Dica de Quadrinho: Hack/Slash

Tags: Cassie Hack, comic book, dica de quadrinho, graphic novel, Hack and Slash, Hack/Slash, HQ, Image Comics, pooch, quadrinhos, vlad

“Kiss it!” (sutil inscrição no taco de beisebol com pregos da Cassie Hack)

 

Fala galerinha, beleza? Bom, acredito que (na altura do campeonato) ninguém tem mais dúvidas de que sou apaixonada por games, mas o que alguns podem ainda não saber é que também sou louca por quadrinhos (menos os de heróis – nunca achei graça). Gosto muito de histórias de suspense, terror, mistérios, ficção e investigativo. Sandman (de Neil Gaiman) e sua temática surrealista são a exceção à regra. Também… Como não gostar das aventuras serelepes de Morpheus e seus irmãos Perpétuos?

Mas, dessa vez, escolhi como tema dessa série (que ainda não sei se terei tempo de alimentá-la da forma como quero) uma graphic novel que terminei de ler recentemente e que me surpreendeu positivamente (achei que fosse perder meu tempo): Hack/Slash.

Hack Slash comic book issue 1E por que achei que fosse perder meu tempo? Bom, digamos que a primeira sensação que tive ao folhear as primeiras páginas foi um tanto de descrença. Deparei-me com uma protagonista, descaradamente erotizada, que espalha miolos alheios usando um taco de beisebol enfeitado de pregos… Dei mais uma chance pela parte dos miolos espalhados. E valeu à pena, pois tive a oportunidade de conhecer a boca suja, psicopata, sexy bitch da Cassandra “Cassie” Hack.

Cassie é uma linda jovem que não pensa duas vezes antes de exibir seus vastos atributos físicos em todos os decotes, do seu estilo gótico, possíveis. Mas o que faz dela tão especial? Resumidamente, a moça (que pelo “feeling” da história deve ter uns 22 anos) não teve lá uma infância muito feliz e sofria bullying diariamente dos coleguinhas do Capiroto do colégio. Sua mamãe querida, Delilah Hack, resolveu ajudar a filha e matou, esquartejou e cozinhou os garotos que implicavam com ela (isso é que é amor materno!).

Mais tarde na história, você vai entender como a senhora Hack, do nada, surtou e fez ensopado dos menininhos levados do colégio. Ao longo das edições, você irá descobrir também que Cassie, na verdade, é filha de uma “slasher” que – a curto modo – seria uma espécie de assassino em série versão overpower. Esse é o motivo dela ser mais poderosa que muitas pessoas. E, por motivos dos quais não posso falar senão darei spoiler, ela se torna uma assassina de slashers. E é aí que a trama começa a ficar interessante, especialmente com todos os psicopatas que vão cruzando o caminho dela e um mistério ainda maior por traz do aparecimento desses slashers.

Mas Cassie não está sozinha nessa carnificina por um bem maior, pois como toda história que se preze, alguns personagens secundários aparecerem para darhack_slash-3 suporte. Este é o caso de Vlad, o fiel escudeiro da jovem e com quem ela luta até 98% do arco normal das histórias. Ah, só uma dica: se pretende ler essa HQ (e eu espero que sim) não faça a asneira que eu fiz em ler primeiro as edições especiais baseadas na série. Elas contêm spoilers monstruosos da história. Cuidado!

Vários outros personagens vão surgindo ao longo do caminho de Cassie, alguns primeiros como inimigos, que depois viram aliados, ou simplesmente pobres coitados que estavam no lugar errado e na hora errada. Rolam até alguns romances.

Mas por que ler Hack/Slash? Bom, não espere muita profundidade da história (lembre-se que é uma ficção com muito sangue, tripas e uma gostosa que mata psicopatas com um bastão de pregos), mas certamente ela irá render umas boas risadas, alguns momentos de tensão e uma profunda dor no coração no final do arco normal. Abstraindo o fato de, como eu disse antes, a protagonista ser estupidamente erotizada em todos os momentos em que o desenhista consegue estampar os peitos dela na sua cara, a personagem consegue superar isso sendo muito carismática. Sua relação de amizade com o Vlad é uma coisa muito legal de se ver também.

A série Hack/Slash é da Image Comics e foi publicada, mensalmente, de 2004 a 2013. Fora as edições normais, vale à pena caçar também as séries extras – em especial o super encontro com Ash Williams em “Army of Darkness vs Hack/Slash”, uma série em seis volumes publicada pela Dynamite. Bom, espero que tenham curtido a dica de quadrinho e espero também ter te convencido a dar uma chance a Cassie. Até a próxima!

