O sucessor do PS3 vem aí olê olê olá

Tags: Orbis, PlayStation 3, PlayStation 4

Hoje saiu um post no Kotaku falando sobre um assunto que os nossos leitores Mãe Dináh adoram: o sucessor do PlayStation 3. Não, ele não foi anunciado oficialmente e o Kotaku reforça que nenhuma das informações divulgadas são oficiais, porém elas vêm de uma fonte muito confiável que já dedurou informações corretas no passado sobre outros assuntos.

O Kotaku também procurou a Sony para comentar sobre as informações, porém a empresa possui uma política de não comentar rumores e especulações.

NOME: Todo mundo que gostaria de ver um PlayStation 4 vai se decepcionar. O codinome do futuro console da Sony é Orbis. Leiam o post do Kotaku porque eles formulam uma teoria do motivo da escolha deste nome – apesar de eu não achar “Orbis” parecido com “Four”.

LANÇAMENTO: Quem aí chutou 2013? O lançamento do Orbis está previsto para o quarto trimestre de 2013, na época do Natal. Segundo a fonte do Kotaku, “desenvolvedores selecionados” já possuem kits de desenvolvimento para o Orbis desde o começo deste ano, inclusive novas versões revisadas dos kits teriam circulado durante a GDC.

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS: O console terá processador AMD x64 e Chip gráfico (GPU) AMD (Southem Islands). Isso significa que a GPU do Orbis, em teoria, seria capaz de rodar jogos de 4096×2160, além de rodar jogos em 3D em 1080p.

RETROCOMPATIBILIDADE: Non ecxistirá. Quando o PlayStation 3 foi lançado em 2006 (você não lembrava que fazia tanto tempo, hein) ele era compatível com jogos de PlayStation 2. Aos poucos estes modelos foram deixados de ser fabricados e se tornando cada vez mais raros. O Orbis não vai ter nenhuma leva de consoles que rodam jogos de PlayStation 3.

JOGOS USADOS: O Orbis terá um sistema contra o uso de jogos usados. TODOS os jogos para o novo console estarão a venda tanto em Blu-Ray quanto via download na PSN. Caso o jogador opte pela compra em disco, o jogo terá que ser ligado a uma única conta da PSN. Ou seja, você terá que registrar o seu jogo na PSN para jogar, então é necessário ficar online, o que impossibilita o jogador de comprar o jogo e ficar offline.

Depois desse processo, o jogo pode ser salvo inteiro no HD ou ser armazenado como um jogo “comprado” no seu histórico para voltar a ser baixado gratuitamente quando você quiser.

O jogador que quiser trocar ou se desfazer do seu jogo terá que explicar ao novo dono algumas limitações. O jogo que já foi registrado a uma conta da PSN só vai rodar um pedaço do jogo em outra máquina, como se fosse uma espécie de “trial” ou “demo”. O novo dono teria que pagar para destravar o jogo completo e, por consequência, registrar o jogo na sua própria conta da PSN [Essa informação é uma especulação, já que a fonte não deu maiores detalhes sobre este assunto em particular].

Estaria aí a solução para o fim dos passes online?

Lembrando que NENHUMA dessas informações foi confirmada pela Sony.

Para ler o artigo do Kotaku na íntegra é só clicar aqui

Carla Rodrigues
Share on Tumblr
Feed do Post
67 Comentários em "O sucessor do PS3 vem aí olê olê olá"
  1. Vivi Werneck
    28/03/2012

    “O Orbis não vai ter nenhuma leva de consoles que rodam jogos de PlayStation 3.”

    Mas que cocô… O pior é que até os meros mortais (vulgo eu) terem grana para comprar o tal do “Orbis” o mundo já acabou! rs XD

    • Litargo
      28/03/2012

      Eu pobretão aqui ainda luto com a possibilidade de comprar um ps3 T.T

    • DiEg0w
      28/03/2012

      Pode crer. Meu, acho ridiculo não poder comprar o jogo usado… Meu… ter q pagar pra desbloquear é foda, e se eu pegar o game emprestado de um amigo? tenho q pagar pra jogar? ai quando eu devolver pro meu amigo ele vai ter q pagar de novo? RIDICULOOOO. Vou ficar com meu ps3 e meu xbox 360 mesmo q ganho mais (eu acho ^^)

  2. Makoto
    28/03/2012

    É tanta coisa ruim nesse “novo console” que não sei nem por onde começar…
    Estou desistindo dessa industria, ser gamer está uma merda com o passar do tempo…
    Tá osso.

