CGE: Psycho no volante, carnificina constante

Tags: carmageddon, Carmageddon 2 Carpocalipse Now, Carmageddon TDR 2000, crazy taxi, Crônicas de uma Gamer Enlouquecida, destruction derby


A minha família vive me dizendo que eu preciso tomar vergonha na cara e tirar logo minha carteira de motorista. Pois é, até sei dirigir, mas tenho a impressão que não tenho estabilidade psicológica suficiente para aguentar, por exemplo, um engarrafamento de horas no Centro do Rio de Janeiro sem querer explodir tudo a minha volta com o meu sempre querido amigo, senhor lança-chamas.

Mas eu nem sempre fui assim… Essa minha compulsão maníaca exterminadora por explodir carrinhos e pedestres felizes (os infelizes se empolgam e me ajudam! hehehe) é culpa Carmageddonde um game em específico (sim moralistas hipócritas de plantão, dessa vez vocês “venceram”!). O nome do amado réu é Carmageddon! Yeeaaaahhh!!!

Simplesmente o jogo de corrida mais insano, sociopata, psycho, maníaco, sanguinolento e transgressor de todas as leis cósmicas dos bons costumes cristãos, judeus, muçulmanos, hindus e afluentes do mundo! Contarei como foi minha primeira experiência com o game…

No entanto, antes de começar a enxurrada de abobrinhas e besteirol gamer, já típico dessa crônica, gostaria de deixar claro (a possíveis puritanos) que, infelizmente, ainda não tive a oportunidade de colocar em prática nada de sanguinolento que existe nesse game, até porque se o nosso adorado Deus Kratos um dia me permitir, terei o maior prazer do mundo em fazer você, falso moralista do cão, virar um apetitoso patê de asfalto! (Desculpem a agressividade, acordei de mau humor – meu Nescau acabou!).

Então vamos lá…

Lembro-me de minha adolescência gamer, há alguns milênios, em que ganhei meu primeiro computador decente, ou seja, que rodava algo mais complexo que Campo Minado. Comecei a instalar alguns joguinhos mais tranquilos como Duke Nuken e Quake, mas como nunca gostei muito de jogo linear… Me sentia mal sabe? Sei lá, meio reprimida pelas paredes gráficas opressoras feitas por programadores e designers diabólicos e sem coração…

Eis, então, que surge a luz (das trevas é claro!) em minha vida… O prelúdio do meu ego psycho estava por Cuidado Bruninhaaaa!!!!eclodir… (Nossa estou tão poética, acho que foi a Neosaldina!).

Estava fazendo um trabalho do colégio, com cinco amigos, na casa de um deles, quando reparei que ele tinha várias caixas de games bem legais na estante da sala. Uma delas chamou a minha atenção em particular:

“Nossa, nunca tinha visto esse jogo de corrida! É novo? Como ele é?” – perguntou a aborrecente Vivi, desinteressando-se completamente pelo trabalho que precisava fazer (estava quase perdendo o ano em Física!).

“Pô, tipo assim… O nome é Carmageddon. É um jogo iraaado de corrida em que você ganha pontos por carros adversários que você destroi e por número de pessoas que você atropela!” – disse o herculoide aborrecente.

“Você me empresta???” – perguntou Vivi.

“Aaahh… É que eu ainda não terminei de jog….”

“Eu termino e te digo como é!”, disse Vivi, sedenta por sangue, e sacando o jogo da mão do pobre aborrecente.

Yeeeaaaahhh!!!Então levei a caixinha para casa, instalei e comecei a jogar Carmageddon 2 – Carpocalipse Now! Nooossa!!!! Foi amor a primeira jogada!!! Nunca tinha atropelado ninguém antes! Bom… Já passei por cima da perna de um amiguinho, na minha infância, com carrinho de rolemã, mas ele não morreu então não conta…

Fiquei viciada no jogo! Depois de zerar centenas de vezes (algumas fases eram cabeludas! – ui), me divertia em fazer combos. Exemplo: competia comigo mesmo (a louca) para ver quantas pessoas eu conseguia atropelar fazendo cavalinho de pau! Caraaaca era muito show! Quem já jogou Carmageddon e nunca conseguiu fazer um “Extra Style Bonus!” merece ter diarreia mental traduzindo o idioma dos The Sims!!!

