Cobertura: Brasil Game Show 2012 [Dia 2]

Tags: America Latina, BGS, Brasil Game Show, Capcom, Castlevania, dance central, dead or alive, devil may cry, dmc, Eventos, Expo Center Norte, Exposição, Games, konami, lords of shadow, metal gear rising, Most Wanted, Need for Speed, NFSMW, nintendo, Sony, Ubisoft, wiiu

O segundo dia de Brasil Game Show aconteceu em pleno feriado de 12 de Outubro e desta vez sendo aberto ao público em geral. A Expo Center Norte lotou em pouco tempo após a abertura do evento, e os ingressos de todos os dias de feira se esgotaram!

 

Não é para menos que a organização da BGS quer realizar o evento em São Paulo novamente no próximo ano. Este anúncio fora feito ontem (11) durante a coletiva da Brasil Game Show, e a feira deve acontecer entre 24 e 28 de Outubro.

 

Hoje (12), entretanto, o Girls of War marcou presença novamente, desta vez com foco nas demos jogáveis. Confira uma breve opinião dos principais títulos apresentados durante o evento!

 

[Dia 2 – Impressões das Principais Demos Jogáveis]

 

Metal Gear Rising: Revengeance

O estande da Konami era o principal responsável por recepcionar os visitantes, tendo como maior atração o game Metal Gear Rising: Revengeance. Ambas as versões de Xbox360 como também de PlayStation3 estavam disponíveis, com legendas e menus totalmente em português. A parte jogável da demo era o início do game, com direito a tutorial opcional para iniciantes. Em um resumo prático e sincero, o jogo é bem rápido! A ação é demasiadamente frenética e mesmo em pequenos espaços de tempos quando o game obriga o jogador a agir com cautela (ou modo stealth, se preferir), é perceptível que este tipo de jogabilidade não combina com Raiden e com a mecânica do título. É até engraçado como o mote “Lightning Bolt Action” ainda se aplica bem ao título. O sistema “Zan Datsu” é bastante confuso no começo, mas é uma mecânica gradativa e que quando usada na hora certa, facilita demais a vida do jogador. O Zan Datsu é um sistema de corte feito quando o jogador segura L1/LT, ativando assim uma câmera lenta e a partir disso, usa-se os analógicos: esquerdo para controlar a visão de campo e o direito para executar o corte da lâmina na direção desejada. Lembrando que MGR: Revengeance está sendo desenvolvido pela Kojima Productions e também pela Platinum Games. O game será lançado em Fevereiro de 2013.

 

Dance Central 3

A principal franquia de games musicais está de volta ao Kinect, desta vez com ainda mais músicas (inéditas, claro!) e com controles cada vez mais precisos em resposta aos comandos executados pelo corpo do jogador. O principal diferencial da franquia Dance Central é que o jogador realmente precisa remexer o corpo inteiro para conseguir uma boa pontuação, e a Harmonix a cada título se supera mais e mais alocando passos de danças intuitivos e diferentes. Impossível ficar parado se estiver por perto!

 

Dead or Alive 5

Apesar de já ter sido lançado, DoA5 marcou presença no estande da NC Games e todos os jogadores que quisessem poderiam contemplar por três rounds, a incrível física dos peitos das personagens femininas mais badasses dos jogos de luta. No estande, os holofotes estavam todos voltados para a nova personagem da franquia, Mila, uma lutadora de MMA que possui golpes precisos e ótimos counters. A mecânica do game não teve demais alterações desde seu último lançamento, permanecendo baseado no Triangle System (um sistema semelhante à Pedra-Papel-Tesoura, onde cada tipo de ataque nos botões é especifico para derrotar outro). Em compensação, uma nova mecânica chamada Power Blow foi adicionada, sendo que neste comando, o jogador deve pressionar e segurar um botão específico e o personagem irá então sentenciar uma sequência especial de golpes, com direito até a slow motion! Dead or Alive 5 já está a venda nas lojas! Disponível para Xbox360 e PlayStation3!