  3. J.Fernando
    28/03/2012

    Bem, como diz a matéria, é só um codenome. A sony não vai mudar o nome do console agora. O Máximo que ela pode fazer é chama-lo apenas de Playstation, assim dando um nome universal ao produto.
    Se esse lance da retrocompatibilidade for verdadeiro, já não compro o video-game. Sério. Por isso sou mais PC-gamer do que qualquer outra coisa, preso muito por ter a minha biblioteca de jogos sempre disponível. Jogos de console tendem a envelhecer rápido justamente por isso. Enquanto isso os jogos de PC são praticamente eternos.
    Não aposto que o console vá rodar jogos em quad-hd. Fico com os 1080p. Pelo mesmo motivo do ps3 vir somente HD: Na altura do lançamento havia poucas tvs com o fullhd, a base era pequena e etc. Vai ser o mesmo daqui a 2 anos, tvs com esse tipo de resolução só vão estar por aí, segundo a samgung e a própria sony, quando o AMOLED estiver pronto para o comércio geral, daqui a 4 anos.

    • Carla Rodrigues
      28/03/2012

      É muita areia pro caminhão de qualquer televisão atual

  4. Vinicius
    28/03/2012

    Vish, Mais já? e a Microsoft não vai se pronunciar a essa noticia…hmm..

  5. @d0ugl4spimentel
    28/03/2012

    Acho uma sacanagem a sony fazer isso =/. tomara que não levem a sério essa historia de não poder utilizar jogos usados.Tomara que a microsoft não tenha também essa ideia cretina.Vai entender né x.x?

    • Hélio
      28/03/2012

      Já teve. A MS foi uma das primeiras a se pronunciar contra o comércio de jogos usados no seu próximo Xbox.

      • @d0ugl4spimentel
        28/03/2012

        pensando em um futuro distante se o xbox novo ou playstation 4 sairem la para 2015,2014. whatever…teriamos que mexer os pauzinhos agora para baratear os jogos originals por que senão, quando iremos comprar jogos iguals dos colegas? se depender da situação de nosso país quase nunca.e se formos comprar só futuramente, para mim isso não é problema eu sou um sujeito que espera o jogo ficar mais barato ai depois eu compro, mas para os jogadores mais Hardcore…será uma pedra no sapato talvez. mas isso é só uma suposição…vamos ver o que que da né minha gente….

  6. Hélio
    28/03/2012

    Bom, o barramento de usados provavelmente será tendência mesmo. É possível q Xbox 720 (Durango) e WiiU façam isso tbm.
    Esse nome (Orbis) pode ser só um nome conceitual, assim como Ultra 64 e NGP. Acredito sim q PS4 seja um possível nome.
    Qto às capacidades técnicas, não duvido nem um pouco. Qdo o PS3 foi lançado, TVs HD ainda eram artigo de luxo. Mesmo assim, ele já vinha com capacidade para rodar jogos a 720p nativos e 1080p através de upscaling na maioria dos jogos.
    A Sony deve estar apostando q, dentro de alguns anos, TVs novas com resoluções maiores apareçam no mercado. Vejam q o novo Ipad 3 (portátil) já roda acima de 1080p – se bem me lembro. E vai sair uma nova TV de Oled por 8 mil dólares, estava no Kotaku Brasil hoje. Imagino q tbm tenha suporte a novas tecnologias incluindo mais resolução.
    Essa questão da retrocompatibilidade é melhor ser cortada logo pq barateia o console, não confunde os consumidores com funções q depois terão de ser capadas pra cortar custos, etc. Claro q isso tbm é esperteza da Sony: eles provavelmente querem vender versões remixadas de jogos de PS3 no PS4. Mas acho q esse caminho de mercenarismo é meio inevitável (vide os DLCs), então é melhor não iludirem os consumidores prometendo mil funções pra depois entregar menos do q o esperado.
    No mais, eu terei q ver qual console comprarei na próxima geração, mas já sei q,s e anunciarem novos Metal Gear, God of War, entre outras séries q adoro como exclusivos, irei de PS4.