O legal do jogo é que, diferente dos outros games de corrida que eu já tinha jogado, nesse você não ficava limitado (pelos designers e programadores opressores) a ficar só na pista, você podia passear pela cidade inteira da fase!!! Aí você podia invadir shoppings e atropelar velhinhas tomando sorvete, correr debaixo d’água, atropelar ovelhas e vaquinhas… É claro, todos sempre gritando de pavor! Ahahaha… Tem uma fase bizarra, em um aeroporto, em que um maldito avião dá um rasante e se você estiver na rota dele… Churrasco???Boooomm!!! Mas como sou psycho sempre ia em direção contrária a dele……. E sempre explodia……. Droga, um dia ainda explodo o avião maldito!!!

Depois veio o Carmageddon TDR 2000 e meu vício por corridas carniceiras foi renovado. Graças a essa digníssima série (Blessed Be!) me interessei muito por carros, mas do que o normal para meninas daquela época longínqua. Nessa linha comecei a jogar também Destruction Derby, Crazy Taxi e vários outros. Tudo com a mesma temática: correr, bater, destruir (e matar se o jogo permitir!).

Então, retomando a discussão inicial que gerou toda essa narração insana e pseudo-radical: minha família só pode ter comido cocô frito acebolado para querer que eu tire carteira de motorista!!!

Foi por isso (e outros fatores maníacos) que disse, logo no início do texto, que não tenho condições psicológicas para aguentar ficar presa num engarrafamento com todo mundo buzinando na minha cabeça!

Já até imagino a cena:

Presa num engarrafamento ordinário, numa sexta-feira à tarde, com todo mundo buzinando tão baixo que até Deus fecha a janela da casa dele, a feliz Vivi abre a porta do seu Psychomovel carregando apenas a sua bolsinha de mão.

Enquanto todos continuam a buzinar e mandar ela tomar naquele lugar fedido por ter parado o carro no Sempre carrego na minha bolsa! Pesa um pouco, mas tudo bem...meio da avenida sem motivo aparente, ela calmamente abre (ui) o seu acessório de mão e saca uma compacta e discreta minigun! Então, ela sobe no teto do carro e dispara uma chuva de balas para todos os lados, acompanhada de uma risada histérica de puro furor psicótico de alegria por mandar aqueles filhos da p*** irem buzinar na cabeça do capeta lá no inferno!!!!!!

Depois ela volta para o carro, ativa o super-turbo-overpower e sai demolindo todos os carros pela frente e, como bônus da fase, dilacera o guarda de trânsito com o pára-choque, que insistia em fazê-la parar apitando de forma ensurdecedora! O cara vai cuspir bolinha de apito até a quinta geração!!!

Epílogo:

Pois bem… É por esse e outros motivos, que não cabem serem listados aqui, pois tenho medo dessa crônica ser rastreada pelo FBI, que tenho um pouco de receio em tirar minha carteira de motorista. Mas… Como realmente sei que é importante eu estar habilitada para matar, digo, dirigir, dentro de pouco tempo começarei a ter aulas de direção. Aviso aos que moram no Rio de Janeiro: que Deus os abençoe! Para quem mora em outros estados do Brasil: me aguardem – já chego aí! Hehehe…

PS: Engraçado… Enquanto escrevia a crônica percebi que a caixa do Carmageddon do meu colega ainda está na minha estante de games… Tenho a impressão de que esqueci de devolver…

Vivi Werneck
Share on Tumblr
Feed do Post
25 Comentários em "CGE: Psycho no volante, carnificina constante"
  1. 21/04/2009

    Quando for devolver faça um favor e vá a pé.

    Ou em cima de um dinossauro com lazers. for the awesome.

    Ps: morri no msn, nowloading chat e skype, favor colocar um epitáfio no meu túmulo: “Game Over”, e um cogumelo verde circulando eternamente em torno dele. kthxbye.

  2. 21/04/2009

    Eu joguei um pouco de Carmageddon! Eu, muito incompetente, só atropelei os cães!!huahuahuauhauhauhahuuha

  3. 21/04/2009

    Se o objetivo desse jogo fosse ficar na pista e não atropelar ninguem, eu teria feito tudo direitinho…(não tenho coordenação pra fazer a coisa certa)

  4. Master Kim
    21/04/2009

    Humm…

    Acho que esse post saiu do ar mais cedo, devido à violência contida nele!!

    hehehe

    Eu nunca joguei carmageddon, nessa época só jogava doom 2 e duke nuken mesmo (no pc).

