do próximo XBOX não aceitar jogos usados! É incrível como o consumidor se permite minar os direitos para ter o“direito” a jogar ! Temos que começar a pensar o que é melhor para nos consumidores e não no que é melhor para a empresa! E de fato eu até entendo o que eles fazem numa perspectiva de negócios,visto que hoje em dia 90% do orçamento de um jogo está no marketing,mas eu não tenho que me submeter a isso!

    • CPR
      24/02/2012

      É sério essa história do próximo xbox não aceitar jogos usados? Eita pessoalzinho ganancioso hein. Caramba.

      “Eu sou o tipo do cara que compra jogos quando eles estão em liquidação,quando já não tem mais nenhum hype!” (2).

      • Guto Collares
        27/02/2012

        Sim, é séria a possibilidade de que o próximo Xbox não aceite jogos usados.
        E isso só mostra com a Indústria de GAMES (não estou falando de outro setores) não estuda economia a sério nem está nenhum passo a frente de nobody.

        Se a moça que falou que estuda economia estiver lendo isso aqui, ela talvez possa elaborar um pouco sobre o relacionamento entre a revenda de games usados e a velocidade de lançamentos de games novos. A complexidade desta relação é maior que a superficialidade do visão inicial proporciona.

        • Hélio
          27/02/2012

          Isso q eu sempre achei. Empresas pensam q estão “dois passos à frente de nós”, mas só esquecem q se o jogador se sentir lesado, há muitas maneiras de boicotar as mesmas. Pirataria e jogos usados são duas delas e fazem enorme estrago. Não defendo os piratas de forma alguma, mas acho q, se na próxima gen, inventarem essa palhaçada de consoles não aceitarem usados, não recriminarei nem um pouco quem boicotar e passar pro lado dos piratas.

          • Guto Collares
            27/02/2012

            Pois é.
            Essa é uma burrice enorme.
            A própria indústria vai levar um tiro no pé. A venda de games usados gera uma espécie de “capital de giro”, pra que aquele que vendeu possa reaplicar a renda apurada com parte do preço de um game-lançamento. Assegura-se, assim, que os lançamentos tenham rendimento de vendas maior e que a indústria fique aquecida, com novos títulos numa periodicidade cada vez menor.

            Retire esse “giro” e as vendas vão sofrer. Tanto pela pirataria, como por ausência de recursos para prover novos títulos, ou seja, menos vendas de títulos novos.

          • Hélio
            27/02/2012

            Falou tudo, Guto.

  23. Georgina
    24/02/2012

    Gabi, concordo com vc entendi seu ponto de vista e sim essa indústria esta não a dois passos mais a uns dez passos, também sou fascinada pelo marketing que essa indústria cria q o diga Dead Island que se mostrou um jogo mediano porém a propaganda ganhou até premios, as DLC´s estão aí realmente quem quizer que as compre cabe a vc julgar se vale a pena ou não, agora quando vc gosta de um jogo vc não mede esforços para compra-las pois vai adicionar mais algumas horas de prazer na jogatina, também comprei todas as DLCs de Dragon Age pois pra mim valia sim a pena gastar mais algumas horas com esse jogo, assim como Mass effect ou qualquer outro jogo q lhe agrade. E sim sem q vc note vc acaba caindo nas garras do marketing da indústria quem aqui não acabou comprando um jogo pensando que era excelente devido a todas as propagandas e acabou se decepcionando? O fato de vc só comprar o jogo em liquidação não tem problema nenhum, porém quando vc tiver jogando esse jogo as coisas já andaram, ele já é passado, quando vc for comentar sobre ele vai ouvir “nossa já zerei esse faz tempo nem me lembro mais” e acredite esse jogo em liquidação ainda trás retorno para as produtoras. Com relação aos jogos usados serem proibidos no novo console do Xbox caso vc não saiba isso existe desde 1990 quando a nintendo brigava na justiça com a blockbuster onde ela defendia que o aluguel de cartuchos acabava com as vendas, já em 2008 a Sony registrou uma patente sobre uma tecnologia que deixava o jogo amarrado ao console onde era iniciado pela primeira vez, ou seja isso e briga antiga das produtoras não e uma coisa exclusiva da Microsoft. Estamos no meio de uma revolução game muita coisa para assimilar e cabe a nós termos discernimento para decidirmos onde iremos gastar nosso dinheiro.