    • Lucas
      28/03/2012

      É o jeito Hélio.
      Também não abro mão dos exclusivos!

  7. EltonBM
    28/03/2012

    Não pensem que existe muito absurdo ali não. Isso também se passa na cabeça da MS para a nova geração do Xcaixa. Seria a fusão perfeita, e sabem quem já tem um sistema bem semelhante de distribuição de jogos? A Steam, que por acaso disse que tinha grandes planos para a Sony.
    Por enquanto meu PS2 ainda está firme e forte, e espero mantê-lo assim, já que dificilmente vou comprar o PS3.

  8. Profeta
    28/03/2012

    Se esses rumores de possíveis travas ( tanto do Orbis ( Mussum feelings:Orbis, cacilds ) quanto do Durango ) se confirmarem, prevejo um vitorioso épico nessa nova geração, WiiU, alem de gráficos 50% superiores aos atuais, um controle inovador, jogos “hardcore” junto dos “casuais”, lembrando, não sou Nintendista, se fosse para ser fanboy de algo, eu seria da SEGA, mas creio muito que essa nova geração, também será vencida pela Nintendo.

  9. 28/03/2012

    Escrevam em uma pedra o que estou dizendo(MÃE DINAH COM A BARRA DE POWER NO MÁXIMO): A nova geração será o começo do fim, eles vão matar a indústria com essa história de ter que ficar online para jogar (o novo da Microshot supostamente também terá esse “recurso”) e limitar os usados. O declínio das vendas já está aí a tempos e cada vez mais, jogadores compram tablets e celulares potentes, deixando a jogatina “séria” para pcs. Ta certo que são rumores, mas onde tem fumaça, há fogo.

  10. Lucas
    28/03/2012

    Vão se cagar!
    Sem mais!

  11. leandro(leon belmont)alves
    28/03/2012

    ué, não ia ser PS4? seria mais legal do que Orbis. e essa noticia já esta bombando no Twit desde manhã… que Karma!! só consigo comprar os consoles da hora quando já estão quase no fim….

    ser pobre é dose…

    • Lucas
      28/03/2012

      Pobre e gamer é dose…
      Sempre vendi um game pra juntar mais ums pilas e comprar
      outro,foi assim desde minha iniciação.
      Dessa vez meu ps3 fica comigo,pode crê!

  12. ScorpionKing
    28/03/2012

    Se a sony e a MS confirmarem isso eu vendo meu ps3 e meus jogos e incremento meu PC ou compro um novo varado!! e serei feliz, nao participarei dessa sacanagem da industria de video games de bloquear jogos usados, nem que os proximos consoles tenham milhares de funções ou milhares de jogos exclusivos; pra mim esssas industrias precisam é de mais criatividade e sair da mesmice(as vezes a mesmice é inevitavel por causa de preferencias dos consumidores FPS,FPS, call of duty, jogo de tiro, jogode tiro, call of duty, jogo anual, jogo anual, call of duty,Crtl + c Crtl + v, crtl + c, crtl + v call of duty, multiplayer aprimorado, multiplayer aprimorado battlefield, call of duty…ja disse call of duty?) pra que os consumidores nao queiram se livrar dos jogos tão cedo, esse mercenarismo todo so me faz pensar em guardar o meu dinheiro pra comprar outras coisas, tipo um livro, eu quero ver alguem me pedir passe pra livro emprestado!!!! quero ver!!!! ò_ó P.S: tbm gosto de jogar Call of Duty :P

    • Profeta
      28/03/2012

      Cara, meio que tu entrou em contradição agora, tu cita que vai turbinar teu pc e se livrar do console, em contrapartida cita refer~encias de que não curte essa enxurrada de FPS, mas não irá sentir falta de exclusivos, tipo, deu até nó no meu cérebro, tu acha que basicamente os PC’s sobrevivem de que? FPS e MMO, e muitos desses as pessoas jogam mais online do que off, ve bem aí o que tu citou que tem alguma coisa errado, sou dos consoles e sempre serei, me desculpem, mas não considero o PC uma plataforma de jogo,, o fato de “dar pra jogar”, não quer dizer que ele “seja pra jogar”.