 

Need For Speed: Most Wanted

O polêmico e novo Most Wanted estava disponível no estande da Warner Bros Games. Os controles são confusos e até um pouco “duros”. A sensação de simulação que o Need For Speed Shift trazia foi totalmente perdida aqui, mesmo com o modo em primeira pessoa. Os gráficos estão na medida certa, com ambientes diurnos e perseguição policial tal como o título originário. A impressão que ficou é que ele foi realmente feito para trazer fãs novos para a franquia. Fãs antigos e xiitas muito provavelmente não gostarão do game. Most Wanted estará disponível a partir de 30 de Outubro para PC, PlayStation3, Xbox360 e PlayStation Vita.

 

Castlevania: Lords of Shadow – Mirror of Fate

O título da franquia que sairá para Nintendo 3DS e servirá de ponte para Lords of Shadow 2 estava isolado e esquecido, mas não perdido! Com uma mecânica muito parecida com a do título original e voltada novamente para o hack n’ slash, porém adaptada para a câmera 2.5D, Mirror of Fate surpreende com uma dificuldade digna de títulos antigos da série e pede do jogador um raciocínio rápido e estratégico, já que apenas esmagar botões não funciona de maneira alguma no game. Os cenários explorados na demo traziam puzzles e muitos lugares a serem explorados (e re-explorados futuramente, por que não?). Os gráficos e o uso do 3D deixaram um pouco a desejar, mas é presumível que o foco do título não seja voltado para estes aspectos. Mirror Fate está previsto para ser lançado em 2013.

 

DmC: Devil May Cry

Sim. A grande surpresa da feira (para mim) foi Devil May Cry. O game estava presente no estande da Capcom e até então não tinha convencido ninguém, e é fato constatado que o novo visual do personagem principal Dante, não havia agradado a ninguém. Ok… Esqueça todas estas impressões ruins e apenas jogue! A jogabilidade conseguiu ser aprimorada de maneira que, todos os botões característicos da mecânica original permaneceram para garantir a familiaridade de quem é fã antigo da série, e agora Dante está mais ágil, ‘leve’ e respondendo muito bem aos comandos, chamando assim a atenção de novos fãs que se familiarizam com o gênero. Os ambientes diurnos estão belíssimos (assim como os gráficos num geral!) e mesmo com tamanha claridade, permanecem macabros e traiçoeiros. Com legendas e menus totalmente em português, Devil May Cry está sendo desenvolvido pela Ninja Theory, a mesma de Heavenly Sword e Enslaved: Odyssey to the West e distribuída pela Capcom. Inclusive, as legendas não poupam fidelidade à narrativa original, esbanjando palavrões sempre que possível. DmC está previsto para 2013 e está simplesmente imperdível!

 

WiiU

O novo console da Nintendo recebeu um estande enorme, totalmente supervisionado e cheio de títulos para os jogadores testarem suas funções. Primeiramente, é preciso ressaltar o quanto o GamePad é absurdamente leve, o quanto a tela brilha e possui um tamanho ideal e mesmo sendo muito parecido em design com o próprio Wii, ele se ajusta direitinho à mão do jogador. No estande estavam presentes games como: Ninja Gaiden 3, Assassins’s Creed III, Rayman Legends 2, ZombieU e Super Mario Bros WiiU. Todos os games apresentavam mecânicas diferentes a serem exploradas com o touch do GamePad e de uma maneira bem divertida, foi possível ter uma noção do que vem por aí. Como eram muitos jogos para serem testados, aguardem um hand-on mais completo e detalhado do console aqui no blog muito em breve!

 

Por hoje é só! Confiram a galeria logo abaixo e continuem conosco na Cobertura da Brasil Game Show 2012!

 

Jessica Pinheiro
Share on Tumblr
Feed do Post
43 Comentários em "Cobertura: Brasil Game Show 2012 [Dia 2]"
  1. leandro(leon belmont) alves
    13/10/2012

    MGS Rising: eu vou compra-lo, mesmo já estando há muito tempo sem zerar nenhum MGS. e o Raiden é um bom ninja. se tem ninja, é porque o jogo vai ser F@#@$#!