  24. Sovereign
    24/02/2012

    Eu comprava DLC sempre, mas praticamente parei. Ando sem tempo para jogar e a DLC que comprei pro killzone 2 nunca cheguei a usar, foram 10 dolares jogados fora. Agora penso bem se vale a pena comprar uma DLC, principalmente se for mapa pra multiplayer dum CoD da vida ou skins pra aeronave do ace combat.
    Agora com questao de jogos usados nao rodarem no sucessor do x360, se implantarem isso aqui no Japao, a MS nao vendera nenhum console por aqui, ja que os japas vivem trocando jogos velhos por novos, nao importa a plataforma. Toda loja aqui tem uma sessao de jogos usados, fora os book off, lojas que revendem artigos de segunda mao, que vao de livros ate pequenos eletronicos. Cheguei a comprar o Laser Disc do star wars nessa rede, ja que nao encontrava novo a venda.

  25. Hélio
    24/02/2012

    Do jeito como está sendo falado aqui, parece até q qualquer jogo ou outro produto q seja hypado vai nos fazer comprá-lo obrigatoriamente. As pessoas não são idiotas (algumas são, mas muitas não) e não vão aceitar qualquer DLC ou conteúdo dispensável só pq a empresa é esperta nas suas estratégias de marketing.

  26. Georgina
    24/02/2012

    O que está sendo falado aqui é que as empresas tem uma estrutura muito bem elaborada de marketing junto ao consumidor e que cabe a ele escolher comprar ou não o produto. Agora dizer que existem pessoas idiotas que compram estes produtos que pra vc não passa de um conteúdo indispensável então vc não entendeu a frase q vc tanto elogiou lá encima “A decepção de uns pode ser a obra de arte de outros”. Se no seu conceito sou uma idiota tudo bem não me incomodo, gasto sim meu dinheiro em DLCs se elas me agradam ótimo se não fazer o q? Apenas me decepciono e parto pra outra. Como disse cabe a cada um fazer o q quiser com seu dinheiro, se quero comprar todas as skin de armas do Gears of War 3 e daí? No seu conceito sou uma idiota? Meça melhor suas palavras não seja tão agressivo, talvez vc não gaste seu dinheiro em DLCs inúteis mais provavelmente gaste em outra coisa que outra pessoa vá acha inútil, aposto que sua família acha puro desperdício vc gastar tanto com vídeo-games não?

    • Hélio
      24/02/2012

      Não, não, não.
      Não tem nada a ver uma coisa com a outra.
      Uma coisa é eu gostar de um jogo e vc não, e vice-versa. Esse é o sentido da frase do Breno.
      Outra coisa é pegar qualquer conteúdo sem importância por qualquer preço, é disso q eu estava falando qdo usei o termo “idiota”.
      Tem gente q ganha muito e não dá valor ao seu dinheiro, logo acaba gastando muito sem se preocupar. Mas eu não acho uma atitude economicamente saudável.
      O q a minha família ou qualquer outra pessoa pensa sobre meus gastos é com eles. Eu compro o q bem entender, e sei o valor do q tenho.

      • Hélio
        24/02/2012

        Só complementando: eu posso adorar o jogo X, mas isso não quer dizer q se a empresa lançar um DLC qualquer pra ele eu vou comprar. Primeiro eu avalio: esse DLC é relevante? Vai mesmo me fazer falta, vai alterar meu jogo de forma substancial?
        Não tenho nada com o modo de gastar dos outros, mas gastar sem pensar é sim, a meu ver, uma atitude no mínimo insensata.

