Estamos mal-acostumados?

Tags: Dark Souls, Demon's Souls, geração playstation, megaman 2, Ninja Gaiden, super ghouls 'n ghosts

Com o lançamento de Dark Souls me lembrei do quanto eu tenho bronca de Demon’s Souls: que jogo difícil dos INFERNOS! Sempre me confundo com os botões, faço um monte de cagada e fico logo de saco cheio, deixando o jogo de lado.

Dark Souls

Depois de ler um artigo sobre o mesmo assunto que abordarei e uma análise do meu amigo Daniel Govoni sobre Ghosts’n Goblins na última OLD!Gamer, pensei: o que aconteceu comigo?

Antigamente eu conseguia jogar o primeiro Metal Gear Solid sem problemas, sem ninguém me ver. Agora eu vou direto pro pau, sem querer me dar o trabalho de me esconder por eu simplesmente não ter “saco” pra isso. Oi? Como assim?

Super Ghouls 'n Ghosts... jogo difícil pra caramba

Muitos amigos meus terminaram Mega Man quando eram CRIANÇAS. E eu? Não consigo nem passar da primeira fase (que nunca sei escolher a ordem certa, by the way) e já sou uma burra véia de quase 26 anos. Sério, é vergonhoso.

Lembro dos clássicos que jogávamos na infância: não tinham os Saves, alguns jogos nem tinha Passwords para continuarmos o jogo de onde paramos no dia anterior, antes da mãe xingar pra ir dormir. O que restava eram alguns Continues e só. Morreu, se vira pra jogar TUDO de novo, desde o comecinho, e não reclamávamos disso. Pelo contrário, adorávamos, e ainda saíamos nos gabando de ter terminado tal jogo direto.

Battletoads. Outro jogo difícil que muita gente ama.

Algum tempo depois surge uma nova geração de games e gamers: a Geração PlayStation. Os jogos agora podem ter a dificuldade que o jogador quiser (Easy, Medium e Hard, basicamente), estão mais longos e, com isso, a necessidade de “gravar” onde parou é maior (EU SEI que os antigos RPGs já tinham isso, mas precisava, né?). Aquele desafio que tínhamos antigamente começou a ir pras cucuias.

Vocês podem chegar e falar: “Clá, mas aí é só escolher o HARD e boa”. Então pergunto: QUEM TEM SACO PRA JOGAR NO HARD LOGO DE CARA? São poucos que fazem isso, até eu mesma. Vou direto no Easy pra curtir o jogo, DEPOOOIS penso se jogo no Hard ou deixo pra lá… e raramente jogo de novo no mais difícil.

Mega Man 2

Aí me chega Demon’s Souls e Dark Souls. NÃO DÁ pra escolher a dificuldade, o jogo é difícil pra dedéu, te trolla o tempo todo. Os controles dos jogos são nada convencionais (pra quem está acostumado a MOER o mesmo botão para atacar em tudo quanto é jogo de Ação/Aventura, é uma tortura, e não tem PAUSE ainda por cima). Fico de mimimi, desligo o jogo e deixo pra lá. É uma pena fazer isso com um jogo bom, e olha que tem muito jogo ótimo que deixei de por as mãos com mais calma por não ter saco. Ninja Gaiden e Mega Man são dois exemplos disso. Lamentável.

Ninja Gaiden

O lance é o seguinte: jogo difícil que é legal. Te emputece? Usa isso pra matar aquele dragão maldito que está no meio do caminho. Está difícil? PENSA UM POUCO E TENTA! Quem fez o jogo não deixou o inimigo indestrutível, tem algum jeito de dar cabo dele, ponha a caixola pra funcionar. Eu tenho que enfiar isso na cabeça. Já zerei jogos antigamente que, agora, eu não teria a mesma paciência pra realizar tal feito, e isso só me impede de curtir outros títulos ótimos que são lançados por aí.

Alguém mais sofre com isso? O que aconteceu? Será que estamos começando a ficar mal-acostumados?

Clarice dos Santos
Share on Tumblr
Feed do Post
134 Comentários em "Estamos mal-acostumados?"
  1. Ana
    26/10/2011

    Puts Clá, acredite Dark Souls repete a dose de dificuldade de Demon’s Souls! =s Um amigo meu esses tempos estava comentando exatamente sobre o Battletoads, jogo mega difícil! =P Mega Man é triste, nunca me esqueço também do 8 que achava superrr difícil, pelo menos para mim na época. =/
    Beijos =*

    • Fabio gomes
      27/10/2011

      pelo amor de Deus…o meu ps3 trava assim que eu coloco o cabo de rede…(desculpe nao sei se aki posso perguntar…) mas alguem sabe de alguma informação sobre como resolver isso?
      ja tentei de tudo..formatar, recovery, formatação total…putz sete horas esperando pra nada…se alguem puder me ajudar ficarei eternamente agradecido.

      • Hélio
        27/10/2011

        Trava como? Atualiza? Isso é óbvio, cara, a Sony lança firmwares novos de tempos em tempos. Talvez a atualização automática esteja habilitada lá nas definições de Rede, né?

      • Rafa
        01/11/2011

        Cara o meu acontecia isso também, sempre que tentava conectar a internet.
        É um erro de dns lascado, que até hoje não sei bem ao certo o que resolve, mas quando isso acontece, eu cancelo todos os downloads que tiver, se não resolve eu vou e restauro as configurações de fábrica do roteador e modem, e faço toda a configuração novamente.

        Normalmente resolve.

  2. georges
    26/10/2011

    “Vou direto no Easy pra curtir o jogo, DEPOOOIS penso se jogo no Hard ou deixo pra lá… e raramente jogo de novo no mais difícil.”(2)

    Também tenho esse problema.
    Acredito que estamos mal-acostumados sim. Na época do super nintendo eu passava um tempao jogando sem saves e nada do tipo e mesmo assim me divertia muito e nunca reclamava de começar tudo de novo no outro dia.
    Depois que ganhei meu PSONE e me acostumei com o sistema de saves eu acho que nunca mais joguei direto até terminar. Tanto que hoje eu ja não consigo jogar tão bem em modo hard e às vezes me dou mal até no modo normal também. Tanto que sofri muito jogando RE4 no modo normal. E de pensar que ja terminei supermario, streets of rage e até mesmo Battletoads.

    Eu pello menos estou muito mal-acostumado.

    Realmente estamos mal acostumados.

  3. Erick Faria
    26/10/2011

    Eu não diria que estamos mal-acostumados, e sim que hoje temos tantas comodidades para a nossa diversão nos games que simplesmente esquecemos como era a época anterior. Tive uma experiências dessas ontem mesmo, jogando Xenogears no PS3. Após passar uma parte mais ou menos extensa, dei um vacilo enorme em uma batalha e acabei morrendo. Como não tem autosave, toca a voltar tuuuudo de novo. Acontece…

    E pensar que quase terminei Battletoads de maneira direta, sem pegar warpzone nenhuma! Mas, não tive vidas suficientes para encarar a porcaria da fase 11, que era muito mais dureza do que a fase 12 (a última). Pelo menos zerei depois noutra tentativa, usando warpzone para poupar vidas. Entretanto, não que eu vá me orgulhar disso para alguém, mas consegui zerar o primeiro Contra sem truque de trinta vidas. :)

    Ah sim, eu JAMAIS jogo no Easy! É sempre normal para cima, senão acho que fica sem graça.

    PS: Hehehe, agora me lembrei de uma coisa, nem lembro quando foi a última vez que joguei MGS3 no normal. Este, eu só jogo em Extreme (não o European, por Deus!). Até o Normal dele ficou fácil demais depois da terceira vez que zerei.

    • Juliano
      26/10/2011

      Ah sim, eu JAMAIS jogo no Easy! É sempre normal para cima, senão acho que fica sem graça.[2]

    • Hélio
      26/10/2011

      @Erick:

      Te invejo, gostaria de fechar MGS3 nos modos mais altos tbm.

      • Erik
        27/10/2011

        vc parece ser fã de mgs 3, me da uma dica?
        como faço pra apontar a arma e falar “freeze”,to tentando fazer isso e sempre chamo a atenção dele,ainda to pegando o jeito com o cqc, vlw

        • Hélio
          27/10/2011

          Não só sou fã, ele é o melhor jogo da minha vida. Bom, se eu bem me lembro, vc tem q chegar de mansinho e apontar a arma na nuca do cara, daí o Snake fala automaticamente.

        • Shinobi-kun
          27/10/2011

          Basta chegar por trás, sem chamar a atenção, e apontar a arma q ele diz.

  4. Nicola
    26/10/2011

    Minha maior dificuldade no Ninja Gaiden foi a câmera q me fez desistir do jogo de tão ruim, quanto ao dark souls, continuo com aquela dúvida, ta bom, ele é difícil, mas é só isso q ele oferece? ouvi dizer q não tem história pra seguir e nem sidequests, se for assim vou gastar meu (pouco) dinheiro com outros jogos q me parecem mais interessantes como o novo Batman.

  5. Vivi Werneck
    26/10/2011

    “Muitos amigos meus terminaram Mega Man quando eram CRIANÇAS. E eu? Não consigo nem passar da primeira fase (que nunca sei escolher a ordem certa, by the way) e já sou uma burra véia de quase 26 anos.”

