CGE – Minha tragédia The Sims

Tags: Crônicas de uma Gamer Enlouquecida, RollerCoaster, Simcity, The Sims, Tycoon

Tenho um problema sério (só um?) com jogos de montar e administrar lugares e pessoas, como: Simcity, RollerCoaster… Tycoons em geral e The Sims. Nesse último então… Sou um verdadeiro desastre da humanidade! A minha diversão nos joguinhos de administrar cidades e parquinhos era montar tudo e depois começar a dar uma de deusa renegada e sair destruindo tudo com furações, maremotos, tempestades, ataques de mulas psychos e por aí vai. Já em The Sims juro que, a princípio, a minha intenção foi levar uma vidinha pacata e usual, até porque no jogo não dá para ser muito diferente disso.

Meu primeiro contato com The Sims foi há quase dois anos. Acho que era a versão Deluxe do game. Lembro que fui passar um fim de semana na casa da minha tia para tomar conta da cadelinha poodle (muuuito simpática e silenciosa…) que ela tem, enquanto a querida familiar viajava, quando me deparei com um grave problema: o que fazer para me divertir? Como o porteiro do prédio é fofoqueiro, descartei a hipótese de dar uma festinha (Miserável! Dedo-duro!). Então resolvi me aventurar no computador da minha priminha patty adolescente *Oh céus!*. Depois de esperar, quase 15 minutos, a pobre máquina jurássica carregar de tanto ícone de jogos da Barbie que tinha no desktop, vi um pequeno ícone – destacado em meio a um pandemônio de florzinhas e carinhas de bonecas na área de trabalho – que me chamou a atenção:

“Hummm…” – resmungou eu. “Então esse é o famoso The Sims que estão falando por aí né? Vamos ver se é bom mesmo”, disse eu em tom desafiador. E entrei (uuiii…) no bendito. A princípio achei meio estranho todas aquelas pessoas felizes e amigáveis e suspeitei que elas estivessem bolando algum plano maligno para me matar numa emboscada, mas depois descobri que era assim mesmo.

Eu tinha a opção de “usar” uma família já pronta para jogar (o que seria recomendável para um principiante no jogo), mas como eu sou “du mau” achei que ia tirar de letra o joguinho e resolvi começar do zero…. E ao zero voltei! Vou explicar…

Estava eu lá, toda serelepe, feliz da vida levantando o meu barraco. Comecei a botar piso, mais piso e mais piso… Quando de repente percebi que meu dinheiro acabou só construindo o chão! “Como assiiiiiim???” – gritei indignada. A minha piscina ficou "igualzinha"! rsrs...Ok… Tira um pouco do chão… Ah, mas o vizinho tem uma piscina! Por que eu não posso ter uma piscina também? Me descobri uma designer de piscina! Inclusive ela ficou maior que a minha casa que – com o orçamento reduzido pelo Mar Mediterrâneo que eu construí – ficou restrita a uma cozinha, um banheiro, e um quarto-sala (eu acho que era isso!).

Não satisfeita em fazer inveja ao vizinho da esquerda, percebi que a vizinha da direita era casada, tinha um emprego e filhos. E eu era fu….a, sem grana e encalhada (Mas tinha a piscina mais linda do bairro!!!). Arrumei um emprego, não me lembro do que, mas também não importa porque perdi o bonde da manhã e fiquei desempregada no primeiro dia. Não sei como fui arrumar um marido, mas como a minha profeta vovó – agora devidamente vestida – sempre diz: “Há sempre um chinelo velho para um pé descalço”. Então me casei e procriei. Dois pentelhinhos que viviam com fome! Lamento por eles!

Meu marido era um vagabundo, dormia o dia inteiro (Acho que era fome também!). Tentei botar o garoto para venderMeu marido (que o "cão" o tenha!) bala no sinal, mas o jogo não permitiu. Botei a menina para nadar na piscina para ver se enganava a fome. Sem emprego, com filhos esfomeados e mal-educados (não lembro se tinha escola), tive que encontrar uma forma rápida de fazer dinheiro. Aí me veio a brilhante idéia: comecei a vender partes da casa!