  27. Breno
    24/02/2012

    É um pouco complicado falar se o comportamento das pessoas que compram DLCs é insensato ou qualquer coisa do tipo! Tem gente que compra por excesso de dinheiro, tem gente que compra por fanatismo e amor a empresa,etc… Mas eu me reservo a acreditar que pessoas que gastam dinheiro real com produtos cosméticos virtuais, que não acrescentam nada ao jogo, estão jogando dinheiro fora!
    Agora,que a atitude da BiowarEA de tirar conteúdo do jogo para vender separadamente é de má fé isso eu tenho certeza!Pois vai de encontro a própria natureza(a principio nobre) dos DLCs,que é vender expansões e extras depois que o produto vai as lojas,para dar mais longevidade! DLC deveria ser um suporte pos lançamento e não isso que acontece!

    • Hélio
      24/02/2012

      Sim, Breno, não digo q DLCs são todos inúteis, mas eu acho q existem muitos DLCs q são puro caça-níquel. Não tem conteúdo significativo.
      É nesse sentido q eu avaliava.
      Mas claro, cada um gasta o dinheiro como preferir.

  28. Hélio
    24/02/2012

    Pra quem fica brigando comigo pq eu falei mal dos DLCs, toma na cara essa agora! rsrs
    A revista Forbes publicou uma matéria criticando fortemente o DLC Day 1 de Mass Effect 3. Aparentemente, ele é grátis na versão colecionador do jogo e pago na versão normal. E o q esse DLC faz? Adiciona uma parte importante da trama ao jogo. Quer dizer, se vc comprar o ME3 normal, terá de pagar pra ter uma parte da história. Viu q legal, gente? Como a Bioware é boazinha, como as empresas são lindas de morrer. xD
    Pra quem tem interesse, esta é a tradução da matéria:

    POR QUE A EXPLORAÇÃO DE GAMES É NOSSA PRÓPRIA CULPA (Título da matéria)

    – Tem ficado cada vez mais claro para as companhias quanto sangue eles podem extrair dos seus mais fervorosos fãs de suas franquias já estabelecidas. E nós estamos deixando que eles o façam.

    “- A ‘exploração’ dos jogadores mencionada no título está realmente no controle dos próprios jogadores. Ainda assim eles falham em percebê-la ou simplesmente não se importam.

    – O que a EA e muitas outras companhias estão fazendo é experimentação econômica. Eles sabem que os jogadores são um grupo fiel, e eles querem saber o quão distante eles podem ir para fazer com que você pague pela experiência “completa” do jogo que você ama.

    – A verdade é, se itens como pacote de mapas, missões em DLC e bônus de pre-order não vendessem, eles não existiriam. Simples assim. A cada nova ousada “afronta”, essas companhias estão testando a água para ver o quão distante eles podem ir com esse modelo a-la-carte. Você acha que se ninguém tivesse comprado o primeiro pacote de mapas de Call of Duty, eles continuariam fazendo mais? O jogo vende um total de $1B com cópias de valor individual de $60 em duas semanas, com todos os jogadores sabendo muito bem que mais doze mapas vão ser oferecidos em três pacotes adicionais que somarão mais $45 ao valor total.
    – Você [o jogador] tem mostrado por anos que o seu amor pelos jogos custa $60, agora eles estão vendo se seu amor custa $70.

    – A prática pode não ser exatamente ética, com os DLCs crescendo e se tornando mais intrusivos, mas a tática funciona. Para cada jogador que tem a determinação moral de dizer “NÃO”, há centenas de milhares que não se importam em manter seus $10 extras no bolso. E por mais que eu amasse que milhões de pessoas se mantivessem irresolutas e boicotassem o jogo para que nunca tivéssemos que lidar com DLCs de Day 1 de novo, isso simplesmente não vai acontecer.

    – Com tudo isso dito, há um limite. Eventualmente as companhias vão encontrar um ponto onde elas vão estar retirando coisa demais do jogo e cobrando excessivamente em cima do valor original que os consumidores vão começar a ser alienados. Assim que os números pararem de crescer, a prática vai atingir o seu limiar. O problema é que não estamos lá ainda, e apesar de cada passo nos levar mais próximo a esse momento, nós simplesmente não mostramos a essas companhias que essa prática é realmente prejudicial para nós. Se assim o fosse, esses produtos e jogos simplesmente não venderiam, e a prática seria reduzida. E isso não é o que está acontecendo.”

    • CPR
      24/02/2012

      Belo texto.