    Ora… E eu que faço 29 semana que vem! Sou highlander então! XD rsrsrs

    • Clarice dos Santos
      26/10/2011

      Vivi MacLeod XD
      huauhahuahuahua

      • 27/10/2011

        “Demon’s Souls: que jogo difícil dos INFERNOS! Sempre me confundo com os botões, faço um monte de cagada e fico logo de saco cheio, deixando o jogo de lado.”

        Só um comentário: se o jogo é difícil por que é difícil esquivar disto, antecipar aquilo, exige concentração, ok, o problema é teu. Se o jogo te faz confundir os botões, o problema é do jogo.

        Os jogos antigos eram complicados com dois ou até um botão. O jogador poria até errar a ação, mas nunca errava a intenção.

        • Hélio
          27/10/2011

          Acho q as coisas são difíceis até nos acostumarmos a elas de verdade. Bloquear e defender na hora certa é questão de treinamento.

    • Erick Faria
      26/10/2011

      “Ora… E eu que faço 29 semana que vem! Sou highlander então! XD rsrsrs”

      Relaxa Vivi, logo estará sendo chamada de tia pelos mais novos, hahaha!

      Mas ei, espera um pouco…eu tenho 29, logo vão me chamar de tio também!?

      *prepara o taco de beisebol +10 contra pentelhos, +100 contra pentelhos de 10 anos ou menos*

      • Vivi Werneck
        26/10/2011

        eu não tenho parentes tão mais novos assim rs

    • The Punisher
      27/10/2011

      Se você é Highlander Vivi, eu sou Juan Sanchez Villa-Lobos Ramirez pois faço 3.2 agora em 2012….rsrsrs

  6. Rodrigo
    26/10/2011

    Demon’s Souls eu passei 2 dias inteiros pra passar daquele “tutorial” onde o chefe te mata com 1 porrada só…. ¬¬’
    Demon’s Souls literalmente não possui amizade com os jogadores, mais eu curto jogo difícil…apesar de jogar a maioria das vezes no normal, depois de virar e se for um jogo bom vou pro hard…tipo GOD OF WAR, mas é raro porque eu geralmente não tenho paciência pra jogar o mesmo jogo 2 vezes até o final….. o que está acontecendo com a gente??? uhuhuhuaaaaaaaa

  7. 26/10/2011

    Ah Clá, deixa disso. Você so é leprosa mesmo ^^

    • Clarice dos Santos
      26/10/2011

      Pena que não posso falar palavrão por aqui…deixa vc pra mim depois!
      huauhahuauhahuahuahu
      XD

  8. Atlan
    26/10/2011

    Particularmente eu gosto de jogos dificéis,são um desafio a mais tanto que jogo muita coisa em japonês(e não sei quase nada dessa lingua) ou vou pro “last man standing” tipo que nem a primeira vez que joguei valkyrie profile do psone(spoiler adiante) tinha o chefe zombie dragon que você só precisava pegar a espada dragon slayer e dar 3 golpes,eu sabia disso nnnnããããoooo foram 2 horas dando golpes e especiais que tiravam só 1 do dito,traumático sim,recompensador tambêm ^_^.Outras foi terminar os jogos Earth defense force 2 e oneechanbara 2 de ps2,martírio sim,mas o gostinho de saber que se chegou ao fim aquem a todas as adversidades é muito bom.
    P.s:morte a todas as vespas,formigas e aranhas gigantes e aso discos tambêm.COME GET SOME !! ^_^

    • Hélio
      27/10/2011

      Ah sim, VP é um jogaço, top 10 dos RPGs do PS1! xD
      Eu cheguei a ir ao Seraphic Gate, mas só matei alguns chefes, pois eu não tinha coletado todas as gems, aí não pude ir até a Iseria Queen. Mas ainda termino o Lenneth do PSP.

      • Jhun
        28/10/2011

        Pow, eu gostei muito de jogar Valkyrie Profile no Hard. Só assim pra se ter uma experiência completa no jogo. Mas tem horas que é tenso mesmo.
        Chato era ter que fazer a Seraphic Gate 10 vezes pra pegar a Angel Slayer. :)

  9. Leonardo
    26/10/2011

    Xiiiiii. Estamos MESMO mal-acostumados. Só para dar um exemplo, ainda estou para avançar uma fase sequer no jogo “Golden Axe” prá Sega Master System. Sou logo morto no início, o cenário é pequeno e os inimigos vem de todo o lado…Nem é preciso continuar. Longe vão os tempos em que ficava matutando como derrotar um boss, depois de tantos game overs e de tanto caminho percorrido e ter que decorar esses trajectos e onde estavam os itens. e, como disse, sem saves! Eu mal tentei jogar o Castlevania PofR no hard mode lv1 cap e vi aqueles zombies acelerados e pragas de medusa, desliguei logo e, no OofE apenas joguei o hard mode para poder aumentar a Shanoa além do nível 100 até ao 250 (já vou no 110). Podia-se pensar que, se os produtores conseguem nós conseguiremos, mas por alguma razão foi criado o “konami code ” no Contra (ou será Gradius?). E ainda há mais: no Metal Gear Solid só joguei até ao nível normal e já fiz mais de 20 walktroughts pelo jogo mas, quanto mais jogo, mais convencido fico e morro estupidamente XD E, no Metal Gear 4 só comecei a respeitar (e temer) as B&B depois que joguei extreme para obter o símbolo do Big Boss; fiquei logo fod*** com a Laughing Octopus e primeiro que a conseguisse derrotar, em menos de um minuto já estava morto. E ainda há mais: estamos habituados a combates rápidos e fáceis, mas quem jogou castlevania Circle of the Moon, sabe o que é lutar contra inimigos grandes e alguns difíceis e, quem já jogou Onmusha 4 Dawn of Dreams, sabe que os dois primeiros bosses gigantes levam tempo pra c****** para derrotar, mas são aqueles que a gente mais lembra, tal como o The End em MGS3.
    Vamos ser velhotes gamers e a dizer para os nossos netos: “No meu tempo não havia saves, mapas do níveis (essa é outra) nem nada. Era matar ou ser morto!”.

  10. Eduardo
    26/10/2011

    O problema é a quantidade absurda de jogos que temos hoje, eu tenho Demons Souls e terminei, mas por um bom tempo foi meu único jogo, talvez por isso a insistência. Ainda não consegui platinar, mas hoje tenho mais jogos e por isso ele acaba ficando em segundo plano, lembro na época do master system jogando alex kidd sem continue, hoje isso seria impensável hehe

  11. 26/10/2011

    De fato a industria foi, talvez de forma que nem ela mesmo percebesse, tirando de nós o gosto por jogos mais difíceis. Eu pelo menos amo jogos difíceis e recentemente fiquei chateado de ver críticas a dificuldade de Mirror´s Edge.

    Mesmo alguns jogos no Hard ainda são muto fáceis, a exemplo de Kingdom Hearts. Essa nova tendencia do jogo fácil acaba prejudicando também os que gostam de jogos difíceis já que esses se tornaram mais raros…

  12. Bruno
    26/10/2011

    Não sei se vão me considerar noob ou sei lá, mas fiz um “trabalho” de pesquisa enquanto jogava Demon´s Souls. EX: Quais as melhores magias, como conseguir tal equipamento, itens secretos e até como derrotar os dragões vermelho e azul (sim, consegui). Simplesmente, não tinha tempo para sair adivinhando o que fazer e por onde seguir e fui ver quais as melhores opções, não queria gastar a alma de um BOSS em um equipamento que não me serviria de nada, por outro, lado usei para uma magia MOTHERFUCKER.
    Demon´s Souls é bom por vários motivos, isso depende da pessoa, para mim é pela satisfação pós fase, ou poder customizar um Wizzard como eu quiser, com magias que derrotam um Chefe com duas porradas.
    Devido a Demon´s Souls é que fiquei mal acostumado, hoje acho bizarro apertar um botão e o personagem fazer mil movimentos e o jogo ainda ser curto (Star Wars: unleashed 2), adiantou pagar caro?
    Com Dark Soul, pelo menos, saberei que demorará mais tempo do que “dois dias”, além do mais eu derrotarei os chefes do MEU jeito, usando magias com danos absurdos e não do jeito que os criadores projetaram para fazer. EX: causar dano no adversário até aparecer um botão gigante na cabeça dele para eu apertar e começar um vídeo…
    Poderia falar mais, porém, já falei de mais…^^
    P.S.Você tem razão quanto no que escreveu.

  13. Juliano
    26/10/2011

    +1 pro desabafo

  14. Juliano
    26/10/2011

    também estou no quase 26, mas encaro dificuldade, tanto que joguei o Far Cry 2 no mais difícil

  15. 26/10/2011

    O que influencia isso também é o fácil acesso. Hoje temos redes online e disponibilidade de jogos ao montão. Antigamente quem comprava jogo tinha grana e quando comprava queria tirar até a última gota de sangue do jogo. Era uma época muito mais divertida.

  16. 26/10/2011

    Eu sempre que pego um jogo novo e começo a jogar na dificuldade mais difícil (se habilitada). Se não estiver habilitada… Eu jogo de novo depois de terminado. Lembro que peguei o Call Of Duty: World at War e logo no primeiro gameplay eu terminei no Veteran… Mas aí que tá: a dificuldade desses jogos de hoje está em ser extremamente punitivo.