Comecei pelas partes mais inúteis (Não, não foi meu marido!). A primeira coisa que me veio à cabeça foi a escada da piscina, pensei: “Ah, para que escada? Quando quiser sair da água é só apoiar no azulejo e sair”. Pois é… Como sou uma ótima mãe, esqueci de ensinar isso para a tapada da minha filha, que ficou nadando em círculos até morrer afogada (morreu para deixar de ser burra!). Traumatizada pela morte de minha querida rebenta, resolvi vender os pedaços da piscina, para alegria do meu vizinho da esquerda. Até que o dinheiro sustentou a família por uns dias, mas logo precisei vender mais coisas…

O bom de vender a casa homeopaticamente é que você "Era uma casa muito engraçada... Não tinha porta, não tinha nada..."não tem o trabalho de limpar nada. Até porque não tem nada para limpar! Ahahaha… Enfim, fui vendendo tudo: mobília, eletrodomésticos (só não tinha mais porque não consegui roubar – o jogo também não permitia…), até as janelas foram para o abate! Eu acho que sobrou o vaso sanitário, uma cama e uma única porta, que era usada para entrar e sair dos cômodos. Se a porta estivesse no banheiro e eu quisesse sair da casa, tirava ela do banheiro e colocava na saída, por exemplo.

O problema é que nessa de vender tudo eu acho que vendi ou perdi mesmo o meu único filho vivo (ainda). Desesperada, arranquei a porta do banheiro – onde meu marido inútil defecava não sei o que, coloquei na saída e segui em busca do meu filho pela vizinhança. Estranhamente, as pessoas não eram mais simpáticas comigo. Depois de um dia inteiro peregrinando pelas ruas, não encontrei o moleque. Então pensei tristemente: “que morra!” e voltei para casa (ou o que restou dela). Quando cheguei lá, vi que meu marido havia morrido, todo cagado, no banheiro: “iiih… Esqueci de botar de volta a porta no banheiro!!!”.

Deprimida, sem dinheiro, sem família (e sem piscina), vaguei pela cidade até, subitamente, cair no chão… “Ué… Qual foi agora?” – disse já p… da vida. Havia morrido de fome…

Vivi Werneck
Share on Tumblr
Feed do Post
65 Comentários em "CGE – Minha tragédia The Sims"
  1. 05/01/2009

    UHAUHAUHUAHUAHUHAUHAUHAUHUAUAHUAHUHAUUHAUHAUHUAHUAHUHAUHAUHAUHUAUAHUAHUHAUUHAUHAUHUAHUAHUHAUHAUHAUHUAUAHUAHUHAUUHAUHAUHUAHUAHUHAUHAUHAUHUAUAHUAHUHAUUHAUHAUHUAHUAHUHAUHAUHAUHUAUAHUAHUHAUUHAUHAUHUAHUAHUHAUHAUHAUHUAUAHUAHUHAUUHAUHAUHUAHUAHUHAUHAUHAUHUAUAHUAHUHAUUHAUHAUHUAHUAHUHAUHAUHAUHUAUAHUAHUHAUUHAUHAUHUAHUAHUHAUHAUHAUHUAUAHUAHUHAUUHAUHAUHUAHUAHUHAUHAUHAUHUAUAHUAHUHAUUHAUHAUHUAHUAHUHAUHAUHAUHUAUAHUAHUHAUUHAUHAUHUAHUAHUHAUHAUHAUHUAUAHUAHUHAUUHAUHAUHUAHUAHUHAUHAUHAUHUAUAHUAHUHAUUHAUHAUHUAHUAHUHAUHAUHAUHUAUAHUAHUHAUUHAUHAUHUAHUAHUHAUHAUHAUHUAUAHUAHU

    Já pensou em fazer terapia vivi?
    auhuahuahuahuhauhauhau
    Ótima história!
    Que venham mais viagens da sua tia para podermos curtir suas histórias!
    uhauhauhuauah

  2. 05/01/2009

    hahahha sensacional!!! Eu morro de rir só de lembrar vc contando essa história…
    Realmente foi uma experiência muito traumática p/ vc… mas eu gosto do The Sims.
    Acho que como vc é meio psicótica, não consegue direcionar a sua mente p/ gerenciamentos de novos emprendimentos, cidades, e até mesmo personagens virtuais…. hahahaha
    Mas tá valendo!! Valeu Vaquinha do meu coração!!!

  3. 05/01/2009

    Você é a melhor Werneck!!!