    Dance Central: não sei e estou velho demais para balançar o esqueleto.

    Dead or Alive 5: esse game só foi empolgante na minha adolescencia sem namorada, agora…só vergonha alheia. mas deve ser bom, já que as meninas envelheceram, e isso é otimo.(para quem não gosta só de “novinha”)

    Most Wanted: piada! estão chamando ele de Need for Speed: Burnout…e concordo com eles, sem falar que nem sei se tem história.“ e todos os carros” estarão disponíveis desde o começo do game pelo que dizem? sei não, deve ter pegadinha aí. quer dizer que eu posso ir com um Bugatti do inicio do game até zerar e tudo bem?

    ……

    isso tá me cheirando aquele NFS World, aquele MMO da série que já joguei e não é tão bom assim.

    ou pior, vão fazer como Soul Calibur 5 e talvez nem tenha enredo, só modo multiplayer e umas corridas caso, não gostar de ir online….

    meu Deus, em que era vivemos, onde nem se pode escolher o modo história para jogar e ser obrigado a jogar Online e ser xingado por coisas que sequer foram inventadas ainda. do jeito que foi falado, me sinto menos mal por ter Battlefield 3 para jogar contra jogadores ultra viciados.

    o novo Castlevania deve ser legal, mas não tenho 3DS…ainda.

    e sobre DMC: já vi os novos trailers, as batalhas estão furiosas e as fases bem loucas, mas o Dante…não é o mesmo cara. pode até ser legal ou GOTY, mas sem o Original, não vai ser a mesma coisa.

    WiiU: olha, boa sorte para ela. mas com um “Tablet” Console de 32 gigas(isso se comprar a versão Deluxe do portátil) não vai caber muito jogo pesado. e estão falando barbaridades que o WiiU é mais poderoso que o PS3 e Xbox juntos e mais ainda que os futuros consoles da Microsoft e Sony.

    Nintendistas BEM MODESTOS não?

    Hee-Hoo Jeje.

    • Jejé
      13/10/2012

      Hahahaha, curti demais suas opiniões, leonardo! ^^
      E cara, o novo dmc é demais, mesmo! Eu gosto da franquia e fiquei BEM decepcionada quando anunciaram esse reboot, mas depois que joguei… Olha, paguei com a lingua! :P

      • leandro(leon belmont) alves
        13/10/2012

        é LEANDRO!!! o meu nome.

        • Jejé
          13/10/2012

          Desculpa, LEANDRO! :P

  2. Soldado Rock
    13/10/2012

    Pelo que vi nos vídeos do novo NFS ele promete, gostei da cidade, a liberdade que ela irá proporcionar, diferente do the RUN que era totalmente linear, talvez seja bem divertido(tomara que seja).

    Em minha opinião, sinceramente, não me importo com essa mudança do Dante, deste que tenha uma explicação plausível do porque desta mudança, que bom que a jogabilidade continua no padrão DMC, cheguei a pensar que ficaria um pouco diferente com a nova desenvolvedora.

    Se o Wii U ficar no mesmo nível de PS4 e Xbox720 com certeza é compra certa, quem não quer ter os exclusivos da Nintendo(ainda gosto de Mário) e os grandes lançamentos multi como Call of Duty, RE, DMC… Mas TALVEZ, o Wii U não terá esse poder todo, focará em seus exclusivos e se caso algum multi seja lançado para ele, será em uma versão inferior.

    • Jejé
      13/10/2012

      Pessoalmente eu não gostei do novo MW, e isso por que eu sou fangirl assumida da série… Me mantive neutra ate jogar pra poder dar uma opinião com base no que estava falando, mas realmente não gostei do que joguei. :\

      Sobre o WiiU, ainda é cedo para falar muito dele, mas minha aposta é que, mesmo decretando que eles terão tanta capacidade grafica assim, ele será um Wii 2.0 e ficará ainda abaixo do “PS4 e novo Xbox”.