      • Juliano
        25/02/2012

        Acho que quanto mais uma franquia faz seu nome, adiante ela vai aumentando e muito o seu lado financeiro, ganhando um graxinha até suficiente pra gastar, fazer essas coisas pra chupar o sangue dos fãs, são fãs e vão comprar. Mesma esquema essa coisa de MGS5 e Godiofiuar4, FF infinitos, visando o lado $$$ da arte. Franquias que fazem história, porque não continuar lançando se pessoal gosta de gastar com isso, tentar projetos novos? Pra quê? Tão enriquecendo assim, não se mexe em tinha que está ganhando.

    • Breno
      25/02/2012

      Se a versão de colecionador já é mais cara que a comum então eles já estão pagando pelo DLC!

      • Hélio
        25/02/2012

        Sim, é verdade. Mas não muda o fato de q esse conteúdo já devia estar presente na versão normal do jogo, pois faz parte da história. Fora q edições de colecionador costumam vir com artbooks, action figures, coisas do tipo, o q já compensaria a diferença de preço.

        • Angelo
          25/02/2012

          Já foi o tempo que edição de colecionador vinha com coisas legais para fã…agora são só itens digitais, que tem prazo de validade(só dura enquanto o suporte ao jogo durar). Gostaria de poder comprar um jogo completo quando pago o preço de retail dele e se por ventura a empresa DESENVOLVER MAIS CONTEÚDO APÓS O LANÇAMENTO, lançar uma coisa meio ultrapassada chamada PACOTE DE EXPANSÃO que realmente tenha conteúdo significativo que valha 15 dólares.
          Mas fazer o que, cada vez mais estou abrindo mão desse hobby que é jogar videogame para fazer outras coisas.
          E antes que fiquem falando que “nenhuma empresa faz caridade” ou “o capitalismo funciona assim”, gostaria que voltassem com a mentalidade
          “Tenho uma boa ideia, quero ganhar dinheiro com ela” ao invés da “Quero ganhar muito dinheiro, vou ver como posso fazer”.
          Prejuízo para essas empresas e ter menos lucro que ano anterior, e não perder mais que ganhar.
          Torço muito por uma crisa na industria igual a que ocorreu nos anos 70-80,para acabar com essa palhaçada toda que vem acontecendo nessa geração.

          • Hélio
            25/02/2012

            Estou me baseando em, por exemplo, a edição de colecionador da Vivi de Skyrim, q veio com um livro cheio de desenhos e informações, mais um dragão, mais não sei o q…
            Enfim, independente disso, o fato incontestável é q os jogadores têm direito de ter acesso à toda a história sem serem obrigados a pagar por uma edição especial do game ou comprar um DLC para o mesmo.

    • Guto Collares
      27/02/2012

      Ha!
      Hélio mandando bem.
      Depois disso, fica até difícil tentar rebater.

  29. CPR
    24/02/2012

    Lendo o texto dá pra sacar q, pelo visto, os jogadores atuais (uma parte considerável eu diria) não vêem problema em pagar (caro) por jogos q, no mais das vezes são puro marketing.

    • Hélio
      24/02/2012

      Sem dúvida. Qto mais fizermos nossa parte e evitarmos esses abusos, mais nos protegemos de um futuro tenebroso para os games.

  30. Guilherme
    25/02/2012

    Zerei hoje o ME2, viciei e quando fui ver melhor esse post, me desiludi ao saber que tem trilhões de dlcs safados pra comprar e que tenho uma história contada pela metade…

    • Juliano
      25/02/2012

      e eu só joguei o 1, gostei e to me amarrando pra ir pro 2, aí que meu amigo fala “o dois é muito foda, é mais direto e ainda tem uma dlc essencial pra história do jogo”
      daí eu penso e indago “o quê? essencial? sério mesmo? então o jogo vem incompleto? legal”, broxei na pensativa de ir para esse game, até pq já ouvi muito falarem que o 1 é melhor

  31. Soreto
    25/02/2012

    FUUUUUUUUUUUU!