    Pegue o Call Of Duty como exemplo. O que torna o jogo mais difícil conforme você aumenta a dificuldade é o fato de você tomar mais dano, seu “HP” demorar mais para ser recuperado e você vestir, literalmente, uma camiseta verde fluorescente com a frase “SHOOT ME! I’M HERE”, porque podem ter 2536512731267832 aliados, mas os inimigos vão atirar em você. Resident Evil 5, por exemplo: no nível Professional (que só é habilitado depois de terminar o jogo) você toma uma porrada e já vai pro Danger – além de eu ter a impressão de que seu parceiro IA fica mais burro, mas ok. Dark/Demon’s Souls sofrem de um “problema” parecido, que é justamente ser punitivo demais.

    É difícil ter um jogo que seja difícil, porém ao invés de ser punitivo, requer habilidades do jogador. Um belo exemplo disso é o Killzone 2. Alguém já chegou a jogar no nível Elite? Ele só é habilitado depois de terminar o jogo pela primeira vez. Esse nível é exatamente igual ao Hard, ou seja: dá pra terminar. É difícil, você vai morrer, mas dá pra terminar. Agora… O principal “problema” da dificuldade Elite é o fato de você não ter crossbar. Sim, você não tem a mira. Você pode usar a da arma, claro, mas, ainda assim, o jogo se torna extremamente mais difícil.

    Outro bom exemplo são os níveis mais difíceis do MGS4. O jogo, no geral, fica mais difícil: os inimigos ficam mais espertos, equipamento é mais escasso e afins. É desafiador jogar assim, mas não é impossível.

    Um outro belo exemplo de jogo difícil é o Gran Turismo 5. Não digo difícil em dificuldade nas corridas, mas sim nos Time Trials. Requer uma certa habilidade pra bater os tempos do Sebastian Vettel, por exemplo. Se você for atrás de ouro em TODOS os eventos (corridas, time trials, licenças e afins) e você achar que o jogo é tipo um Need For Speed da vida, você vai demorar um looooooooooooooongo tempo.

    E já que eu citei Need For Speed, baixei a demo do The Run e devo dizer que fiquei extremamente contente que eles tenham colocado um nível de dificuldade Extreme. IA desafiadora, inteligente e suja que ficava tentando jogar meu carro colina abaixo. >:)

    Então eu resumo mais ou menos dessa forma: quatro tipos de jogos difíceis – os desafiadores que exigem uma certa habilidade e familiaridade (no geral, os jogos de esporte/corrida), os de tentativa e erro (que são a maioria hoje em dia) e os que são difíceis porque o desenvolvedor é @!¨&*#¨% (tipo aquele Silver Surfer de SNES)

    • 26/10/2011

      Erm, acabei comendo parte do meu comentário. O quarto tipo de jogo difícil são aqueles lotados de bugs, que se tornam difíceis por serem insuportáveis de se jogar.

      • leandro(leon belmont) alves
        26/10/2011

        é cara, já passei por isso.

        baixei um Battletoads do NES e cheguei até uma fase bem apelona onde a gente compete numa corrida com um rato gordo para desativar uma bomba. o bug tava tão cabuloso que toda vez que eu chegava na bomba, o sapo flutuava, impossibilitando de desarmar a bomba…

    • Juliano
      27/10/2011

      “Eu sempre que pego um jogo novo e começo a jogar na dificuldade mais difícil (se habilitada). Se não estiver habilitada… Eu jogo de novo depois de terminado.”

      vou aderir a tua filosofia, até porque deve ser legal jogar até morrer de raiva, daí se não conseguir terminar o jogo mesmo, daí vai pro normal e pra quem jogou no hard, o normal deve ser brincadeira de criança

  17. leandro(leon belmont) alves
    26/10/2011

    olha, eu não tenho isso. eu como retrogamer, jogo games desde do NES até o Saturn, todos velhos e dificeis de zerar. zerei os 2 ninja gaiden do NES(ainda vou zerar o terceiro), onde não tem save points e pouquissimos lugares para encher hp e chefes apelões. Ghost in Ghouls com aquela dificuldade demoniaca, também destrichei e outros com a dificuldade absurda. jogos antigos são sinônimos de apelação.

    agora de paciência de colocar aquele game em hard em games atuais….apenas God of War 3,qualquer game da série Guilty Gear e Call of Duty Modern Warfare 2 tenho o saco para ir em ultra hard. é o caso: com tanto jogo para eu conhecer, vou ficar penando na dificuldade mais difícil para quê? quero zerar logo para debulhar o próximo jogo, oras.

    e só vou em easy se eu não curtir o jogo ou eu já tiver zerado e testo o game numa dificuldade um pouco menor para ver como é.

    abraço meninas!!

  18. Vitor Paiva
    26/10/2011

    Eu tento sempre colocar em níveis mais difíceis. Nos atuais jogos é assim, se eu acho fácil o jogo eu coloco em uma dificuldade maior. Parece estranho mas os jogos antes parecem que não eram uma tortura voltar tudo de novo, era legal, porque era divertido passar tudo de novo…
    Eu acho que tem vezes quando eu estou nervoso e tudo, eu desligo o jogo, e depois de um tempo eu recomeço a jogar, mas desistir eu não desisto, sempre tento uma coisa nova, ou uma estratégia. A chave é ser persistente, uma hora vai! =)

    • Clarice dos Santos
      26/10/2011

      Próximo fim-de-semana vou continuar jogando Demon’s Souls… Vamo ver se vai! huahuahuahuahuahua

  19. Manchae // Gustavo
    26/10/2011

    Sério, o número de comentários que vocês têm recebido ultimamente é até um pouco intimidador! xD

    Eu gosto de games difíceis. Desde Megaman, série na qual eu sou fissurado e tal… mas recentemente um pouco por não ter saco, um pouco por querer poder jogar mais coisas em menos tempo, eu tenho ido nos níveis fáceis também, pra passear pelo game e ver a história.

    O ponto principal, hoje, imagino que seja saber balancear a dificuldade e a motivação. Antigamente não tinha recompensa a num ser terminar o game, hoje terminar é essencial… porque games não são SÓ o desafio, são a história e o entretenimento… os desafios hoje vem em forma de achievements! Então tem que saber ATÉ ONDE dá pra dificultar sem fazer o jogador desanimar (e, sinceramente, já desanimei de mto jogo por gameplay ruim, não por dificuldade enorme) e o quanto é melhor deixar pra um “hard mode valendo troféu”… concorda? xD

    E achar o meio termo é TEEEEEEEEEENSO!

  20. Mauro Psivs
    26/10/2011

    Pra mim o legal dos video-games é mesmo botar a caxola pra funcionar, a dificuldade é sim um fator muito expressivo que deve ser explorado nos novos games , o sabor de vencer o desafio ( leia-se battletoads, dark souls e afins) é mais doce e eu vibro sozinho sem ninguém saber do que se trata.
    Num mundo extremamente competitivo como o de hoje as vezes nos esquecemos de como é prazeroso atingir objetivos banais que não vão gerar receita financeira mas sim satisfação pessoal.

  21. bettaum
    26/10/2011

    Eu sempre começo jogando pelo nível mais difícil disponível.
    Se jogar primeiro no mais fácil ou no normal acho que tira muito da graça de jogar no Hard, pois já sabemos quando e onde aparecem inimigos e/ou checkpoints.

    Terminei e platinei Demon’s Souls e vale muito a pena.

    Gosto quando o jogo apresenta um bom desafio, mas que tenha lógica em ser batido, basta habilidade.

    Um exemplo do que não se deve fazer é Mirror’s Edge, em que para bater os time trials e speed runs é preciso usar truques como correr de lado ou correr pulando pra ir mais rápido.
    Isso acaba com toda a lógica interna do jogo. Pra mim Mirro’s Edge é uma enorme porcaria por causa disso.

    • Rodrigo
      26/10/2011

      “Terminei e platinei Demon’s Souls e vale muito a pena”
      Satanás é você????

  22. leandro(leon belmont) alves
    26/10/2011

    todo mundo fica aqui dizendo que Jamais joga no Easy ou vai direto na dificuldade hard…

    esse negócio de dizer que não joga no Easy e vai no hard sem conhecer o jogo tem aquele estigma de pensar que o gamer é fraco por jogar naquele modo.preconceito isso!

    não são todos, mais a grande maioria vai na dificuldade normal. o que é mais comum.

    vocês acham Demons/Dark Soul dificil? experimenta jogar esse mesmo game em japonês e sem um detonado do lado, para ver o que é enlouquecer.

    jogar um game japonês sem detonado: outro simbolo de dureza.

    • Rodrigo
      26/10/2011

      Joguei chrono cross de psOne assim….bons tempos,bons tempos

    • 26/10/2011

      Huahuahuahua, nem me fala! Meu, jogar game em japonês e nenhum guia é coisa de hardcore x10! Principalmente aqueles JRPGs das antigas, nossa senhora… Me lembro de quando tentei fechar Alundra em japonês. Consegui, mas foi um sufoco desgramado. Conheço gente que fechou Castlevania e ainda Suikoden em japonês (detalhe: eles não falam uma palavra de japonês, e nem eu), e posso dizer que é uma tarefa digna dos mais persistentes.