  5. idi
    21/04/2009

    ué!! você só jogou o Carpocalipse Now e o TDR 2000??

    não jogou o primeiro?? o que tinha o Zed (“a minha mãe me chamava de miolo mole!!”) no cockpit imitando os berros dos inocentes transeuntes antes de transformá-los em catchup??

  6. 21/04/2009

    Ao terminar de ler isso, fui googlar e por acaso encontrei isso:

    http://tinyurl.com/cglw2g

    Para você, visitante-do-gow-incompetente, que, como a Clarice e o Ozaki, não consegue atropelar as pessoas no carmageddon, eis a sua chance, porque nesse é muito fácil — nunca joguei o outro, não sei se é difícil mesmo.

    É claro que é só um joguinho sem graça em flash, mas…é melhor do que correr o risco de um dia terminar a vida sem ter sentido o prazer de atropelar alguém — parece um comentário de um assassino louco, espero que o medo da Vivi de que o FBI encontre o post não se torne realidade.

  7. 21/04/2009

    heauaehaeuhaeuaehaeuaehuaehaeueahaeuhae, realmente vivi, esquecer de devolver o jogo é imperdoável, perdi meu querido Dragon Ball Z Budokai 3 por conta disso ç.ç

  8. Renan Rodrigues
    21/04/2009

    Pq o post saiu do ar? E os comentários que tinham? O que acnoteceu com eles?

  9. Vivi Werneck
    21/04/2009

    @Renan

    Foram todos para o além! Tem q escrever d novo! rss… Deu pau (ui) no meu PC.

  10. Alice
    21/04/2009

    Vivi, eu nunca me senti tao segura em saber que voce nao mora no mesmo estado que eu…

    esse jogo eu nunca joguei(infelizmente) o maximo que consigui ate hoje é jogar algum jogo de corrida no fliperama e atropelar tudo o que vejo pela frente(este ser aqui nao tem capacidade mental de andar na pista, e quando anda bate num carro)

    “Droga, um dia ainda explodo o avião maldito!!!”
    Vivi é traumatizada por nao ter conseguido…

  11. 22/04/2009

    Caraca um dos melhores games jah criados!!!
    Joguei os tres, mas o bom msm era destruir (alem de atropelar os padres) todos os adversarios q vc ganhava a corrida sem ao menos ter dado sequer uma volta!!! Muito bom isso, jah q vc matou todos os corredores vc venceu
    auhuahahUhAUHauhuahuhauhuHAUHUahuahuHUahu
    Olha q esse jogo foi proibido em varios paises naum sei se por aqui tb

  12. 22/04/2009

    Quem puder jogue pq vale muito a pena!!!

  13. Vivi Werneck
    22/04/2009

    @Roberto

    O jogo foi proibido aqui tb, mas sabe como é né… brasileiro sempre dá um jeitinho…. hehehe

  14. 22/04/2009

    Já não se fazem jogos bons como antigamente :(

    Acreditem, Carmageddon foi um dos primeiros jogos que joguei em PC – tive uma boa iniciação :D

    Vivi, tenta usar o Windows Live Writer pra escrever pro blog, pelo menos você não corre o risco de perder tudo caso dê algum pal – ele salva tudo no seu pc e você publica tudo do seu pc, sem precisar entrar no fatídico WordPress pra blogar :)

  15. Renan Rodrigues
    22/04/2009

    @ Vivi

    Como eu não vou escrever tudo de novo, lá vai um novo comentário:

    Ainda bem que vc não vai passar nem perto da minha cidade, aqui não tem nada demais pra explodir mesmo. Só um trem(daqueles que fazem piuiii) e uma construção gigante de metal!!!

    Faz o que o Sérgio falou, o WLW é bom pois salva o post de x em x minutos no seu pc!

    • Jonathan Gouvea
      30/05/2011

      é Vivi, se vc vier para Limeira também não tem nada para destruir, pois os fenômenos de Kratos já tão fazendo o trabalho:
      Destruindo o Shopping com uma Chuva
      Fechando as saídas da cidade
      Se quiser vir, pode terminar o trabalho…

  16. 23/04/2009

    @Vivi
    Eh msm??? Tinha certa disconfiança q tinham msm proibido, mas ele ficou certo tempo circulando por ae legalment neh???
    Pq eu lembro q os q eu tinha eram originais