  32. Leandro
    28/02/2012

    gente olha q absurdo:

    “Chris Carter, do Destructoid, pegou uma calculadora e descobriu que se você quiser todo o conteúdo possível para o RPG da BioWare, você vai gastar cerca de US$ 870 (ou quase R$ 1.500 na cotação de hoje, sem contar qualquer tipo de imposto).”

    Edição de colecionador N7 (necessária para habilitar todo o conteúdo) – US$ 80

    AT-12 Raider – bônus de pré-venda no Origin
    Chakram Launcher – para quem jogou a demo de Kingdoms of Alamur
    M-55 Argus – bônus de pré-venda em lojas selecionadas (EUA)
    N7 Weapons pack – bônus da edição de colecionador
    N7 Hoodie – bônus da edição de colecionador
    N7 Warfare Gear – bônus de pré-venda em lojas selecionadas (EUA)
    Reckoner Knight Armor – para quem jogou a demo de Kingdoms of Alamur
    Robotic Dog – bônus da edição de colecionador
    Squad Outfit pack – bônus da edição de colecionador

    Material extra:

    Jogo de iOS Mass Effect Infiltrator, que pode afetar o jogo principal (preço ainda não divulgado)
    DLC “From Dust” – US$ 10
    Boneco de Liara, que libera conteúdo para o multiplayer do jogo – US$ 44,99
    The Art of Mass Effect Universe, livro que libera power up para o Collector Assault Rifle* – US$ 24,99
    Quatro bonecos de Mass Effect 3, que liberam conteúdo “levemente aleatório” para o multiplayer – US$ 80
    Controle Mass Effect 3, que libera libera power up para o Collector Assault Rifle – US$ 59,99
    Headset Chimera 5.1, que libera power up para o Collector Assault Rifle – US$ 209,99
    Mousepad, que libera power up para o Collector Assault Rifle – US$ 34,99
    Messenger Bag, que libera power up para o Collector Assault Rifle – US$ 79,99
    Case de iPhone, que libera power up para o Collector Assault Rifle – US$ 24,99
    Mouse, que libera power up para o Collector Assault Rifle – US$ 79,99
    Teclado, que libera power up para o Collector Assault Rifle- US$ 139,99

    fonte- kotaku

    é uma loucura se vc quiser ter a experiência total em Mass Effect 3! o.0

    • Alex
      28/02/2012

      isso é ridículo, não? Claro que se vc contar so o conteudo que vai pra dentro jogo, o valor total vai ser bem menor. Mas como devem lançar uns 5 DLCs com quests no próximos 2 anos, então ja viu! Acho que essa imagem ilustra bem a situação atual na industria dos games:

      http://img607.imageshack.us/img607/3291/heheq.png

    • Guto Collares
      29/02/2012

      LOL

      Entenda-se de uma vez: O CONCEITO de DLC é bom e enriquece a indústria.
      Por outro lado, a MANEIRA com que as empresas vêm utilizando essa vertente é simplesmente escatológico. Falta de respeito para com o consumidor e público-alvo.

      • Alex
        29/02/2012

        ESSE é o ponto em questão. Na imagem que postei, o problema nao ta nos “DLCs” mas no “rombo” no rosto da Monalisa ;). Quer queira ou nao, é assim que boa parte da industria usa o conceito.

        Lembro que acompanhei desde cedo o desenvolvimento de Dragon Age Origins. A Bioware ia anunciando cada personagem introduzido no jogo. Um deles era o golem Shale. Depois de um tempo descobri que o personagem foi cortado do jogo, e seria vendido como DLC. Foi na epoca em que Bioware foi adquirida pela EA… Da primeira vez que joguei DAO, joguei quase sem DLC nenhum pensando que nao ia fazer falta. Depois comprei o DLC de Shale, e vi como tava redondamente enganado. É um dos melhores personagens do jogo, e era importante para entender parte da quest principal. E eu sabia que desde o começo ele tinha sido projetado pra fazer parte do jogo original.

        • Alex
          29/02/2012

          Só um correção no que falei: o DLC citado era gratuito na ocasião do lançamento, mas pode ser comprado em certas situações.

Crie uma conta no gravatar.com para colocar sua foto nos comentários.

Sempre que comentar em algum blog com o email cadastrado, aparecerá sua imagem.