    • Juliano
      27/10/2011

      Nos meus primeiros passos no mundo do rpg, terminei um jogo do Dragon Ball Z que tem pra Super Nintendo, ele é um rpg que começa ali do Radits(acho que é esse o nome), e vai até onde morre o Freeza. Terminei esse jogo e ele era todo em japonês. Demorei demais pra descobrir o que fazia cada carta, textos eu nem me interessava pois já tinha assistido o desenho, mas o jogo em si foi difícil pra caramba, no Freeza é transformação que não acaba mais. Menção honrosa pra mim nesse quesito porque, vai ser louco assim pra jogar rpg japonês no quinto dos infernos, coisa de guri que não tinha mais o que jogar. Mas foi legal, nunca mais repito. Quando vejo que o jogo é só em japa, nem ligo.

      • leandro(leon belmont)alves
        27/10/2011

        eu me lembro desse DBZ. parece que as ações dos lutadores se resumia nas cartas. era bem complicado de jogar se o gamer não sacasse a mecânica do jogo e era em japonês, se você zerou, considere-se um héroi, Juliano. e eu que jogo muito o emulador do Saturn, que os melhores games do consoles é todo japonês? estou zerando Bio Hazard 1/Resident evil,Samurai Shodown RPG,Snatcher(clássico) e o fodástico Shin Megami Tensei: Devil Summoner Soul Hackers(eita nominho grande) e estou curtindo….mesmo em lingua nipônica.

  23. Shaka
    26/10/2011

    Um dos meus maiores orgulhos como gamer é zerar Sonic 2, acho que foi um dos jogos que mais joguei na vida, eu devia ser uma criança meio burra, demorei anos pra terminar, nunca mais vou esquecer desse jogo.

    Estou jogando alguns jogos antigos que eu pulei e esse lance de stealth é verdade. Eu não tive paciência em algumas fases do splinter cell, pq em alguns momentos era mais comodo destruir tudo do que ir na surdina. Ou seja ao invez de fazer o papel do Fisher eu fui pelo caminho mais fácil, mal costume.

    Outro jogo que ta tenso é o Final Fantasy VIII, não pela dificuldade mas pq é massante jogar ele hoje em dia, e tem muita coisa desnecessária, ai já não sei se é Mau costume ou o jogo que envelheceu mal.

    • Hélio
      26/10/2011

      FFVIII é um dos melhores jogos q já joguei na vida. Garanto q a história compensa totalmente e os limits dos personagens são muito legais!

      • leandro(leon belmont) alves
        27/10/2011

        assino embaixo Hélio. FFVIII foi meu primeiro rpg e foi dureza chegar ao final.

  24. Hélio
    26/10/2011

    Então, Clá. A minha opinião é q nós nos sentimos motivados a jogar um game no máximo de dificuldade só qdo gostamos muito dele. Hoje, por coincidência absurda, eu peguei Ninja Gaiden Sigma pra jogar pela primeira vez. Morri no 1º boss e vou tentar de novo. Mas sei lá, eu gostei. Bom jogo.
    Alguns games q eu realmente me esmerei pra fazer o máximo (e fiz) são a série God of War (oh, não diga, Hélio! rsrs), em q eu fechei todos no Very Hard, mas o GOW 2, por exemplo, me tomou umas 3 semanas pra passar do 1º tradutor e uns 4 dias pra passar do corredor antes da Clotho. :/ Mas eu não desisti e fechei.
    Outro jogo q eu me esmerei mesmo foi Final Fantasy XII, lembro q passei um mês (sim, vc não leu errado!) pra matar Yiazmat com seus 50 milhões de HP. Isso pq eu jogava 1 hora por dia e cansava da batalha e tinha q ir descansar. Mas fui até o final, matei todas as criaturas mais obscuras do jogo. Passei quase 200 horas me entretendo.
    No PS1, lembro q eu matei todo tipo de boss opcional de RPG, amo isso!
    Lembro qdo peguei meu primeiro JRPG, FFV, e fechei matando o Omega no nível 42, qdo o recomendável era no mínimo 75 pra essa batalha!
    Ah, saudade dessas coisas… Hoje em dia, me dedico ao hard com mais raridade, pois falta tempo, mas sempre q posso, eu mato a cobra e mostro o pau! xD

    • The Punisher
      27/10/2011

      Tu morreu foi naquele cara do Nunchaku?

      • Hélio
        27/10/2011

        Sim, senhor, saí matando geral, mas no cara do nunchaku, eu estava quase sem poções e ele me matou apelando com aquela técnica de dar porrada no chão. Mas ele vai ver, ele q me aguarde… hehe

        • The Punisher
          27/10/2011

          E olha que esse cara, o Murai, nem é exatamente um chefe é amigo de Hayabusa esse 1º capítulo é um treinamento pro que vem a seguir.

          • Hélio
            27/10/2011

            Pois é, eu fico bom nos games depois q já joguei. GOW é a mesma coisa, qdo comecei eu não passava da Hidra e hoje em dia eu owno ela de olhos fechados no very hard.

    • leandro(leon belmont) alves
      27/10/2011

      esse monstro que você falou em FFXII é cabuloso mesmo. parece que é a ultima sidequest do jogo, eu ia chegar a tentar matar ele, mas o meu irmão fez o “favor” de trocar um PS2 novinho por um Gamecube usado,só para jogar pokémon Colessium.

      POKÉMONS MALDITOS!!

      esse Yziamat realmente leva muito tempo para mata-lo. tanto que toda vez que nós damos uma descansada e voltamos para enfrenta-lo, ele não enche o HP.

      • Hélio
        27/10/2011

        Puxa, q pena cara, mas PS2 sempre é um bom negócio, acho q hoje em dia vc acha por 300 e poucos reais, eu se fosse vc comprava um, pois é um console com uma biblioteca quase infinita de games excelentes.
        E o Yiazmat é a hunt do FFXII mesmo, eu matei ele com nível 75 eu acho, mas recomendo upar mais pq não é nada mole, nas últimas 10 barras ele vira “o bicho” e ainda recupera energia se vc der mole e ficar saindo toda hora. Mas vale a pena, FFXII é um dos melhores RPGs q já joguei mesmo com uma história sem graça.

    • Juliano
      27/10/2011

      No FFV tu matou o ômega que é aquele robôzinho que se enxerga nas idas pra finalera do jogo? E no lv42? Deve ter um macete pra ele então porque ele era muito difícil.

      E o Shinryu em um dos últimos baús do jogo era o demônio, mas esse eu venci, 1 vez

      • Hélio
        27/10/2011

        Matei no lvl 42 sim, juro pra vc. :D
        O q eu fiz foi usar aquela habilidade X-Fight + X-Magic com a magia Bolt, isso me permitia usar Bolt umas dezenas de vezes num único turno!
        Aí ele foi pras cucuias. Duro foi conseguir 999 AP pra poder upar o Red Mage e conseguir X-Magic. Mas vlw a pena, muito show esse jogo. E parabéns por ter derrotado Shinryu, esse dragão é complicado mesmo, ainda derroto ele um dia.

    • Bruno Bourne
      29/10/2011

      o Yazmat foi o único hunt do FF12 que eu não consegui vencer :( ,além dos 50 milhões de hp a praga do bicho vai ficando mais dificil a cada vez que o jogo é salvo,se somar as 4 vezes que eu o enfrentei dá umas 8 horas ou mais e eu ainda não tava nem na metade da energia dele!!! Pra piorar não consegui pegar as armas e armaduras mais sinistras e isso tava dificultando mais ainda. Tipo: umas 3 ou 4 garradas dele me matavam e quando a dificuldade aumentou passei a morrer praticamente com 2 golpes!

  25. 26/10/2011

    Comigo aconteceu o contrário: Eu simplesmente não tenho e nem nunca tive saco pra Final Fantasy, Phantasy Star, Chrono trigger e tantos outros que o povo idolatra hehe. Eu amo Battletoads, mega man, ninja gaiden e outros assim. Tenho os finais todos gravado em vhs heheh

  26. Hélio
    26/10/2011

    Agora, a minha série preferida dos games (Metal Gear, duh! rsrs) é uma q eu infelizmente não tenho essa habilidade toda, jogo geralmente no Normal e só. Acho q é pq eu sou muito impulsivo jogando, gosto de partir pra cima, e isso, numa jogo de Stealth, é pedir pra se dar mal.

    • Bruno Bourne
      29/10/2011

      Metal Gear 3 eu viro no hard “tranquilo”,morro pacas mas não o suficiente pra me tirar do sério rs. Agora no extreme eu não passo nem do The Pain :( que diga-se de passagem é o boss que eu acho mais dificil nesse jogo.

  27. Hélio
    26/10/2011

    Qto a essa história de jogar no hard logo de cara, é absurdo. Primeiro aprendemos a jogar no Normal e depois q já sabemos como funciona o jogo, podemos alçar vôos mais arriscados. Querer começar direto no hard é como pedir a um iniciante de auto-escola q pilote uma Ferrari e seja campeão mundial!

    • 27/10/2011

      Eu jogo no nível mais difícil disponível logo de cara. Sabe como eu me acostumei com isso?

      Na época do Mega Drive e do SNES, tinha uma porrada de jogo que se você jogasse no Easy ou no Normal, você não tinha continuidade. Tinha um, por exemplo, que jogando no Easy você só jogava na primeira fase.