      • Hélio
        28/03/2012

        hahaha Não, peraí, PC é sim muito cheio de FPS, RTS, MMO. Mas com um controle de Xbox 360, vc joga a maioria dos multis da geração + emuladores de quase todos os consoles antigos até mesmo o Wii com filtros e resolução maior, mods, packs de texturas melhores… PC é excelente, só não é tão prático pq exige q se configure muita coisa. Mas é a plataforma de jogos mais abrangente de todas, isso é fato.

        • Profeta
          29/03/2012

          Mas é por aí mesmo Hélio, eu não disse que o PC não da pra jogar, eu disse que ele não é uma plataforma de jogo própriamente dita, assim como os ipad’s, iphones, Ipim’s da vida, jogos para PC de qualidade são poucos, e exatamente os que vem dos consoles, e isso com muito tempo depois do lançamento dos mesmos, a grande vantagem do PC é a resolução que é melhor que as dos consoles, tu citou emuladores, beleza, isso é uma grande vantagem, mas se for analisar o que é realmente de PC, tu vai ver que há pouco investimento e visão.

          • Hélio
            29/03/2012

            Bom, eu concordo q há pouco investimento e visão. Realmente, para o q se gasta num PC top, recebe-se menos do q se espera.
            Mas qto a ter jogos de qualidade, isso varia muito de jogador pra jogador. Lembrando q com emuladores de todos os consoles mais velhos e até de alguns recentes, é possível ter uma excelente biblioteca à sua disposição sem precisar se entulhar de consoles. Não é à toa q o PC é conhecido como a Master Race pelos entusiastas.

  13. 28/03/2012

    Infelizmente esta luta contra os usados é algo real, e mesmo sendo um monte de rumores eu realmente não duvido que este modelo seja adotado. O triste é saber que os jogadores vão chiar no começo mas depois vão engolir toda esta história.

  14. Lafayette
    28/03/2012

    “seria capaz de rodar jogos de 4096×2160”
    em vez de novidade para os consoles vejo só como um limitador para jogos futuros, “não podemos entregar um “BF4″ rodando a esta resolução”, e nós que gostamos de PC, vai da margem a desculpa aos desenvolvidores em limitar + uma vez os jogos para pc por causa dos consoles. A industria de jogos deveria passar por uma espécie “Organização Internacional para Padronização” e obrigar os titulos sairem iguais nas plataformas.

  15. Adriana
    28/03/2012

    Retrocompatibilidade – está aí um dos motivos pelo qual não jogo mais em consoles (o principal é que gosto de jogar RTS e o PC me dá mais liberdade). Em outras palavras, o proprietário de um PS3 terá que manter uma máquina desatualizada em casa. Eu não entendo qual é o problema com a retrocompatibilidade. O objetivo deve ser impedir que os consumidores comprem jogos do console anterior, só pode ser, para que as empresas desenvolvedoras lucrem mais com os novos jogos.

  16. Leonardo
    28/03/2012

    Quanto à retrocompatibilidade já tou a ver que com a Orbis veremos as “Ultimate Platinum HD Collections” de jogos da PS2 e PS3. Nada como sugar mais dinheiro.
    Em relação ao sistema anti-pirata, é mais uma a ir no mau caminho. Eu não tenho o hábito de comprar usados mas e se eu querer comprá-los? Tenho que desembolsar.
    Aposto que se isto dos sistemas anti-usados se mantiverem na Orbis e na futura Xbox e se a Nintendo não implementar isso, bem como manter a retrocompatibilidade, a Nintendo vai ganhar uns quantos gamers para o seu lado, sobretudo porque, por ex, o Kojima já está pensando em multiplataformas com o “Fox Engine”, logo também´os seus futuros jogos deverão sair na Nintendo.
    Esta nova geração cada vez me parece menos apelativa.

  17. Dan
    28/03/2012

    Não é por nada nao… mas esse negocio de nao aceitar jogos usados fico uma !#$%!
    A sony deve realmente estar puta da vida com a pirataria!kkkkkk

    • Ricardo
      28/03/2012

      Isso nao vai colar, pois vai rolar muito processo contra essas empresas. Quer dizer q se eu comprar um produto, nao posso revender? A fabricante nao tem o direito de mandar no produto q eu comprei. Comprei um jogo, zerei e nao quero mais ficar com ele, nao posso vender? Isso nos EUA nao cola, vai dar processo.