Pooch: sim. Ele é feio que dói, mas você vai aprender a amá-lo! <3

Pooch: sim. Ele é feio que dói, mas você vai aprender a amá-lo! <3

Vivi Werneck
Share on Tumblr
Feed do Post
17 Comentários em "Dica de Quadrinho: Hack/Slash"
  1. 09/04/2014

    Parece ser interessante, vou comprar. Sabe Vivi, eu concordo também que os quadrinhos de super-heróis andam super desinteressantes quanto o nome. Mas eu acho que você devia dar uma oportunidade para Astonishing X-Men, que foi escrita por Joss Whedon, criador de Buffy e o responsável pelos filmes dos Vingadores, além de fã assumido de Veronica Mars (o cara é fod4! rs). Foi uma das poucas HQs dos mutantes que li desde a época das histórias antigas. (Não expliquei nada para não dar spoilers!)

    • Vivi Werneck
      09/04/2014

      Hum… Vou dar uma pesquisada. =)

  2. Marcelo Sarmento
    09/04/2014

    Uhm, o que me chamou a atenção mesmo foram as imagens. Mas como tá aprovado no padrão de qualidade Vivi Werneck, acho que vou dar uma conferida. Sabe me indicar uma loja online pra comprar? Será que existe em versão digital?

    • Vivi Werneck
      09/04/2014

      Linkei no post a Comixology (acho que é assim que se escreve). Essa loja vende apenas edições digitais e é muito boa. Se quiser ler no papel recomendo a Amazon.

      • Shaka
        19/04/2014

        Acabei de ler aqui a resposta de uma de umas perguntas, vlw.

        Vc compra muita hq digital Vivi?

        • Vivi Werneck
          20/04/2014

          Aprendi a gostar já que não tenho mais muito espaço pra hq em papel no meu quarto rs.

          • Marcelo Sarmento
            23/04/2014

            Dei preferência para a versão digital porque minha mulher não me aguenta mais entulhando coisas dentro de casa. Acha absurdo eu comprar CDs de música (é, eu ainda compro), e, de vez em quando, diz que vai me botar pra fora com todas as tralhas que eu trago dentro de casa.

  3. Atlan
    10/04/2014

    Se você gostou desse recomendo tambêm Bombqueen,muita critica social,muitas explosões e carnificina e principalmente muito humor ^_^ .

    • Vivi Werneck
      10/04/2014

      Ja ouvi falar nesse. Inclusive umas das histórias extras da Cassie é enfrentando essa personagem.

  4. Amyr L.
    10/04/2014

    Olha vive, eu também não via graça em Super Heróis até ler a fase Grant Morrison do Homem Animal. A metalinguagem, o carisma do Buddy Bajer, a conexão dele com os seres vivos. Tem um monte de coisas que firam me conquistando ao longo de várias edições, Agora to me arriscando a Phantom Stranger, Swamp Thing, Doctor Fate, Spectre, Plastic Man, Doom Patrol, Shade the Changing e um monte de outros títulos que antes eu não encararia justo por essa mudança de perspectiva que Animal Man me causou.

    • Shaka
      19/04/2014

      Batman Cavaleiros das trevas, a piada mortal como eu disse, guerra civil da marvel, estão muito além de ser só hqs de heróis, são algo icônico e são de leitura obrigatória pra quem curte.

  5. Gabriela Gomes
    14/04/2014

    Eu gosto de HQs de supe-heróis, ao contrário de vc, mas tava pensando em ler algo diferente pra variar e essa foi uma dica legal..vlw :)

  6. The Punisher
    14/04/2014

    Heróis por Heróis, eu sempre preferi mesmo os anti-hérois como, O Justiceiro, Spawn, The Darkness, Wolverine, Lobo, Lady Death, O Corvo, Motoqueiro Fantasma e, assim vai.

  7. Shaka
    19/04/2014

    Gostei da dica, talvez eu procure pra ler algumas a respeito, alguém sabe quantos volumes são, onde comprar? Se for muito longa nem quero.

    Vivi herege, não gosta nem do batman, já tentou ler a piada mortal? é minha favorita dele, vc vai amar o coringa lá !

    • Vivi Werneck
      21/04/2014

      Engraçado que da série Batman eu só gosto do Coringa mesmo, rs. É como em Star Wars que só gosto do Darth Vader.

  8. Shaka
    19/04/2014

    Onde vc descobriu essa hq?

    Eu tenho que ler sandman e Watchmen que eu não li ainda (sim pode me matar por isso), comprarei em breve se eu achar, mas é que eu tenho ciclos, ai quando voltar meu ciclo de leitor de hq eu leio os títulos que faltam.

    • Vivi Werneck
      20/04/2014

      Descobri quando escrevia para o blog nerd/geek do portal pop.com.br

Crie uma conta no gravatar.com para colocar sua foto nos comentários.

Sempre que comentar em algum blog com o email cadastrado, aparecerá sua imagem.