  3. Sovereign
    13/10/2012

    Jeh, o wiiu seria bom presente pro meu sobrinho de 10 anos?ele ta querendo um x360, mas acho muito novo pra brincar com a caixa.
    O BGS logo ficara maior que a TGS, bom ver as industrias de jogos investindo no Brasil. O mw aguardarei sair demo na psn, se usar volante compro, caso contrario passo, já basta o hp que peguei pro pc e até hoje não joguei porque só aceita controle normal, nada de volante :/

    • Jejé
      13/10/2012

      Eu acharia mais interessante um Xbox mesmo… Tem o Kinect com diversos jogos educativos e talz (como o Vila Sesamo <3).
      O WiiU seria um bom presente pra um adolescente que ainda se mantém muito fã da Nintendo. Opinião pessoal, claro. D:

  4. The Punisher
    13/10/2012

    esses aí só me interessam, Metal Gear Rising: Revengeance e Dead or Alive 5. Já Dmc e NFS Most Wanted é só conferindo mesmo. PS: Há algo errado ai Jejé, quem desenvolve Ninja Gaiden é Team Ninja e não a Ninja Theory.

    • The Punisher
      13/10/2012

      Claro que Castlevania sendo uma das minhas se a série favorita Castlevania: Lords of Shadow – Mirror of Fate me atrairia se tivesse um console portátil no caso o 3DS, mas não me interesso mais por portáteis prefiro jogar na TV do que por aí na rua e se tratando da Nintendo não compraria um console dela só por causa de um ou outro jogo.

      • The Punisher
        13/10/2012

        “uma das se não a série favorita”

    • Jejé
      13/10/2012

      Obrigada Punisher! Realmente, está errado lá! Vou corrigir! ;)
      Isso que dá redigir o texto 2h da manhã…

      Sobre o Castlevania, acho que ele vai agradar muito os fãs de LoS como eu e mesmo se agarrando ao esmo de tentar fisgar os fãs antigos, provavelmente vou curtir muito as referências ainda assim.

  5. The Punisher
    13/10/2012

    Acho que teria sido mais legal ter conferido, testado e falado sobre o Dishonored, ainda mais sendo uma publicação da Bethesda, creio que este jogo pode agradar tanto a Bebs que mesmo não gostando muito de FPS, mas gostando de Bioshock acho que iria gostar desse também quanto a Vivi e, pelo que vi do do jogo nos vídeos e tudo mais quanto pela crítica esse game é muito bom, com certeza vou comprá-lo

    • Jejé
      13/10/2012

      Calma, quem sabe rola um review completo aqui no blog sobre Dishonored muito em breve? ;)

      É um título que eu com certeza quero conferir antes do mundo acabar em Dezembro. :P

  6. Juliano
    13/10/2012

    Wii U seu lindo, se não te adquirir ano que vem, pelo menos no ano da copa eu compro um. Só o que eu aguardo da indústria game é nintendo e multiplataformas lançados pra pc.

    • Jejé
      14/10/2012

      Opa, aos poucos isso vai mudar e ficar bem mais recorrente quem sabe. ;)

  7. Leonardo
    13/10/2012

    “Castlevania: Lords of Shadow – Mirror of Fate
    O título da franquia que sairá para Nintendo 3DS e servirá de ponte para Lords of Shadow 2 estava isolado e esquecido, mas não perdido!”
    Antes estivesse fechado a sete chaves e com a chave atirada fora, perdido e esquecido na história da Konami e da Franquia Castlevania. Em termos de cenário, o design até que me fascina muito mas sofre de um problema fundamental: demasiado brilho…até nas personagens e inimigos. Quanto à jogabilidade, a diciculdade está implementada de forma bastante estranha pois parece que se passa da fase de exploração, para combate, depois exploração, mais combate, sem que estes elementos fluam naturalmente como acontecia até agora, ou seja, como os inimigos são resistentes, estes são propositadamente colocados em menor número e concentrados num sítio em particular para depois termos largos bocados onde não se faz mais nada do que exploração. Os gajos da Mercury criticam o elemento de RPG dos Metroidavania e auto-elogiam-se pela dificuldade, quando na verdade é bem mais difícil manobrar entre as rodas dentadas das Clock Towers enquanto se evita a petrificação das cabeças de medusa e ainda se evita outros inimigos.
    MAY OUR LORD DRACULA ANNIHILATE THOSE PITIFUL MERCURY’S GUYS AND BRING BACK THE CHAMPIONS OF CASTLEVANIA: IGA, KOJIMA E YAMANE!