  4. 05/01/2009

    Poate eu ja ne dei bem em The sims(o 2 pelo menos) eu conseguia o emprego de militar ou medicoe sempre cumpria os horarios do trabalho ai fui ganhado promoçoes ate chegara general ou na policia como comisari.
    Casamento nao tinha nenhum problema quando vc cria a familia é so colocar em relaçao casados pronto.
    Mas cara daqui a pouco lança The Sims 3 logo em fevereiro

  5. Vivi Werneck
    05/01/2009

    @Didier

    Ah, mas eu queria ser rebelde no jogo mesmo! rss…

  6. Khronny
    05/01/2009

    HEUEAHAUEHAEUAHEUAEHEUHEUHEUEAHUEH
    Cara, The Sims é MMMMMMMMMUUUUUUUUUUUIIIIIIIIIIIIIITTTTTTTTTTTTOOOOOOOOO chato. Nunca consegui jogar esses jogos. Nunca entendi sim city (como se construia casas naquilo? eu lembra que se pintava o chão com uma cor e nascia casas ou sei lá o que). Rollercoster Tycoon também era muito chato. Mais The Sims foi o pior. Acho que talvez eu seja um pouco megalomaníco e muito impaciente e queira logo ser o fodão nesses jogos, mais nem com cheat essa coisa tinha graça ¬¬
    Jogos são legais por fugir do lugar comum, ser alguém que você não seria normalmente, controlar um personagem de algo parecido com um filme, onde você se identifica com ele, mais “construir uma vida” é babaca demais pro meu gosto. Se eu soubesse como fazer isso eu faria um upgrade na minha vida de verdade, não no PC!!!!

  7. 05/01/2009

    Esse eo chato de de Sims os tipinhos tipo vc nunca vai achar mais especifico eles generalizam tudo.

  8. Marinho
    05/01/2009

    Não curto esses jogos, mas jogue algum da série Harvest Moon, é muito bom!!

  9. Master Kim
    05/01/2009

    A graça desses jogos é construir tudo direitinho e depois avacalhar tudo, com maremotos e furacoes! mas nem sei se o the sims tem isso.

  10. Vivi Werneck
    05/01/2009

    @Master Kim

    Na versão que eu joguei não dava… Juro que tentei… Hehehe…

  11. 05/01/2009

    heuaehuhaeuaehueahaeuaehuaeheauaeuaehuehaeuheuauaehaeuaheuaeha

    Eu também sou um desastre neste tipo de jogo, mas eu prefiro os de cidade (SimCity).
    Isso levanta a pergunta: “Como a Vivi será quando for casada?”
    Porque convenhamos, ela casando podemos esperar as manchetes:

    “Menina morre afogada porque mãe irresponsável retirou a escada enquanto ela brincava”

    “Homem é encontrado morto sufocado pelo odor das próprias fezes em banheiro sem porta”

    “Menino foge de casa e denuncia mãe: Fui vendido como escravo sexual. Diz o pequeno Didier, de 13 anos”

    E por aí vai…

  12. Emarx
    05/01/2009

    Huhuahauhauahuahauha, que comedia!
    Uma porta só na casa inteira é complicado, huahauhauhauha.

    Crônicas de uma gamer enlouquecida é a melhor! Esperando a próxima enquanto enxungo as lágrimas de tanto rir…

  13. Vivi Werneck
    05/01/2009

    @Thyago

    AHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAAHAHAHAHAHAHAHAHAHAA…

    Ainda bem que, no meu caso, a realidade vai ser diferente da ficção! (assim espero eu!!! huahauhauahau)

    *Mais eu ainda vou querer ter uma piscina! rss.*

  14. 05/01/2009

    Cara em The Sims 2 nao para fazer nenhum desastre natural.

  15. 05/01/2009

    Bom, ou a Vivi casa com alguém muito rico, que possa pagar um exército de empregadas para administrar toda a casa, ou encontra um marido que faça todas as tarefas de casa, enquanto ela apenas arca com o dinheiro. Ou seja, vai ser o marido que vai pedir o cartão de crédito dela, que vai reclamar que ela está toda esparramada no sofá enquanto ela está vendo “o jogo do Mengão”, que ela não liga mais para o que ele pensa, que ela não “discute a relação”, essas coisas chatas de um relacionamento…XD

    *apanha de machado* (by Thyago)

    Apesar de reconhecer o poder que esses “simuladores” possuem em despertar o interesse de muitas pessoas não-afeitas aos games, não vejo a menor graça neles. Nem mesmo o “ultra-mega-tera-hyper-jumbo-jupiter-master-combo-hypeado” Spore.

