Cinco jogos de corrida derivados de plataformas

Tags: bomberman, crash team racing, jogos de corrida, sonic r, super mario kart

Olá, pessoal! Cá estou eu mais uma vez confirmando meu saudosismo gamer com uma matéria nostálgica =]

Assim como eu, vocês devem estar assistindo de camarote os fracassos sucessivos da franquia Need for Speed e de tantas outras do segmento. Agora, não sei vocês, mas eu tenho frequentemente me perguntado onde foi parar toda aquela empolgação dos jogos de corrida da década de 90. Está claro que o mercado mudou e muito, obviamente as prioridades são outras. Mas a preocupação com gráficos e simulação é tão grande que parece que o fator diversão foi esquecido lá no fundo da gaveta. Será isso? Ou será que a gente se divertia com pouco? Ou será que eu estou falando um monte de bobagens só para justificar porque sempre apanho em NFS e GT5?

No fim, não importa o motivo. O intuito desse post é trazer um pouco dos lindos anos 90 para que ninguém se esqueça o quão gostosa foi a época. Separei cinco jogos de corrida que apostavam em personagens carismáticos já conhecidos de outros títulos.  A lista não segue nenhuma ordem específica. Vejam se lembram desses e comentem os seus preferidos que não estiverem aqui.

 

Sonic R (Sega Saturno, 1997)

Trazendo os personagens da série Sonic the Hedgehog, Sonic R chegou em 1997 para o Sega Saturno e para PC. Assim como Mario Kart, fez sucesso pela trilha sonora cativante, mas trazia o diferencial de ser uma corrida do tipo “olímpica”, portanto, sem carros. Os personagens podiam pular trazendo um pouco do elemento plataforma para a jogabilidade. Cada um dos 10 selecionáveis possuía habilidades únicas. Nosso herói Sonic, por exemplo, tinha mais velocidade que os outros, enquanto o implicante Knuckles conseguia pairar no ar. Ah! E claro, não seria um jogo do Sonic sem a necessidade de coletar os chamados anéis, lol. O jogo foi posteriormente lançado para GameCube e para PS2 no especial Sonic Gems Collection.

 

Diddy Kong Racing (N64, 1997)

Com o sucesso estrondoso de Donkey Kong Country a Rareware apostou em Diddy Kong Racing, também de 1997, para Nintendo 64. A empresa acertou em cheio. Na época o jogo entrou para o Guinness como o jogo cujas cópias foram vendidas mais rapidamente. Além de carros, o jogador corria com aviões e aerobarcos. O jogo apresentava alguns personagens que mais tarde se tornariam ídolos e símbolos do console, como Banjo Kazooie. Aliás, falando no Banjo, estavam planejadas duas sequências  para o DKR. Uma era  Diddy Kong Pilot que eventualmente virou o Banjo-Pilot e a outra era o aguardado Donkey Kong Racing que foi cancelado quando a Rareware trocou a Nintendo pela Microsoft. Um remake de Diddy Kong Racing saiu para Nintendo DS se não me engano.

Bomberman Fantasy Race (PSX, 1998)

Antes que me atirem pedras, sei muito bem que Bomberman está na categoria puzzle, mas achei de bom tom citar Bomberman Fantasy Race. Além de ser um bom jogo, foi o único de corrida com a galerinha super nipônica do Bomberman e olha que o ”Bomb” teve uns 60 títulos. Mas se vocês pensarem que muitos desses títulos eram meio plataforma, meio RPG, dá pra dar aquela forçada. O jogo é de 1998, desenvolvido pela Hudson Soft. Dava para escolher entre seis personagens diferentes e um deles é meio que o Ayrton Senna (!). Em vez de carros, a competição era montada em um coelho ou um rinoceronte. Louie e Tirra, pra quem conhece a série. Era um dos meus jogos favoritos da época pela possibilidade de administrar o dinheiro em um banco. Hoje sou jornalista e não tenho nada no banco para administrar, olha que irônico.

Crash Team Racing (PSX, 1999)

O Crash já era a cara do Playstation quando Crash Team Racing foi lançado, em 1999. O cachorro louco também era a cara da Naughty Dog na época, antes do lançamento de Uncharted e do charme do Nathan Drake ocupar as prateleiras. Em CTR o fator diversão está lá no alto com os personagens da série Crash Bandicoot literalmente em uma corrida para salvar o mundo da destruição. Eram impressionantes 15 selecionáveis. O jogo foi bem recebido pelos gráficos e pega jogabilidade envolvente. Só a trilha sonora que era meio fraquinha. Ele foi relançado em 2000 com o selo Greatest Hits da Sony.