    Não menos importante, mais uma óptima cobertura (parabéns pelo texto Jejé) e quem me dera que deste lado do Atlântico e neste hemisfério houvesse algo parecido.

    • Jejé
      14/10/2012

      Hauhauhauhaua, gostei da sua opinião! :D
      Eu pessoalmente adorei o Lords of Shadow, e sou fã antiga da franquia, conheço a história antiga e tudo mais… MAs chegou em um ponto que dali por diante não ia mais se desenrolar e sim enrolar mais. Não existiam mais respostas e nem novidades grandes de gameplay, apenas repaginação do que já vimos e mais dúvidas na história.
      Achei que o LoS veio em hora certa, e atualmente é meu Castlevania favorito. Sério!
      Ele me cativou demais enquanto joguei ele, é um baita jogo e valeu cada centavo (principalmente por ele ser longo!). :P

      Mas é opinião pessoal. Achei o Mirror muito bacana também. Pena que joguei pouco, mas curti demais o que joguei dele. Não vou dizer que não discordo que esse segmento “exploração > combate > exploração > combate” cansa. Mas o LoS mesmo é basicamente isso também. Ainda assim o aguardo ansiosa, pois quero saber logo do desfecho desse arco “Lords of Shadow”.

      • Leonardo
        15/10/2012

        Concordo com o argumento de que a antiga cronologia já estava a ficar saturada, até para mim, que só descobri Castlevania a partir com os títulos do GBA. No entanto, ainda gostava de ver um último jogo sobre a Demon Castle War de 1999, nem que fosse para ver uma versão mais nova do Julius que é um dos mais badass Belmont (second only to Juste Belmont).

        Quanto a LoS, ainda que a minha opinião tenha pouco valor pois não o joguei (apenas vi o início de um walktrough no youtube), não o chegei a comprar porque não aguentei as vozes saloias do Pan mas sobretudo do Gabriel e porque o “cardápio” de inimigos, a música e o cenário me lembravam muito Lord of the Rings, uma grande epopeia, cheia de criaturas mágicas e mitológicas. Além disso, mexeram numa coisa sagrada: o divino. Sempre adorei a série porque, apesar das referências e simbologia cristãs estarem presentes, pouco ou nunca se discutiu Deus e o Diabo (que me lembre, Deus é referido pelo Genya Arikado a.k.a. Alucard ao despedir-se de Soma no final de AoS e o Diabo é mencionado nesse mesmo jogo através do “Satan’s Ring). No entanto veio Los e…lá veio Lúcifer, levando a que uma pessoas se interrogue sobre o papel do Gabriel como Draculiel, anjos, demónios mas sobretudo Deus. Eu só espero que LoS2 tenha uma boa dose de darkness e ambiente gótico, porque o LoD mais pareceu a “Dora, a Exploradora”.

        • Leonardo
          15/10/2012

          LoS*
          PS: desculpe o comentário ser longo.

          • Jejé
            15/10/2012

            Imagina, é sempre muito bom quando comentam por aqui e ainda mais quando resulta em uma conversa saudável e construtiva. :)

            Sobre o LoS, tudo que peço é, independente de qualquer coisa: jogue. Ele é um game que tem que ser jogado pra poder se falar mesmo. As músicas, a história, a jogabilidade gradativa… Tudo tem que ser sentido e a pessoa tem que ser permitir emergir na estrutura e atmosfera que a narrativa lhe proporciona. Eu me senti jogando um longo filme, e gostei demais.
            Quanto ao caso do “divino”, basta lembrar que é apenas um game e isso não deve afetar o seu caráter pessoal. E Deus e o Demônio sempre foram muito citados na história antiga, seja em Lamment, Symphony, Aria… Que eu me lembre são esses, mas existem mais jogos da franquia em que essa questão do divino, bem e mal, escuridão e luz são bem enfatizados. Enfim! :P