  16. Vivi Werneck
    05/01/2009

    Didier meu filho, o Thyago disse que eu vendi vc! Não foi minha intenção! Eu juro! Mas é que eu tinha que pagar a prestação das Casas Bahia…

    huahauahuahauhaauhauhauhauaha….

  17. Vivi Werneck
    05/01/2009

    @Adney Luís

    Eu odeeeeeeeeeeeeeio futebol! Prefiro ficar esparramada no sofá vendo desenho! Hehehe…

  18. 05/01/2009

    @ Vivi

    Ok, então troca o futebol pelo desenho, eheheh…

  19. 05/01/2009

    @ Vivi

    To impressionada como as pessoas já te conhecem tão bem em tão pouco tempo… hahahahhahaa

  20. 05/01/2009

    Sera que alguma garota daqui gosta de futebol.
    Sou Nautico!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!(uns dos ultimos jogos foi contra o Gremio onde ganhamos de 5×2)

  21. 05/01/2009

    Você é Náutico, Didier? Meus pêsames!!!!

    Pera aí! O que estou dizendo? Eu sou vascaíno!!! Nããããããããããooooooo… (caindo de um abismo). XD

    MAs esse ano nós nos recuperamos! Rumo a primeira divisão (espero…)!

  22. 05/01/2009

    Sou são paulo
    *CAHAM*

  23. Vivi Werneck
    05/01/2009

    Aiêê… Chega de futebol, por favor!!! rsrsrs…

  24. Emarx
    05/01/2009

    Ae Didier, vc naum estava procurando uma garota que gosta de futebol? O Thyago é São-paulino….

    (Num vai ficar bravo em Thyago, td brincadeira,rs)

  25. 05/01/2009

    Agora ru morrir de rir meu irmao.
    Adney so nao falo o placar pelo qual o Nautico ganhou do Vasco pq vc vai acabar tendo um infarto.

  26. Nicola
    05/01/2009

    Nossa, to rindo até agora, deu vontade d jogar o maldito jogo só pra tentar fazer algo parecido.

  27. 05/01/2009

    Ha ha ha, demais!
    Você devia considerar a hipótese de escrever um livro só com essas histórias. Algo como uma compilação do “Crônicas de uma gamer”.

    Ei, também passei pela experiência da piscina. Construí um laguinho e minha inteligência e pão durice me fizeram esquecer de colocar a escada. Acabei perdendo a mulher e ganhei uma lápide eterna ao lado do lago da morte. Como era a primeira versão do jogo não consegui arranjar outro casamento e o camarada ficou na mão… Literalmente.

    Como eu ia adivinhar que eles eram tão alegres, serelepes e pimpões mas tão burros a ponto de morrerem tão miseravelmente? Acho que uns 60% dos jogadores também passaram por isso.

    O mais legal foi que tentei começar denovo, com outra família. Dessa vez o fogo se encarregou do trabalho. Alguns minutos de jogo e o bebê estava em chamas. He he he, até hoje me lembro da filha mais velha gritando desesperada enquanto o irmãozinho dela virava um pedacinho de carvão.

    Por isso que toda vez que escuto falar em The Sims começo a rir. Minha experiência foi trágica, mas acima de tudo engraçada.

  28. 05/01/2009

    @Master Kim
    Concordo, o legal mesmo é jogar ate cansar, depois destruir tudo

    @Marinho
    Concordo, adorei aquele jogo, e o melhor, é que ele tem um objetivo, diferentemente do the sims que não tem fim

    Demorei muito para comprar meu The Sims, quando consegui, o The Sims 2 ja estava sendo anunciado, mas me diverti pra caramba, até que chegou o momento em que ele me cansou … hoje em dia, eu reinstalo de vez em nunca pra acabar com o tédio

    hmmmm…. bateu uma vontade de civilization II :D

  29. Vivi Werneck
    06/01/2009

    @Leonardo Marinho

    E depois o Márcio Filho escreve q EU preciso de terapia!
    hauhauahahauhauaha….

  30. 06/01/2009

    @Vivi Werneck

    Ah, nem vem… Foi apenas um acidente… Duas vezes.
    Vai me dizer que ninguém aqui nunca tacou fogo em um bebê? Tá bom, acredito sim. ¬¬ Ainda mais nós gamers que somos todos loucos.
    He he he he he he…
    Terapia em grupo de ex-jogadores de The Sims.