      Aí eu acostumei. Todo jogo que enfia na minha cara “QUAL A DIFICULDADE QUE VOCÊ QUER JOGAR?” eu sempre vou na mais difícil hehe

      • Hélio
        27/10/2011

        Eu evito e geralmente vou no Normal de primeira pq, muitas vezes, não dá pra passar de um game no hard sem conhecê-lo direito ou sem despender muito tempo tentando, o q às vezes nos faz desistir de games qdo não os conhecemos direito.

        • 27/10/2011

          Normalmente eu vou até o final na dificuldade mais difícil. Uma exceção foi o Doom 3, que chegou numa hora que eu não conseguia avançar de jeito algum no Nightmare, ai eu comecei de novo no Veteran… Aí depois eu peguei de novo e terminei no Nightmare.

          • Hélio
            27/10/2011

            Pois é, eu já me desanimo se não conhecer o jogo direito, primeiro eu termino no Normal e, aí sim, parto pros hards da vida.

          • leandro(leon belmont)alves
            27/10/2011

            já zerei o Quake 1 no modo pesadelo/Nightmare várias vezes,assim como Doom… para pc(pense numa apelação demoniaca) e eu queria muito jogar esse Doom 3.

  28. 26/10/2011

    Ah, sim, esse é um ponto interessante a se discutir!

    Comparado com alguns games que eu jogava na minha humilde infância, os jogos de hoje estão cada vez mais fáceis. Não, eu não peguei exatamente a era 8 e 16 bits – eu comecei a jogar games de verdade no 32 bits. Mas, mesmo no 32 bits as coisas eram mais complicadas, em alguns sentidos, dos que nos tempos modernos. E, quando jogo jogos ainda mais antigos, usando emuladores, aí eu conheço o que é um desafio!

    Podemos separar a dificuldade gamer de uma maneira mais ou menos assim:

    a) Pré-32 bits = A grande maioria dos games tinha um número limitado de vidas e de continues. Não tinha como mudar a dificuldade. Morreu, começa tudo de novo. Anote o password ao final das fases (quando dava) ou salva o jogo se puder (só para RPGs e platformers mais longos).

    b) 32 bits = 99% dos jogos usam memory cards. É possível escolher a dificuldade em boa parte dos jogos. Checkpoints se tornaram uma mania, e a maioria dos jogos possui vários. O número limitado de vidas e continues ainda existe, mas vai pouco a pouco caindo em desuso.

    c) 128 bits = A grande maioria dos games ainda oferece uma opção de seleção de dificuldades. Checkpoints e telas de save foram substituídos, em sua grande maioria, por saves automáticos. Limite de vidas e continues já nem existem mais, e são old school.

    Hoje a minha experiência gamer é mais automatizada. Começo a jogar um game torcendo para acabar logo com ele e ir pro próximo. Não sei se é a cada vez mais crescente leva de games das mais diferentes franquias, chegando a todo instante, que me faz ser assim. Mas só sei que parece que estou gostando menos dos jogos. Se morro mais que três vezes para um chefão, começo a xingar os produtores do jogo. Se morro e tenho de voltar quinze minutos no jogo, já acho ruim. Se eu descubro que perdi um item que não posso mais recuperar no futuro, fico p*** da vida. Eu reclamo: “poxa, porque esse jogo não tem logo um save automático de cinco em cinco minutos? Seria mais fácil!” e assim por diante.

    Enfim, estou me tornando mal acostumado, pessoalmente falando. Eu sinto que os jogos ficam mais desafiadores, as salas com cada vez mais inimigos, os chefes exigindo mais reflexo, mais coordenação e mais estratégias intricadas para se passar, mas, ao mesmo tempo, as novas tecnologias tornam tudo isso fácil demais. Está com dificuldades com aquele chefão do Final Fantasy XIII? Liga não. Se morrer, sempre poderá reiniciar na cara dele, do jeito que saiu, e tentar de novo. Não precisa nem dar Load Game e voltar até o carinha que te matou: o jogo faz isso por você.

    É claro que também não esculacho. Eu nem me lembro de quando foi a última vez que joguei um game no Easy. Só jogo do Normal pra cima, e geralmente, jogo o mesmo jogo no Hard e até no Extreme, quando há. Tenho amigos hardcore que começam o jogo logo no hard, por causa dos achievements (é sério!), e eles dizem que não conseguem “sentir graça” nos games jogando no normal. Eu fico irritado porque sei que eles fazem isso mesmo, e, quando eles fecham um jogo do tipo Dead Space, Batman: Arkham City ou Uncharted 2 pela primeira vez logo no Hard, eu fico pensando: “caramba, eu sou muito noob comparado a eles”.

    Enfim, eu acho que hoje os jogos são tão difíceis quanto os anteriores, só que os sistemas de economia de tempo (auto-saves, checkpoints segundo-a-segundo, opção retry quest e tal) estão nos deixando cada vez mais afobados para terminar logo o jogo. Nos tornamos (pelo menos eu me tornei) reclamão demais, e, quando tento jogar games ao estilo de Sonic 2 (o quê? Acabou as vidas? Gwaaahhh), sinto que me sinto pronto se os games voltarem a ser o que eram antes.

  29. CPR
    26/10/2011

    O primeiro DMC no hard é coisa do todo. Tem q ser insano pra zerar aquilo no hard e doido de pedra pra zerar no Dante Must Die.

  30. CPR
    26/10/2011

    Corrigindo o comentário aí de cima: coisa de doido, eu quis dizer =/

  31. The Punisher
    27/10/2011

    Eu não sou mal acostumado, tanto que concordei com um cara em um post anterior que os games de hoje em dia não tem tantos desafios quanto antigamente. Existem duas coisas hoje em dia, alguns jogos são curtos (ainda bem que não são a maioria) e outros são fáceis, agora quando juntam às duas coisas fica desculpe a expressão “uma bosta” não tem a mínima graça.
    Eu fazia isso de começar pelo easy há muito tempo atrás quando começou a aparecer isso de poder escolher a dificuldade, mas foi só até a geração SNES e Mega Drive, depois disso já começava pelo normal mesmo e só volto a jogar em nível mais avançado se realmente gostar muito jogo ou se não tiver outro game por terminar e/ou jogar.
    A série Ninja Gaiden sempre foi uma das mais difíceis, o Shinobi do PS2 é outro bem complicado a série Contra é mais uma isso sem citar vários e vários outros da época do NES que não vou dizer se não fico digitando o dia todo aqui.
    Agora, tem um, porém também, dependendo do jogo não é nem questão dele ser difícil e sim você ter paciência, pensar bem e bolar a melhor maneira de derrotar o inimigo e/ou passar por determinada situação no game, se prestarem bem atenção vão ver que muitos jogos são assim.

  32. leandro(leon belmont) alves
    27/10/2011

    eu vi o seu vídeo,Mestre Kenshiro.

    Castlevania,Ghost in Ghouls,Ninja Gaiden,Shinobi,contra,Ikagura são difíceis mesmo. mas, DMC 3? na dificuldade normal dá par levar numa boa o jogo. a não ser que você ponha no Dante Must Die,aí não tem como.

    • Hélio
      27/10/2011

      Sério, cara? Achei DMC3 uma das maiores pedreiras inventadas pelo homem, e olha q já joguei muito game “da velha guarda” como os citados no vídeo.

      • leandro(leon belmont)alves
        27/10/2011

        você também acha DMC 3 difícil,Hélio Snake??? tão de zuação certo?0__0

        • Hélio
          27/10/2011

          Sério, cara, acho q é pq não aprendi tão bem os comandos do jogo, mas pra mim, os inimigos realmente massacram com tudo no DMC3, e não sou só eu, esse jogo é considerado de forma geral um dos mais difíceis já feitos. Mas às vezes vc q é muito bom no jogo, por isso não encontra dificuldades. xD

          • Shinobi-kun
            27/10/2011

            Tá certo q DMC3 é complicadinho (só zerei no easy e no normal, mas foi mais pq meu play2 quebrou q qq outra coisa), mas um dos jogos mais dificeis? Aí tu enfraquece a amizade…
            Pra mi a unica coisa realmente dificil tem nome: Beowulf. Todos os mestres do game eu tenho plena capacidade de matar perdendo o minimoou nada de hp, mas ele é impossível ><

          • Hélio
            27/10/2011

            Bom, DMC3 é um jogo muito complicado, ele bate a dificuldade de muito game antigo, mas claro q a habilidade do jogador conta bastante, né? Tem gente q aprende mais rápido, sei lá…

  33. 27/10/2011

    Mudando um pouco o assunto, ontem eu joguei a segunda demo de Sonic Generations. Eu até falei isso no Twitter ontem, e realmente nunca achei que fosse dizer isso: a parte 3D, do “Modern Sonic”, está com a jogabilidade tão fluída quanto à do “Classic Sonic”. Deu até gosto de jogar o.O

  34. Baldo
    27/10/2011

    Opa, ótima notícia Massao!

    Aguardando ansiosamente por esse game (e jogando Unleashed enquanto ele não chega).