  17. 23/04/2009

    Olha, esse é o primeiro jogo que eu lembro de ser proibido (não estou afirmando, é só o mais antigo que lembro) aqui pelas bandas tupiniquins… Mas com certeza tem alguns rolando por ai…
    Vou dar uma olhada em alguns sebos esse fds! Sempre tem algum jogo velhinho por lá…

    @Vivi,
    Eu simplesmente morro de rir com as suas crônicas. E agora que a sra já me deixou totalmente viciada, bem que podia rolar uma por semana né? Só pra desestressar um pouquinho… Ah, mais uma vai! hihihi

  18. Vivi Werneck
    23/04/2009

    @Nathalie

    Uma crônica por semana??? vc quer me matar??? ahahahaha… enfim, posso tentar pelo menos de 15 em 15 dias… no entanto, preciso de sugestões de assuntos. tanto pra crônica quanto para o divã espiritual gamer. quem tiver alguma sugestão legal é só postar no forum do Girls of War, no orkut!!

    bjkasss

  19. Willian-MnhK-
    03/05/2009

    aweahwehawheawhe

    AAAFFFEEEE, meninas q jogam no pc, ainda mais q gosta md jogar jogos violentos!!!=D OOEEEEEEBBBBAAAAAAA!!!!=D

    garota, eu te doh casa, comida roupa lavada e muito amor!+D

    awehawheawheawhe, brincadeiras a parte…

    tpw, eu ainda tenho aki o carmageddon 2, e lotado de modificaçoes e carros novos! vc tem toda a certeza, o jogo eh totalmente sagrento, masssssss, EH DIVERTIDO PRA CACETEEEEE=D!!!!

    tpw, adorei o blog d vcs, eu tenho um (keh dizeh), comecei um blog tempos agora!=] e gostaria d aproveita e colocah um blog, digamos “exclusivo” como favoritos!=]

    Abrasss, continuem com posts interessantes!=D

  20. Debora
    29/05/2009

    Hahahahahaha!!! Minha primeira experiência com jogos não lineares foi o Driver, que nem era tão não linear assim… (acho que era pra PS1). Adorava sair da rota da corrida e estoporar o carro todo. Agora, Carmageddon é outro nível. Sanguinolência (adorei essa palavra) pura. Muito bemo mesmo pra descarregar as energias mais energias XD. Na minha oinião só perde pra GTA.

  21. Aline Vieira\ Aline NaruHina
    01/04/2012

    Então esse seu jeito phsyco não foi totalmente culpa da Barbie! O Carmageddon deu uma ajudinha, hein! rsrsrs.

  22. Aline Vieira\ Aline NaruHina
    01/04/2012

    Sim, as vezes me dá uma louca e começo a ver posts antigos! Isso me ajuda a conhecer o início das GoWs, vi o primeiro post de todas (Vivi, Bebs, Bruna, Carlinha e da Clá!) E nesse eu tive que escrever… Adoro vocês pelo fato de abordarem sobre Games como pelo fato de eu conseguir me identificar com vocês em certas ocasiões, esquecendo a diferença de idade. Vocês conseguiram botar assuntos sérios algo mais divertido e interessante, e isso me impressiona, por que não é fácil não!

    Futuramente eu pretendo me tornar uma Bióloga ou Gamer Designer, ou seja, coisas bem a ver uma com a outra! =S! Mas eu torço mais para o Gamer Designer, pois com ele, eu posso desfrutar da minha própria criação! E bióloga pois além de amar animais e plantas, quero preservar o meio ambiente e a convencer as pessoas de que prejudicando a natureza você mesmo é prejudicado! (Viva o Apocalipse de 2012!) Caham!… Então, desculpe meu “brisamento”. Admiro o trabalho de vocês, e a cada dia que passa eu faço o possível para convencer as garotas que conheço do quanto você pode se divertir e aprender jogando vídeo game!

    Obrigado pela atenção e beijo a todas!

    PS: Não sou viajante do tempo para postar um comentário de 2012 no ano de 2009! Apenas dei uma cutucada nos posts antigos!

    Beijoxxxxxxxxx! XD !

  23. Aline Vieira\ Aline NaruHina
    01/04/2012

    Desculpe os erros de ortografia se caso houver…Sim, há erros! Evitarei-os! Beijoxxxxx, sou louca mesmo! BeijoXXXX!

Crie uma conta no gravatar.com para colocar sua foto nos comentários.

Sempre que comentar em algum blog com o email cadastrado, aparecerá sua imagem.