  31. Master Kim
    06/01/2009

    Se The Sims tivesse jeito de colocar umas catástrofes, eu até jogaria esse jogo, só para ficar infernizando a vida dos sims hehehe.
    Ia mandar um Godzilla genérico toda hora, como eu fazia no Sim City!!

  32. ra.h
    06/01/2009

    Ah, eu tinha a curiosa mania de encarcerar propositalmente os vizinhos, para que morressem de fome, só pela diversão – que durava uns dois minutos – de construir minha própria mansão assombrada.

    Era algo mais ou menos assim: convidava todos os vizinhos do jogo pra uma festinha em casa; quando os pobres coitados chegavam, entrava em modo “construção” e erguia uma parede de tijolos ao redor de cada um deles. Em pouco tempo, eles faleciam – obviamente – e eu ganhava uma coleção de fantasmas correndo pela casa! Sensacional, não acham?

    Fora isso, eu não via muita graça em The Sims…

  33. PH!
    06/01/2009

    @Vivi

    “Comecei pelas partes mais inúteis (Não, não foi meu marido!).”

    Vou te denunciar pra Lei João da Penha!

    @Thyago

    São Paulino? Huuuuuummmmmmm coleeeeeega…..

  34. 06/01/2009

    Mas essa ralé aí, tsc tsc…

  35. Hodes
    06/01/2009

    ahuahuhauhuahua
    muito boa essa

    nunca cheguei a fazer tanto no The Sims… enjoava em 1 hora aehuaehuahu

  36. PH!
    06/01/2009

    @ra.h

    Puts, que macabro! Não sei de onde vcs conseguem essas visões sombrias num jogo q era pra ser “kawai”… a Vivi tá levando todos pro lado negro da força!

    Meu javali de estimação pisou no teclado e deu ENTER, desculpem o post anterior! :P

  37. Vivi Werneck
    06/01/2009

    @PH!

    Eeeeeuu??? Imagina!!! Já leu o relato dos outros que tb tiveram experiências traumáticas com The Sims??? não sou a única sequelada! ahuahuaha….

  38. Master Kim
    06/01/2009

    Podia ter um The Sims zumbi, ai tinha que ficar fugindo dos bichos, construir areas para refugiados, saquear as cidades atras de suprimentos, tipo aquele filme Terra dos Mortos, ai sim eu jogaria The Sims!!!

  39. 06/01/2009

    hahahaha….
    Muito boa…. Muito boa mesmo…
    Espero que as Crônicas de uma Gamer enlouquecida não tenham fim! Cada dia dou mais risadas…

    Mas a Vivi dessa vez está parecendo uma trombadinha…
    Querendo colocar a filha no sinal para vender bala, roubar as coisas, e vender tudo dentro de casa é coisa de trombadinha!!!
    ahuahauhauhauhauha
    Muito engraçado…

    Vivi tá proibida de chegar perto de The Sims 3 ou qualquer jogo do gênero… E olha que ele vai ser muito legal… (Mas minha diversão é só em montar a casa, depois eu abandono… O bom é que tem um montão de terrenos para a minha construtora ir para a frente).

    Apesar de que pensando bem, a Sra é meio atrapalhada com tudo né? Fases com agua, horror survival, simulação…
    Tomara que seja assim com todos, que assim damos mais risadas ainda…

    humm… The Sims foi um dos primeiros jogos para PC que eu realmente gastei tempo… Com exceção de uns casuais (tá certo, eu sei que eu não deveria ter contado isso), que são droga pura.

    @Thyago
    Muito boas as manchetes!!! Seria um desastre mesmo!

    @Darthjee
    EEEEE….. Civilizationnn!!!!!

    @ ra.h
    Muito boa a idéia dos fantasmas… Vou copiar!

    @ Master Kim
    Adoro qualquer coisa com zumbis… E um The Sims assim ia ser demais!!!

  40. 06/01/2009

    desculpem pelo comentário gigantesco… me empolguei… hehe

  41. 06/01/2009

    Tenho boas lembranças de The Sims. Principalmente do segundo jogo..
    Certa vez resolvemos – eu e mais uns amigos com quem dividia apartamento na época – construir uma réplica de nós mesmos, mas numa casa melhor do que o apê. Criadas as crianças, construida a casa, equipada… e sim, usamos uns cheats como motherload e tal, pra facilitar.. mas era uma experiência! Tudo em nome da ciência.