  35. CPR
    27/10/2011

    Fiquei com pena do controle xD essas coisas custam tão caro u.u

  36. Fabio Lizak
    27/10/2011

    Uma falando que é burra velha de 26 anos, a outra que é Highlander de 29 o outro que é o Ramirez porque vai fazer 32… E eu que me lembro do Telejogo então sou o… o… Ah, qualquer merda bem velha…

  37. Fabio Lizak
    27/10/2011

    O que o Bruno Massao falou há alguns trocentos comentários atrás expressa quase tudo que penso. Existem jogos que são difíceis de forma punitiva e existem jogos que desafiam o jogador. Eu também sempre jogo no Hard, ou em uma abaixo da hardest, Nightmare, Sací, Jiraya ou seja lá o nome que o jogo dá pra dificuldade suprema. Acho que é porque comecei com atari, depois passei pro master system e peguei essa fase de gamer ultra hardcore. Ou joga até o fim ou começa tudo de novo.

  38. xxx
    27/10/2011

    nintendinho é o rei de jogos bizarros e impossíveis.A série “contra” que o diga

    • leandro(leon belmont)alves
      27/10/2011

      assino embaixo xxx, e os jogos do Master System também não era brinquedo não.

  39. The Punisher
    27/10/2011

    Tem outra coisa também que não disse no meu comentário. Alguns dos jogos que são considerados difíceis podem ser batidos se você aprende tudo numa boa como, por exemplo, se esquivar saber qual e quando usar determinada arma, usar a defesa e contra-atacar logo em seguida e pincipalmente não ficar naquela “a vou morrer, tenho medo de morrer minha barra de HP tá baixa não vai dar pra passar” o negócio é partir pra cima do inimigo sem medo, claro que pensando em uma boa estratégia analisando e encontrando uma brecha, o ponto fraco do inimigo antes do ataque, se ficar nesse pensamento “com medinho” não passa mesmo.

  40. André
    27/10/2011

    Eu leio religiosamente o blog de vcs, embora não goste muito de comentar na internet (dont feed the trolls).
    Vcs não jogam multiplayer?
    Não vejo comentários sobre jogos competitivos, garanto para vcs que a dificuldade é 9 x maior que qualquer game com IA. Eu mal jogo jogos solo… claro que joguei vários rpgs solos (fallout, mass effect, DAO), mas simplesmente não é esperto como um oponente humano… Por que não tentam jogos competitivos (hon, dota, star, fps competitivos, mk9, SSF 4, etc) ?

  41. Erik
    27/10/2011

    QUEM TEM SACO PRA JOGAR NO HARD LOGO DE CARA?
    eu,rsrssr to encarando mgs 3 logo no hard,mas n faço isso pra ser o “fodão”,e sim pq eu acho que é mais desafiante,tipo sei q é dificil então logo penso”tenho q agir com cautela”passo horas analisando o cenário, buscando o melhor meio de pegar o cara por traz(uuuuui)até msm em jogos em q vc tem q meter a porrada eu costumo me esconder,ja faz um bom tempo q n jogo no nivel easy,tem jogo q realmente é impossível, re4 e dmc 3 n cosigo jogar no hard sem perder umas 50 vezes,mas varia de jogo em jogo,killzone do ps2 eu n gostei muito facil no nivel HARD (IA tosca),mas os antigos tem sua vez,contra 3 do snes foi o mais foda que eu ja joguei,morria direto,nem me lembro se cheguei a zerar, foi tenso,porem admito q n aera do ps1 eu usava gameshark rsrsrsrs, afinal ninguem é de ferro(virava super easy).
    mas é isso asi Clarice, concordo com vc,estmos mal acostumados,embora as veses uam partidinha no easy seja relaxante

    vlwww

  42. Gabriel
    27/10/2011

    É por isso que começo a jogar direto no hard, geralmente :P

  43. Fabio gomes
    27/10/2011

    pelo amor de Deus…o meu ps3 trava assim que eu coloco o cabo de rede…(desculpe nao sei se aki posso perguntar…) mas alguem sabe de alguma informação sobre como resolver isso?
    ja tentei de tudo..formatar, recovery, formatação total…putz sete horas esperando pra nada…se alguem puder me ajudar ficarei eternamente agradecido.

    • The Punisher
      27/10/2011

      Cara tu até me deu uma ideia de sugestão para as Girls.
      O que as Girls achariam de um post permanente de ajuda aos gamers?
      Ou algo do tipo não daria certo aqui no blog?

      Voltando a sua dúvida, isso só acontece quando conecta o cabo?

      • Fabio gomes
        28/10/2011

        cara isso mesmo é só colocar o cabo e ele trava geral…

    • Fabio gomes
      28/10/2011

      puxa bebs vlw mesmo…mas eu ja fiz tudo isso e nada…acho que vou abrir o ps3 pra dar uma olhada por dentro, não queria fazer isso, mas vou ter que operar o bicho rsrs, mas vlw mesmo pela atenção, alias sou fã de vcs!!! vlw.

  44. Fabão
    27/10/2011

    jogo mais difícil do mundo é o fodástico IWBTG! da qual não consegui passar da 1ª fase, mas procure por videos no youtube

    • leandro(leon belmont) alves
      27/10/2011

      IWBTG?????????????????????????????????????

      que p@!$!@# de jogo é esse com um nome tão estranho?

      • 28/10/2011

        “I Wanna Be The Guy!”. É um jogo 8-bit independente… Um dos apelidos do jogo é “8-bit masochism”. :)

  45. Matheus
    27/10/2011

    Eu jogo a maioria dos jogos no normal, e se o jogo é fácil eu jogo no hard, mas eu nunca jogo no Very Ultra Hard Pro Impossible Filadaputa. Eu gosto de um desafio, mas não como antigamente onde tudo era feito para te enganar e te matar. Um bom exemplo de dificuldade é o Saints Row 2 no hard: O jogo começa normal e vai ficando cada vez mais difícil, porem para continuar a história principal é necessário fazer “sidequests” que te dão benéficos como mira melhor, mais resistência, correr por mais tempo, mais armas e dano maior. Aqueles que só fazem o necessário para continuar o jogo sentiram muita dificuldade em certas partes, no entanto os que aproveitam o jogo inteiro iram terminar o jogo com mais facilidade.

  46. Lipe!
    27/10/2011

    sim.
    as pessoas estão mal acostumadas…elas olham pra isso agora:
    gráficos>>>>>resto
    eu olho o conjunto da obra e meu estado de espírito.
    simples assim…

  47. Murilo
    27/10/2011

    tem muitos comentários aqui, não dá pra ler todos, mas acima citaram alguns jogos cabulosos: DMC tbm acho complicado, a série Contra do Nintendinho era pedreirona também ! e falando em nintendinho alguém conhece o jogo Journey to Sillius ? meu…quando eu era pequeno, fui na casa de um amigo do meu irmão que tinha alugado… joguei um pouco e até hoje nunca mais esqueci do jogo ( na verdade da música dele ) até que encontrei a rom… rsrs… esse tbm é osso chegar no final…
    Yie Ar Kung Fu quando você morria tinha que começar tudo de novo…e muitos outros! os jogos antes eram divertidos, mas embora o desafio fosse bem alto, eu não sei pq, mas naquela época era mais gostoso jogar…eu tbm tinha mais saco e paciência pra jogar antigamente…
    hoje em dia, não sei o que acontece… muitos jogos atuais nem me dou ao trabalho de chegar até o final…

  48. Full Moon
    28/10/2011

    Eu acho que jogos de RPG tinham que ficar mais faceis de jogar… Eu tenho três jogos originais de RPG, Final Fantasy X, Final Fantasy X-2 e Final Fantasy XIII… não consegui zerar nenhum deles… kkkkkkkkk Até Kingdom Hearts II me estressei um pokinho rsrs
    Só chego até a metade do caminho depois disso não consigo passar conheço varios jogos de RPG, conheço a história de quase todos mas tenho dificuldade na hora de jogar. De mexer com itens, por isso não sei se vou comprar Final Fantasy XIII-2 a Square Enix garante que vai ter modo: EASY e eu espero que tenha porque se não eu não vou jogar…
    Depois assisto as cenas na internet. Mas não vou pagar caro por um jogo que me estressa e que não consigo terminar, isso é revoltante. E acho que Square só percebeu isso agora pra acrescentar um modo EASY.
    Porque existe um publico consumidor que não é expert em RPG, tem gente que quer curtir um jogo, acompanhar uma história legal sem ter que quebrar a cabeça demais pra isso (eese é meu caso)
    Então acho que ficar criando jogos mais dificeis afasta o publico e o principal não diverte o publico. Esse é o caso dos japoneses com relação a RPG. Um jogo deveria ser um lazer e não algo que estressa e que põe a gente nervoso. AMO Final Fantasy mas tem horas que parece que vou surtar !! A dificuldade é muiito grande, mas o que posso fazer ?? eu gosto de jogos com histórias legais o que é o caso de Final Fantasy. Mas o nivel de dificuldade tem que baixar ou ter um “modo fácil” pro publico mais casual. Pra aquele publico que não é hardcore. Resumindo nem todo mundo leva jeito com certos jogos de videogame e as empresas tem que se lembrar disso.

    • CPR
      28/10/2011

      Caramba, cara, vc achou o FF X tão difícil assim? Pessoalmente, eu achei o jogo bem fácil. A maior dificuldade mesmo é a monster arena e pegar as celestial weapons, mas o jogo principal mesmo não é difícil (tirando um ou outro chefe q exige um pouco mais de estratégia). Dá pra zerar em 50 horas, 70 horas no máximo.