            É sempre muito bom ver opinião do pessoal aqui, principalmente opiniões diferentes da minha, haha! Adoro! ;)

  8. 13/10/2012

    Ui, já estava pensando que não iam falar nada da Nintendinho! *u*

    Nintendo 3DS vai brilhar soberano sobre os outros consoles, aposto, se duvidar até mais que o (mega caro) PSVita. É impressão minha ou a Nintendo só investe em jogos de peso para o console portátil? TODOS até agora me impressionaram! Desde Mario, Mario Kart, Castlevania, Pokémon, Zelda. Nintendo pode ser marketeira mas é esperta.

    Castlevania: Lords of Shadow – Mirror of Fate, ainda preferia a época dos personagens com imagens delicadas e mais góticas, mas ao mesmo tempo selvagens, de Symphonie of The Night, onde perdia horas e horas só admirando a beleza da animação, monstros, cenários e visu dos personagens, mas tudo bem. Castlevania é Castlevania e vou jogar. “surpreende com uma dificuldade digna de títulos antigos da série e pede do jogador um raciocínio rápido e estratégico, já que apenas esmagar botões não funciona de maneira alguma no game. Os cenários explorados na demo traziam puzzles e muitos lugares a serem explorados (e re-explorados futuramente, por que não?)” Amei isso, se for vou gostar, certeza.

    Agora sobre o WiiU, bem, este console não me impressionou até agora, apesar de que gostei do design que deram ao console. Acho que só terei uma opinião mais conclusiva quando eu mesmo jogar, se não dou uma opinião furada.

    Bem, é isso, tô adorando sua cobertura Jejé! ^^

    • Jejé
      14/10/2012

      Pois é Fire, a Nintendo está finalmente investindo em jogos de peso. Não que as franquias próprias dela não sejam, mas nunca é demais ter outros títulos na sua lista né. :P

      O WiiU é um pouco difícil de descrever por que você tem que jogá-lo mesmo pra formar uma opinião. Portanto, quando tiver uma oportunidade, jogueo-o sim! ;)

      E obrigada! Muito bom sabe que está curtindo a cobertura! :D

  9. Dekamaster
    13/10/2012

    Muito boa a cobertura Jejé!! Assassin’s Creed ;_; queria ter testado também <3

    • Jejé
      15/10/2012

      Vc ainda vai testar! <3

  10. 13/10/2012

    Eu to evitando o máximo possível de ler matérias sobre o evento. Ano passado foi aqui no Rio, aí veio pra SP esse ano. Tudo ok, até o Marcelo Tavares falar que vai ser agora só em SP.

    Já é tão difícil ter um evento de games aqui e agora que teve um e tava ficando melhor a cada ano, nos tiram da gente. Em SP já tem tantos eventos ;S

    • Siri
      14/10/2012

      Bussiness, né?
      Mas eu também achei sacangem com os cariocas não ser no Rio ano que vem. Afinal, foram vocês quem fizeram o evento ser o que é hoje.
      Espero que o Marcelo Tavares dê um jeito de não desgradar o pessoal daí.
      Em Sampa não tem tanto evento assim. Na verdade, de feira, só tem a GameWorld, em março. Os demais são mostras e exposições que geralmente passam por algumas capitais.

    • Jejé
      15/10/2012

      Poxa, eu entendo o seu lado, mesmo morando aqui em SP. Hoje mesmo conversei com o Marcelo Tavares e perguntei sobre essa questão, vou até colocar no post da cobertura deste ultimo dia e etc. Mas achei legal o que ele falou pra mim, basicamente é por conta da locação das empresas, onde a maioria delas é sediada aqui em SP mesmo, o que melhora muito a participação delas no evento. Mas ele falou que não vai abandonar o Rio, ele tá preparando alguma coisa pros cariocas também.