    Ficamos impressionados qdo nos primeiros minutos depois que soltamos os carinhas na porta da casa, um deles, que vou chamar de Zazu para evitar constrangimentos, entrou e foi preparar uns drinkes. Por conta própria, ele agiu exatamente como sua contraparte real. Os tres passavam horas no fliperama, videogame ou no PC. Exatamente como no mundo real!

    E por fim, os três deram encima da faxineira – aliás, de que mente pervertida saem aquelas faxineiras?!

    The Sims é sensacional, porque um jogo nuuunca é igual ao outro. ^^

  42. 06/01/2009

    Ah! É verdade! Eu tb usava um cheat pra ganhar dinheiro…
    Nem lembro mais qual é…
    Só sei que a minha grana tava sempre no máximo…

  43. Didier
    06/01/2009

    É MOTHERLORD

  44. 06/01/2009

    @Didier: Motherlord… kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  45. 06/01/2009

    Bem, não é nem um, nem outro! É Motherlode!

  46. 06/01/2009

    esse negócio de lord é lá do whorecraft

  47. Didier
    06/01/2009

    mal faz mais de um ano que eu nao jogo The Sims 2 mas ja em fevereiro lança o 3.

  48. 06/01/2009

    Aé, até pq de Whorecraft a Bruna entende bem! hehehe…

    *Chicotada da Bruninha! Uuuiii…*

  49. 06/01/2009

    wwwwwwwwwwowwwwwwwwwwwww vivi… essa foi fraca!

  50. 06/01/2009

    Escrevi errado pq só usei daquela vez e faz muito tempo meeesmo.

  51. Vivi Werneck
    06/01/2009

    @Bruna

    Aaaah…. Então só bate com o chicotinho! uahuahauahuaha….

  52. Celso De Angola
    02/04/2009

    eta lelé que história mais barbara….
    Amei acho que deverias fazer carreiras em histórias Boas até cagar de rir…. hahahahha. amei seus desastres ([email protected]) add. beijos extou xonado por ti

  53. 02/05/2009

    como que eu baixo me ensina por favor!!

  54. 23/05/2009

    Quem quiser jogar um jogoo de terror jogue: HOtel 626!
    o pior jogo de terror da Internet no mundu!

  55. 23/05/2009

    jOGUE ESSE JOGO HOTEL 626 O PIORRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRR HAHHAHAHAHA

  56. 05/07/2009

    RILITROOOOSSSSSSSSSSSS

  57. Stéphany Mesquita
    22/07/2009

    eoweoiewoeiwoieo
    eu ri muito com tua historia^^
    eu tbm já perdi uma família ( pq criei muita gente, e não dei conta do recado =b )PS: no The sims 2
    eles morreram e eu resolvi montar familias menores^^
    agora tenho uma familia de tres perfeita! o filho tem todas as habilidades cheias^^
    todos a caminho da inteligencia
    espero que se da proxima vez vc se dê bem com o povo da cidade e não mate sua familia^^ iweowieoweiwoe
    bejin ;*

  58. 28/10/2009

    gostoo de jogos que montam as coisas desses tipo cidade vilarejoo e mais aalguem me sugeria algum jogo ?

  59. Michael Goldas
    12/03/2010

    Meeeeeeeeeu… ri muitoo com sua história!
    Baixei o The Sims 2 ontem (Pela 9ª vez);
    Resolvi pesquisar umas coisas e achei seu blog…
    meuu, muitoo legal a sua história… kkkkkkkkkkkkk…
    Tô rindo horrores aqui :p

  60. 26/05/2010

    como baixa the sins

  61. nina
    02/06/2011

    muito massa tua historia gostaria muito de jogar mas eu axo que terminaria como tu mortinhaaa de fomee…kkkk
    parabéns

  62. Kelvin
    19/06/2011

    nosssaaaaa….. não sei o que é mais triste nessa história, o fim trágico ou o decorrer decadente… Eu nunca ouvi uma história tão bizarra que nen essa ( nen no programa do gugu, domingo legal, caldeirão do huck)Mas me rendeu boas risadas, que mente maléfica hein!

  63. Bavaro
    23/06/2011

    FUUUUU…
    vidinha de jogo e fo.. msm. Sinceramente.. lamento por vc, mas que é interessante é.

  64. Tiago
    03/02/2012

    kkkkkkkkkkkkkkk
    Que desastre! caraca! ñ sobrou ninguem no jogo pra conta a história.

Crie uma conta no gravatar.com para colocar sua foto nos comentários.

Sempre que comentar em algum blog com o email cadastrado, aparecerá sua imagem.