  49. leandro(leon belmont) alves
    28/10/2011

    FFXIII: divino,soberbo!!
    Lightning: Deusa mór,fodástica,totosa!!
    Summons transformers: revolucionário!!

    e o resto é resto XD

  50. 28/10/2011

    Eitaaa, pior de tudo é que me identifiquei total com seu artigo… D:
    Vou até tentar ter paciência com o Dark Souls

  51. Lu Gimenez
    28/10/2011

    eu nun tenhu esse problema com jogos dificeis,axo q só morri mtas vezes em jogo na ultima missão terran do Starcraft 1 tirando isso eu até parei d jogar o ninja gaiden 2(q por acaso eu me lembrei q é d um amigo meu e eu nun devolvi ainda) pq axei o jogo facil e enjoativo,só tem q fika apertanu os mesmos botões,esse dark souls eu qro jogar,ainda nun joguei pq infelizmente meu xbox é pirata e precisa atualizar o destravamento pra jogar (+ ja to fazendo planos d pegar um xbox original agora no fim do ano,por isso q ainda nun atualizei o destravamento do pirata) + pelo oq joguei do dark souls na casa d um amigo ele é bem dificil(oq me deixa loko pra jogar!!)

  52. 28/10/2011

    Ora se estamos, mas acredito que a culpa é das produtoras, que não reservam grandes surpresas para quem encara um “Hard Mode”.

    Pega god of war 3 por exemplo, ridiculamente fácil!

    Querem ver dificuldade? encarem um Espagaluda no 360! só vê o verdadeiro final se zerar 2 vezes sem perder um continue!

  53. leandro(leon belmont) alves
    28/10/2011

    dessa geração sou mais o Super Meat Boy

  54. Lucas (Mangá)
    28/10/2011

    aii Clá to muitoo p#$@&!! com DA 2 to jogando pela 2 vez no modo fodalhão e não passo de uma parte q simplesmente ficouu 21635162 bilhões de vezes mias foda … aii tiro o DA 2 e coloco GoW 3 só pra relaxar ;D

  55. Fabão
    28/10/2011

    Super Meat Boy tb é foda, mas ele tem uma vantagem, como as fases são muito curtas fica muito mais tranquilo de zerar, se não consegue passar de uma certa fase, é so dar um tempo, esfriar a cachola e tentar de novo mais tarde, 2 minutos jogando SMB as vezes pode parecer uma eternidade

  56. Lotus Eater
    28/10/2011

    Tem dois detalhes que, creio eu, influenciam mais no nosso nível de badassery que os jogos em si, que são tempo pra jogar (sempre) e preferência de estilo.
    Quando podíamos enraizar na frente de um SNES por umas 30 horas no fim de semana, ou umas 5 horas depois da escola, ninguém precisava de save mesmo. Mas e hoje que temos relatórios, família, vida social, prazos, ya know, vida? Aquelas 2 horinhas depois do trabalho agradecem saves no menu de pausa, a qualquer hora. Demora mais pra “pegar” o jogo, automatizar os comandos na mão e mandar ver mesmo.

    E preferência de estilo vai, evidentemente, te fazer mais eficiente em uns que em outros, especialmente com uns 20 anos de jogatina nas costas.
    Eu sempre fui fanaticamente parcial a RPGs e Ação (de exploração e plataforma, tipo Tomb Raider, Okami, Donkey Kong) e costumo passar longe de esportes e tiro, então quando peguei Uncharted (pela propaganda deveras enganosa de ser muy parecido com Tomb Raider), muito me ferrei, pois é uma chuva de balas atrá da outra. No Easy, empaquei na metade e por aí ficou. Se eu não passei em 30 tentativas, foda-se, viu? =P E nem vou comentar Red Dead Redemption…

    No passo, eu fecho RPGs dormindo. Há anos que não jogo um RPG que ache desafiador (o último foi FF Tactics). Eu achei Valkyrie Profile cansativo, mas não difícil. Os FF numerados estão ficando progressivamente mais açucarados em dificuldade desde o VII, o IX só é legal com desafio auto-imposto (só magia ou sem magia, só Zidane, etc.).
    Eu só não terminei o X e o X-2 porque os achei entediantes e queria matar os protagonistas =P

    Mas concordo que as produtoras estão preguiçosas com a dificuldade hoje em dia, mas mais no sentido da curva de experiência. Eu pelo menos sinto que até a era 16bits a maioria dos jogos era mais fácil de aprender, mas não mais fácil de fechar. Hoje parece que que se você se der bem no começo vai bem até o fim, e se não… paciência, já que a gradação de dificuldade costuma só mudar a proporção dano recebido/ energia perdida.
    Acho isso bem explícito, por exemplo, nos Resident Evil (até o CODE: Veronica, pelo menos, que foi até onde eu joguei a série). Os jogos já começam, independentemente da dificuldade, com o mesmo nível de desafios que terão pelo jogo todo (clusters de zumbis, monstros grandes…), se você conseguir se virar no começo, tá sossegado, depois só melhora (quem realmente se preocupa com um Tyrant com um lança-granadas na mão?).

  57. Bruno Bourne
    29/10/2011

    Não é só o “mal costume” que não nos permite ter paciência pra jogos difíceis hoje em dia na minha opinião e sim o excesso de coisas pra ver/fazer/jogar/whatever. Se compararmos a nossa “agenda” de hoje com a de uma criança dos anos 80 ou 90 veremos que naquela época virávamos os jogos simplesmente por não ter nada de mais interessante pra fazer rs. Pelo menos é o que acontecia comigo.

  58. 30/10/2011

    sao os jogos dificeis que acabam nos prendendo mais….

    to adorando dark souls justamente pq ele é dificil, se ele nao tivesse aquele grau todo de dificuldade eu acho que ja teria zerado e ele taria encostado aqui…

    é muito raro no mundo atual ter algum jogo que leve mais de 10h pra fechar…

  59. Soldado Rock
    30/10/2011

    Tentei termimar o Call of Duty no nível veteran, desisti e olha que tentei muitas vezes, o Gears 2 foram alguns meses até terminar no nível mais dificíl, o Gears 1 o tal do general RAAM é impossível, no play 2 levei um ano até terminar o God of War na dificuldade máxima.

    Ou seja alguns games tu consegue zerar no modo mais apelão, mas outros não tem jeito.

    O que não pode é o video-game ficar como compromisso, não consegue passar? Tenta algumas vezes, e se isso não adiantar larga o game e joga outra coisa, dê um tempo e tente de novo, talvez uma hora dessas eu enfrente o general RAAM de novo.

  60. Roberto Vasconcelos
    30/10/2011

    Não mal acostumados, mas apenas… maduros, creio, Clá. Convenhamos, o tempo que tínhamos disponíveis quando crianças era bem mais generoso que agora quando adultos. Pra tanto, a minha última empreitada em algo que eu considero realmente hardcore foi vencer o desafio de enfrentar o Gigabowser, Ganondorf e Mewtwo em Smash Bros. Melee. Depois ainda fiz algumas proezas, como todos os Time Attacks do Shadow of the Colossus (em todas as dificuldades), mas não chegou nem perto de ser realmente difícil pra mim, no entanto. E isso há cerca de uns seis anos atrás. Hoje, não tenho mesmo muita disposição pra me frustar com os jogos, afinal, não tem mais aquela questão de “superação pessoal” através deles, já que, na vida adulta, convenhamos, tem tantas coisas mais prioritárias do que ser o fodão em algum jogo… A não ser pra quem vive disso. Mas enfim, minha opinião. Cheers!

  61. Fabiot
    31/10/2011

    Adorei Demon’s Souls. Morri incessantemente na primeira vez que joguei, mas depois que peguei a manha, ficou bem mais fácil, “zerei” o mesmo morrendo pouquíssimas vezes e a maioria delas foi por burrice minha(sabe quando você fica revoltado consigo mesmo?).
    Eu acho que eu nunca comecei um jogo no easy, gosto de desafios, apesar de ser um pouco frustrante as vezes.
    Quando eu repito um jogo que já “zerei” na dificuldade padrão, sempre jogo na dificuldade superior, geralmente “hard”. Faço isso normalmente quando sai sequência de um jogo. Por exemplo: quando saiu God of War 3, “zerei” o primeiro e o segundo no “hard”(“tytan”), mas no terceiro, apanhei tanto no “titan” que perdi a paciência.
    Tô aguardando meu Dark Souls que chegará dia 1/11(amanhã), diretamente de Portugal, junto com Portal 2.
    Falando nisso, também “pré-comprei” o Uncharted 3 e recomecei a jogar o primeiro no “hard”, tô quase no fim, depois vou partir pro 2. Adoro relembrar a estória.
    Meu PS3 vai bombar, nunca adquiri tanto jogo novo em tão pouco tempo.
    Resistance 3, Dark Souls, Portal 2 e Uncharted 3. Ainda estou de olho em Sonic Generations, que parece estar muito bom(um ode aos Sonic’s clássicos, um valor nostálgico absurdo, e ainda tem 3D) e, com certeza, o meu top aguardado: TES V: Skyrim; a cada vídeo que vejo dele, fico mais ansioso.
    Fugi bastante do assunto, mas tudo bem !!
    Viva à Old School !

    • Hélio
      31/10/2011

      Só uma observação, amigo: o Totan é o very hard do GOW 2 e o Hard do GOW 3. No GOW 1 não existe essa dificuldade, só Mortal, Spartan, Hero e God. ;)

      • Hélio
        31/10/2011

        *Titan, eu quis dizer.