Super Mario Kart (SNES, 1992)

Se isso fosse um top eu colocaria Super Mario Kart em primeiro lugar, com certeza. Os números confirmam minha preferência já que o jogo foi simplesmente o terceiro mais vendido do SNES de todos os tempos. Em Mario Kart você escolhia entre oito personagens cada um com uma habilidade única e competia em “copas” e em três níveis de dificuldade. O jogo foi aclamado por sua inovação e por ótimos gráficos. Eles simplesmente fizeram o máximo que poderia ser feito na época em termos de jogabilidade e gráficos sem contar com a trilha sonora divertidíssima. Dá para se referir a Mario Kart como pai de todos os jogos que eu já citei acima. A fórmula deu certo por anos e foi copiada por várias empresas.

 

Aline Carvalhal
Share on Tumblr
Feed do Post
21 Comentários em "Cinco jogos de corrida derivados de plataformas"
  1. Rafael Psyny
    11/09/2012

    Rock n Roll Racing! tinha personagens carismáticos tbm! =)

  2. Aline Carvalhal
    12/09/2012

    Rock n Roll Racing é um clássico delicioso! Ótimo jogo. Fez sucesso por si só, não veio de nenhum outro título =]

  3. Edison
    12/09/2012

    desses ai so joguei o supermario kart e joguei mto o Rock n Roll Racing

    agora jogo de corrida da decada de 90 eu joguei mto msmo foi top gear 1 no SNES

  4. Leonardo
    12/09/2012

    Ah, o que eu me diverti a jogar Lego Racers…e o tempo que demorei para vencer o vampirão do Lord Basil. Não se deixem enganar pelo aspecto mais animado/divertido do jogo porque a competição é feroz. O melhor do jogo era a hipótese de fazermos o nosso próprio carro, tudo em Lego e com vários temas, assim como o brinquedo, desde o medieval ao espacial.

    Quanto à série Need for Speed, acho que um dos problemas é o excessivo foco nas “bombas”. Toda a gente gosta de experimentar/jogar com carros que nunca na vida iremos conduzir mas o que é demais também enjoa. Eu adorei o Most Wanted original porque venci o jogo todo com o meu Fiat Grande Punto. Por exemplo, a série Driver nunca teve marcas e os carros eram cópias dos verdadeiros mas isso nunca me tirou o gozo; agora, com o Driver San Francisco, os carros têm marcas e modelos mas não se pode mudar a aparência nem escolher sequer a côr.

    No geral, e não só com jogos de corrida, a indústria gamer já tem o seu lado côr-de-rosa ( e não me estou a referir ás Girls =D) e o lucro é o que cada vez mais motiva as produtoras e publicadoras, em vez de fazerem um produto onde a diversão seja o objectivo a 100%.

  5. 12/09/2012

    Menção honrosa a “Chocobo Racing” que não entra na lista pois não é derivado de nenhum game de plataforma e sim de vários Finais Fantasy.

  6. The Punisher
    12/09/2012

    Acho que de Need for Speed mais recente o melhor foi o Hot Pursuit que não verdade nem é tão original assim pois se trata de um remake, uma versão melhorada do Need for Speed III: Hot Pursuit. Agora jogos com temas de Sonic ou Mario ou outros citados só joguei mesmo na época, hoje em dia não me chama mais tanta a atenção.

  7. The Punisher
    12/09/2012

    O que eu cheguei a jogar mais mesmo foi o Rock n Roll Racing, esses outros praticamente nem peguei.

  8. 12/09/2012

    Nossa! Joguei muito Crash Team Racing com minha irmã quando criança. Nós ficávamos horas e horas jogando aquilo. No começo eu era muito bom, sempre dava um coro nela, mas depois de algum tempo ela ficou muita boa no jogo e me superou. Hehehe, boas lembranças…

  9. Fabão
    12/09/2012

    Death Rally pra PC, eu jogava a demo q vinha na revista, o joguinho bão, adora enfrentar o Duke Nuken e Mad Max uhauhauhuah

  10. Lucas PMTL
    12/09/2012

    Não sei se caberia na lista mas Toy Story Racer era bem viciante também.