      E se colar eu volto a usar pirata. Nao desbloqueei meu ps3 e Xbox pq compro jogos usados, se proibirem eu nao vou pagar caro por um jogo novo. Volto para o lado negro da força!!!!

      Conheço varios brothers q tem seus ps3 e Xbox desbloqueados, eu nao fiz isso pq comecei a ser um usuário mais consciente, mas se os desenvolvestes sao gananciosos de mais, entao tbm serei. Desbloqueio é tudo, por mais q demore (demoraram 5 anos para desbloquear o ps3, mas conseguiram. Nao me importo em esperar se banirem jogos usados).

  18. Juliano
    28/03/2012

    eu nem falo nada por ser puro rumor, mas tudo lido se for confirmado é pura bosta, não levo nada da sony só por ofender o cliente por criar novos sistemas para distribuir seus jogos, isso se tudo se confirmar, e tenho pena de quem virar fã de franquias q tiverem continuações nesse novo sony, bom mas bem bom pra brasileiro não ter

  19. Carla Rodrigues
    28/03/2012

    Aqui está outro artigo do Kotaku enumerando cinco motivos pelos quais a erradicação do uso de jogos usados seria uma coisa boa: http://kotaku.com/5897180/five-reasons-a-world-without-used-games-might-not-be-so-bad

    O que vocês acham sobre isso?

    • 28/03/2012

      Achei o texto bem jabazão, o negócio olha muito o lado da indústria e não do consumidor. Agora sabe o que eu fico pensando, imagina a gambiarra que vai ser rodar um jogo desses consoles no futuro aonde eles já forem antigos?

    • Ricardo
      28/03/2012

      Digamos q eu tenha meu ps4 e xbox720. Comprei já 50 jogos. Ai, meu console da uma 3rl, ou é roubado, terei q comprar um console novo e novamente os 50 jogos? Haha!!!!!!

      Só pode ser piada

      • Carla Rodrigues
        28/03/2012

        Nesse caso os jogos estariam cadastrados na sua conta da PSN
        Basta você logar com a sua senha que eles estarão lá

      • Adriana
        28/03/2012

        Neste caso, Ricardo, não haverá problemas, pois seus jogos ficarão vinculados à sua conta, é só baixá-los novamente no novo console.

    • Juliano
      28/03/2012

      é um texto tão bonitinho, tão fofinho e otimista, que praticamente esquece que quem joga não são só pessoas dos países de primeiro mundo

    • Guto Collares
      02/04/2012

      Eu reconheço a boa retórica da Kotaku. Funciona como o pessoal que quer amenizar a ROUBADA em que você vai se meter, mas eu reconheço o bom talento de criar essa ilusão.

      Os pontos:
      1. A digitalização é um projeto real, mas a própria reportagem reconhece que é algo que só se concretizará em cerca de 20 anos. Pra que lançar um console assim agora?
      2. Não há Steam pra consoles. A PSN e LIVE precisariam melhorar MUITO pra abarcar o projeto. Assim como os “side markets”, como Brasil, Argentina, África do Sul, México, precisariam melhorar a infraestrutura de redes de dados.
      3. Revendedores abrindo mão de seus lucros?!?! A indústria está querendo maximizá-los e as lojas que se lasquem? Não é bom esquecer que existe, ainda, interdependência entre produtores e vendedores. Que ingenuidade, hein?
      4. “Os jogos vão ficar mais baratos”. Afirmação ridícula. É uma questão simples de economia; A quantidade de dinheiro no mercado e no bolso do gamer-comprador continua a mesma, só que se corta o income da venda do jogo usado…O que se está querendo é forçar o crescimento do setor, ou seja, que o comprador dedique uma parcela maior de seu dinheiro para os games e menos pra outras coisas. Mais barato my arse.
      5. Essa foi a pérola de todas: “Com mais dinheiro, os publishers vão se arriscar mais”. Ah, tá… Ô, rapah, com mais dinheiro eles comprarão iates, jatinhos e mansões em Malibu. Irão anualmente a Ibiza, Bora-Bora, Cancún, ou coisa parecida. Mas projetos inovadores de games estão COM CERTEZA no final da lista de prioridades deles.