      • 15/10/2012

        É, como falei, até entendo msm. Só fiquei triste pq o evento tava tomando proporções enormes e tava melhorando a cada ano. Pra ver, conseguiram trazer muito mais demos de jogos que vão lançar só ano que vem.

        Mas tudo ok. Nem todo mundo que mora nos EUA vai na E3 KKKKKKKKK

        Mas de uma coisa vcs de SP podem respirar aliviados: ñ tiveram a infestação de alunos da SEVEN no evento. Quem foi nos anos anteriores sabe como fica infestado de alunos de lá.

  11. Siri
    14/10/2012

    Acho que vi a Vivi tirando foto do estande da Activision no sábado, mas quando me virei, *puft*, ela desapareceu.
    Acho que nunca vou conhecer pessoalmente as GoW. :(
    Se era ela mesmo a desproporção de estatura entre nós é algo como visto em Shadow of the Colossus, rs

    • Jejé
      15/10/2012

      Dona Vivi tava trabalhando lá, ralando e talz. :P
      Mas eu estava lá também. /o/

      • Siri
        15/10/2012

        Pô, Jejé, não te vi por lá, muié. :(
        Acho que as GoW fogem de mim, rs.
        E olha que eu nem tava fedido (era sábado, dia de tomar banho).

        • Jejé
          15/10/2012

          Você foi apenas no sábado? Sábado foi o único dia que eu não fui! :(
          Mas os outros dias eu estava lá, de um lado pro outro! /o/

          • Siri
            19/10/2012

            Sim, só fui no sábado.
            Tô falando, as GoW fogem de mim, rs.

  12. 14/10/2012

    Pois é. E a cada ano o evento tava sendo maior. Claro que ele foi ambicioso, ñ é mal nisso, afinal, se é pra melhorar que faça bem isso. Só axei triste pq ele falou que ia se tornar igual a Bienal do livro, ano lá em SP e ano cá em SP.

    Gameworld já é um PUTA evento e sempre que tem campeonato de algum jogo ou evento de lançamento de um jogo, é em SP. Bom, o jeito é rezar que como o evento ta crescendo, que ele consiga fazer um em cada cidade.

  13. 14/10/2012

    Eu sempre caço e axo a Vivi, desde o Rio Game Show. Simpática que só e um pingo de gente ;)

  14. Fabão
    15/10/2012

    show de bola Jejé, curti demais suas analises das demos, principalmente a do DMC, a galera fez muita mimimi pro visual do Dante mas esqueceu q o jogo não é só isso, fikdik pro povo ae q é sempre bom esperar o jogo ser lançado antes pra ae sim bater o martelo uhauhuaha

  15. Fabão
    15/10/2012

    ah esqueci de perguntar: o NFSMW vai ter a mesma história do jogo original, já q parece q eles cagaram na jogabilidade… aliás NFSMW original é perfeito, se quisessem fazer alguma coisa pra melhorar ele seria somente melhorar os gráficos msm

    • Jejé
      15/10/2012

      Haha, obrigada! E DmC está imperdível mesmo, Jesus!

      Sobre o NFSMW, a história não estava em visão na demo. Todos que jogaram só conseguiram contemplar corridas mesmo. Então sobre este aspecto, ainda não se sabe muito infelizmente. Mas os gráficos estão melhores. Também acho a história do MW muito boa, e ele é meu NFS favorito até hoje! Mas enfim… Vamos aguardar né. >_>

      • Jejé
        19/10/2012

        SUA LEEEEENDA <3

    • Marcelo Sarmento
      15/10/2012

      Concordo contigo, Fabão. Pra mim foi o melhor NFS. Gostei porque, além da ótima jogabilidade, era muito prático. A parte burocrática era feita através de menus e na hora de correr já ia direto pra corrida. A história eu achava meio fraquinha. Não que fosse ruim, mas era bem simplória. Em todo caso, eu curto Burnout. Agora, se essa mistura vai ficar boa, só jogando mesmo pra saber.

Crie uma conta no gravatar.com para colocar sua foto nos comentários.

Sempre que comentar em algum blog com o email cadastrado, aparecerá sua imagem.