  11. The Punisher
    12/09/2012

    Se for por jogos de corrida tirados de outros títulos acho que poderia incluir aí o Star Wars Racer do N64. Bom, eu pelo menos gostava bastante.

  12. Siri
    12/09/2012

    Sonic R também tem pra PC, se não me engano. A versão que saiu para as coletâneas dos consoles é um port dela (que é um port da versão do Saturn[!]).
    Apesar de ter jogado muito não acho que seja um jogo realmente bom, com a grande exceção das excelentíssimas músicas! Indico ao Balada Gamer.(♫ Everybody super sonic racing… ♫)

    CTR é muito bom. Quem não tem Mario caça com Crash (meu slogan da época). O modo multiplayer é ainda mais divertido. Passava horas jogando com os amigos. Preciso de uma cópia!

    Um jogo que não é derivado de plataforma mas é de honrável menção é Street Racer do PS1 e Saturn (também para SNES e Mega, totalmente diferentes). Tá no meu TOP3 de jogos de kart, ao lado de CTR e Mario Kart.

  13. Hélio
    12/09/2012

    Eu fui descendo a lista e não encontrava Crash Team Racing, já tava pensando: como ela pôde esquecer? Mas aí ele veio. xD
    Acho q foi o único jogo de kart q eu realmente já me viciei e amei até hoje. Um novo CTR faria maravilhas na geração atual.

  14. The Punisher
    12/09/2012

    Ahhh…acabei de me lembrar de um game bastante divertido que tive para Dreamcast e em minha opinião até melhor que os citados no post. Wacky Races, muito legal e viciante e divertidíssimo sem dizer que é de um dos desenhos que mais gostei e gosto até hoje.

  15. Andre Leonardo
    13/09/2012

    Bela lista, Crash Team Racing foi um dos “clones” de Mario Kart que fez sucesso devido a qualidade e diversão que proporcionava. Joguei por horas esse game.

  16. CPR
    13/09/2012

    CTR e Mario kart foram os únicos dessa lista q eu joguei. Menção honrosa, sem dúvida.

  17. Juliano
    14/09/2012

    Mario Kart no Super Nintendo é bom demais, não consegui achar jogo de kart melhor, o de GBA chegava perto mas o primeirão do Super Nintendo é imbatível, joguei demais.

  18. 16/09/2012

    Eu sou mega viciado em Super Mario Kart, pra mim um dos jogos mais divertidos existentes. Com certeza a versão de SNES é a melhor, seu nível de dificuldade era bem grande, coisa que se perdeu um pouco nos jogos recentes, ou até mesmo naquela versão de 64, que nem derrapar na pista derrapa.Mas eu acho que, atualmente, esse tipo de jogo sobrevive mais em consoles portáteis.

  19. leandro(leon belmont) alves
    18/09/2012

    desses daí só Mario Kart e CTR eu joguei. os outros já experimentei e….não gostei muito não.

  20. Shaka
    30/09/2012

    “Mas a preocupação com gráficos e simulação é tão grande que parece que o fator diversão foi esquecido lá no fundo da gaveta. Será isso? Ou será que a gente se divertia com pouco? Ou será que eu estou falando um monte de bobagens só para justificar porque sempre apanho em NFS e GT5?”

    Muito boas indagações, fiquei pensando nelas aqui.

    No meu prédio só tinha sonista então passei boa parte da minha adolescência jogando Crash team Race e não tanto Mário Kart, mesmo assim acho Mário melhor.

    Nunca tinha visto esse Sonic R, nem o Bomberman Race.

    • 01/10/2012

      Acredito que não. Jogos divertidos e simples como Mario Kart e CTR existem ainda hoje. A simulação e gráficos avançados em jogos como Forza 4 e Gran Turismo 5, na minha opinião são apenas uma outra forma de diversão, mas a fórmula antiga ainda não se perdeu, apenas surgiu uma nova…

      Embora eu passe horas e horas jogando Forza 4, ainda me encontro com amigos para jogar um pouco de mario kart no 3DS, jogo pra mim que é o melhor dos portáteis. São experiências bem distintas, porém válidas…

Crie uma conta no gravatar.com para colocar sua foto nos comentários.

Sempre que comentar em algum blog com o email cadastrado, aparecerá sua imagem.