  20. Fabiot
    28/03/2012

    Depois dos cabeças da Microsoft se pronunciarem e dizerem que não haverá nenhuma informação sobre um novo console na E3, acredito que a Sony vai seguir o mesmo caminho.
    Algumas informações podem ser até coerentes, mas pra mim é mais história inventada.

  21. rico son of sparda
    28/03/2012

    pra mim tanto faz vou procurar comprar depois de pelo menos uns dois anos depois pq ai jah se tem uma noçao legal da capacidade alem dos jogos começarem a utilizar o potencial verdadeiro do console fora o preço cair tbm neh kkkkkk
    tb dizia q naum ia comprar o play 3 mas qndo vi GoW 3, uncharted, metal gear 4 o instinto gamer falou mais alto q meu bolso

  22. Shadow of A.d.G.
    28/03/2012

    Promessas, promessas e mais promessas. Isso me recorda muito bem de todas que foram feitas na geração anteiror e que não foram cumpridas!!…Quase todas, pra falar a verdade verdadeira!!…Honestamente gostaria de dizer que fiquei surpreso com alguns dados e bastante decepcionado com outros. Resolução 4K é algo que sinceramente me deixou muito satisfeito em saber, embora eu não creia que na prática será dessa forma. Não existem televisores com esse suporte para o mercado convencional ainda, e provavelmente nem nos próximos 3 ou 4 anos. As imagens que foram divulgadas dessa tecnologia até hoje somente foram utilizadas para demonstrações em eventos. Isso sem falar no altíssimo e absurdo custo. Até mesmo para quem tem ótimos salários. Lembrando aos senhores que disseram que o PS3 teria jogos em resolução Full HD. Um engodo total. Somente alguns, disse alguns poucos jogos de PS3 alcançam esse padrão real de imagem. Eu conto nos dedos esses games. Apesar de ter ficado feliz com essa “suposta” capacidade gráfica, duvido muito que isso aconteça tão cedo. Com relação à retrocompatibilidade inexistente achei uma grande bola fora da empresa mercadologicamente falando, embora isso pra mim não tenha muito valor funcional. Pra que um novo console rodando os jogos dos anteriores se já existem os consoles anteriores dedicados à essa função?? É uma coisa um tanto discrepante, não acham???….Teve uma pessoa que comentou dizendo que: “Ficaremos com consoles absoletos em casa!!!”…Ora, o console está obsoleto ou ficará assim depois de anos e anos de mercado!!!…Nada dura ou fica nas cabeças para sempre, pessoal!!!…Até porque, mesmo com a chegada do novo console jogos para o PS3 continuarão sendo desenvolvidos por mais alguns anos. Vide o PS2. Somente à pouco tempo atrás é que realmente a produção dos jogos foi cessada. É assim mesmo!!…Ou seja, quem quer continuar jogando PS3, compre um Playstation Orbis, (acredito que esse seja realmente o nome, e não somente Orbis) e mantenha em casa um PS3. Simples assim. A mesma coisa vale para quem é saudosista de outras plataformas. Proibição de jogos usados e cadastro de jogos na PSN para podermos jogar off line????….Em que mundo esses caras acham que estamos vivendo???…Ridículo a Sony querer fazer tal coisa com os consumidores. Isso é totalmente inaceitável no mercado atual. Não existe fundamento que justifique uma atitude dessas.

    • Adriana
      28/03/2012

      Bem… Shadow, há pessoas que, como eu, gostam de re-jogar alguns jogos, atualmente, um dos jogos que estou jogando é FF I (pela 3ª vez), pois, em regra, o que acontece comigo é o seguinte: eu jogo um jogo de qualquer jeito pela primeira vez (só para conhecer a estória,o enredo), meses ou anos depois o jogo pela 2ª vez para fechá-lo com 100% e pela 3ª (4ª, 5ª…) quando a saudade bate.