        • Fabiot
          31/10/2011

          Tudo bem, o importante é passar a idéia :)
          Obrigado pela correção.

  62. 31/10/2011

    Oi Clarice,

    É vou te dizer que você captou o que vivo falando pra galera, todo mundo reclama demais da dificuldade, é tão fácil hoje escolher o easy e zerar o jogo que ninguém mais pensa o quão divertido era um castlevania ou o golden axe III (esse era punk)…
    Estamos mal acostumados por nossa culpa e nos divertimos as vezes melhor quando é mais fácil mas isso não deveria nos limitar a jogos bons….

    Eu joguei Ninja Gaiden 2 e só não terminei por falta de tempo e porque o xbox apagou meu save quando queimou 3 RL, mas eu recomendo não desistir desses jogos ELES VALEM A PENA!!!!

    Bjos pra você e pras meninas

  63. 31/10/2011

    Não estamos ficando mal acostumados, nos já somos.
    Bom, pelo menos não eu. Todos os jogos que eu pego pra jogar (inclusive joguinhos em flash bestas que se encontra pela net) eu sempre escolho o modo Very Hard do mal, se for difícil pra burro do tipo que vai me tirar horas pra passar do level 5 ou da primeira/segunda fase, aí eu diminuo pra Hard…
    Faço isso desde 2000 e poucos (desde o jogo do Spawn que saiu pra PS2 e que é um lixo, mas que no Hard eu não passava da terceira fase. xD).

    Não que eu seja um hardcore gamer, mas é que eu realmente AMO jogos hardcore mesmo, por mais que só me foda neles. =)

    Ótima matéria como sempre Clá! ;*

  64. Fabiot
    31/10/2011

    Acabei de zerar o Uncharted: Drake’s Fortune no “difícil”, muito bom.
    Faltam só 7 troféus, 5 são fáceis de pegar e um dos outros 2 é zerar no modo mais difícil. Daqui a alguns meses eu faço isso.

  65. 01/11/2011

    Sabe o que é pior? Hoje em dia você nem pode se gabar como antigamente que zerou algum jogo. Antes você se sentia “O Cara”, hoje, se você afirma isso, te olham com desdém como se o jogo fosse absurdamente ruim e você foi idiota por ter perdido seu tempo zerando ele.

    • Fabiot
      01/11/2011

      Concordo, mas acho o que realmente importa é se você teve bons momentos jogando(qualquer jogo que seja, fácil ou difícil). O importante é se divertir.

    • CPR
      01/11/2011

      Eu não acho que dificuldade seja essencial pra um jogo ser bom. Como a galera aí de cima falou, tem jogo que é difícil de tão ruim que é. A dificuldade, se muito, pode ajudar a tornar o jogo mais interessante. Pelo menos é o q eu acho Flws

  66. Guto Collares
    03/11/2011

    Claro que está todo mundo “mal acostumado” – caso se leve em conta o padrão dos games de antigamente;

    É justamente POR ISSO que Dark Souls e Demon´s Souls fazem um enorme sucesso: eles são um retorno triunfal às origens do HardCore Gamer.

    Mas, desejar uma dificuldade maior nos games de hoje é nadar contra a maré. Faz parte do impulso natural da indústria tornar os produtos mais acessíveis (o que pro meu gosto pessoal é algo lamentável, mas eu compreendo).

    Nem mesmo a FROM SOFTWARE (Dark Souls) deseja mudar o games em geral pra um patamar “mais difícil”, afinal, se todos fossem assim, Dark Souls, Demon´s Souls e outros perderiam o seu “charme” diferencial, de serem um p#$$@ escr%t@.

  67. @bielnb
    04/11/2011

    Na comunidade “Playstation 2” (cujo dono é o SUper-Homem) no orkut (sim, ele vive!) rolou um debate sobre isso a um tempo atrás… Acho que o nome do tópico era “Os jogadores estão ficando burros” ou algo assim…

  68. Fabiot
    06/11/2011

    Meu Dark Souls chegou :)
    Já estou jogando. Muito bom, principalmente quem é fã de RPG estilo D&D e gosta de um bom desafio.
    Mas pra quem não jogou Demon’s Souls aconselho começar por ele primeiro até pegar as manhas.

  69. 23/12/2011

    Bom eu tenho uma dica pra as pessoas que tentam zerar os games nos níveis mais altos não fuciona cm todo mundo pq nem todo mundo é tao bom de jogo não é msm?
    bom é so vc escolher uma playlist imença com todas as musicas que vc gosta colocar pra tocar por o jogo relaxar na cadeira e manda porrada pra cima xD
    se nao funcionar axo que vc é muito ruim msm zerei good of war 1 e 2 no nível máximo (God e Titan) com a musica me ajudando sempre
    axo que se for jogar sem a musica nao passo nem do primeiro mestre do 2 (Estatua)
    bom é isso tenta aí e ve se consegue passar xD

  70. Marcelo
    27/12/2011

    Sou dos que sente falta de jogos dificeis. Ultimamente a única coisa que lhe impede de zerar um jogo é o simples fato de ter que percorrer o caminho. Foi-se o tempo em que você enloquecia para passar de uma parte e mesmo assim não conseguir, voltar pro começo e meter lenha até chegar na mesma parte.
    Battletoads do SNES putZ que jogo dificil de uma [email protected] dps da fase das motos (onde vc perde todas as vidas) ainda vem a fase das cobras&espinhos FOD@ demais, nunca consegui zerar esse jogo =////.

    Na verdada além de a indústria ter-se voltado mais para os jogadores “casuais” temos tanta outras coisas pra fzr que acabamos sem “tempo” pra apreciar o simples momento de estar jogando

  71. Tiago
    22/01/2012

    Acho que é isso, com essa nova geração de jogos em que facilita nossas vidas e cheios de salves, deixou-nos muito mal-acostumados. Lembro que na minha infancia o jogo quanto mais dificil fosse mais eu queria terminar e hj se eu morrer em um lider mais de 3 vezes ja penso em desistir. Acho que tbm na epoca o desafio era maior, pq tinha a mãe de um lado enchendo e no meu caso que ñ tive nem um console na infacia eu tinha que me virar com os trocados pra jogar na locadora, o que era um desafio tbm devido ao pouco tempo. Apesar de tudo foram bons tempos.kkkk

  72. Jessica
    20/04/2013

    Apesar deu amar video game eu sou noob desde criança, e coisa mt dificil nao me diverte, então n tenho vergonha nehnuma em falar q eu só jogo no easy e no normal =)

  73. Mauricio
    22/11/2014

    Tive uma fase que queria provar a mim mesmo e para outros que não existia nada que eu não podia lidar, eu era o extremo dos extremos Hardcore Gamer que jogava tudo no nível extremo de cara. Jogo em níveis extremo há 13 anos, comecei aos meus 12 anos minha jornada em torna-se o melhor jogador. Mas isto começou em uma fase que eu desconhecia o mundo doentio gamer que alguns conseguia alcançar o extremo de um jogo. Apesar que hoje não tenho dificuldade alguma em lidar com níveis extremo de cara dos jogos, eu considero o níveis que muitos acham absurdo hoje, nada comparáveis na época que não tinha checkpoint e lhe obrigava a gasta muito dinheiro ou paciência para concluir um jogo. Só me sinto realmente muito só por até hoje nunca ter encontrado outro jogador que joga tudo no último nível de dificuldade, porque sinceramente, é falta de costume com o nível. Estou jogando atualmente Dragon Age Inquisition no nível pesadelo de cara, primeiro boss foi sofrido, tive que resetar 3 vezes e perdi 8 horas tentando matar, mas matei. Qual foi minha dificuldade? A jogabilidade pra mim é totalmente nova, porque nunca joguei Dragon Age antes, e também nunca cheguei jogar alguns Final Fantasy que teve a mesma jogabilidade que me lembro. O que aconteceu pós matá-lo este boss do Dragon Age Inquisition? Eu reinicie meu jogo pela quarta vez para tentar pela segunda vez matar o mesmo boss, dó que desta vez sem sofrer… E foi exatamente como pensei, eu só precisava me acostumar com a jogabilidade, foi uma moleza matar pela segunda vez, o jogo inteiro esta super fácil porque jogo ele como eu jogo em qualquer jogo no nível extremo, a única diferença é a jogabilidade que faz ou não o jogo ser mais dificil que o outro. Dark Souls é um exemplo, a jogabilidade é super dura, mas sem dúvida o RPG mais fantástico no quesito em pontos detalhados da estatística do personagem.

    PS: Eu sou Hardcore Gamer Extremista, mas jogo somente pela pura diversão que é a obra completa: Enredo, jogabilidade, efeito visuais e sentimento da atmosfera acrescentado pelo níveis extremos. Mas não jogo para provar a ninguém que sou capaz, deixei isto de lado a muitoooooo tempo depois que tentei desafiar alguns insanos que já competiram em campeonatos. Jogo em níveis extremo pela pura diversão e equilíbrio do REAL NÍVEL NORMAL QUE O JOGO DEVERIA TER DESTE O INICIO. Quem ai é parecido comigo, me adiciona na Steam, será muito bacana conhecer outros que jogam deste jeito: Shakaw Hustly

Crie uma conta no gravatar.com para colocar sua foto nos comentários.

Sempre que comentar em algum blog com o email cadastrado, aparecerá sua imagem.