      Se eu tivesse um PS3, quando lançasse o Orbis, gostaria de trocá-lo pelo aparelho mais recente, até porque o dinheiro da venda primeiro complementaria na compra do segundo. Mas e os jogos de PS3 que comprei via download pela PSN, faço o quê com eles? Sento e choro quando a saudade bater? Tumultuo o meu rack com video games de várias gerações? Guardo o PS3 no armário e espero a salinidade de Salvador corroê-lo?

      • Shadow of A.d.G.
        29/03/2012

        Adriana,

        Eu também procedo exatamente como você quando o assunto são jogos antigos. Adoro rejogá-los a todo momento, assim como você. Aliás, ontem comecei a jogar mais uma vez o meu querido e idolatrado Metal Gear Solid 4!!!…Nesse ponto estamos juntos na filosofia gamer!!…Acho perfeitamente plausível para a maioria das pessoas se desfazerem de um console meio rodado e antigo para adquirirem um mais atual, inclusive eu mesmo já fiz isso várias vezes. Mas pra se sentir certos prazeres na vida é necessário passar por certos sacrifícios, não acha???…Não dá pra ficar vivendo de retrocompatibilidade a vida toda. Tem coisas que têm que ser feitas no próprio aparelho. Você já viu o post do “quarto gamer” das girls of war???…Simplifica e exemplifica muitíssimo bem o que eu estou tentando dizer pra você. Quem é saudosista deve manter em casa, nem que seja atrás da porta, os seus consoles antigos e não ficar aqui se lamentando que o console de 2012 não roda os jogos do console de 2007 e por aí lá vai fumaça!!!…Não é assim que funciona. A solução pra você então é viver às custas de emuladores em um bom PC pra ficar recordando os jogos antigos. Essas retrocompatibilidades, por mais que sejam atraentes em princípio, encarecem muito os consoles e em algumas vezes até os limitam em algumas funções. Na minha opinião os novos consoles devem se focar no futuro, nos próximos anos da geração que está por vir, e deixar o que passou rodando ainda nos consoles atuais, pois essa é a função deles. É pra isso que existem as “GERAÇÕES”, sacou???….Com relação a salinidade que o seu PS3 pode sofrer, isso é uma coisa local que você está vivendo e ninguém pode fazer absolutamente nada a esse respeito pra lhe ajudar. Sinto muito!!!…Mas posso lhe dar uma breve sugestão: Se mude para o Rio de Janeiro. Aqui você não vai passar por isso!!!…kkkkk….

        Beijos!!

        • Hélio
          30/03/2012

          Só uma pequena observação: a resolução do PS4 não será de 4k segundo esse rumor, e sim de 2k.

          • Hélio
            30/03/2012

            Ops, esquece o q eu falei, me confundi. rsrs

  23. CPR
    28/03/2012

    Cara, eu fiquei com tanta raiva dessa notícia q eu quase me esqueci q essas informações não são oficiais. Eu espero q esse negócio de não poder jogar usados no novo console seja só boato mesmo. Esse negócio também de ter q ficar conectado o tempo todo pra poder jogar é dose. E se o jogador q quiser ficar offline só curtindo o joguinho em paz sem preocupação como é q fica? Tomara q esses rumores não se confirmem ou teremos um futuro tenebroso para os games.

    • Carla Rodrigues
      28/03/2012

      Pelo que eu entendi, você vai poder jogar offline, mas só depois que registrar o jogo na PSN, e para que isso aconteça você precisa se conectar.
      Senão já pensou como ia ser toda vez que a net cair hahaah

      • Shadow of A.d.G.
        29/03/2012

        Carlinha, como vai?

        Eu tive um entendimento diferente do seu em relação à essa questão lendo a matéria original, mas tomara que você esteja certa quanto a isso. Embora, mesmo assim, eu ainda ache ridículo esse procedimento de ter que registrar o jogo que eu comprei para poder jogá-lo na minha casa off line quietinho!!! Acho isso uma total perda de direitos de proprietário da minha compra, assim como uma agressão aos meus direitos como consumidor. É esperar pra ver então.

        Beijos!!

    • Ricardo
      29/03/2012

      Mano, se esses caras acabarem com os jogos usados só te digo uma coisa: ou eles abaixam os preços dos jogos (o que eu acho difícil) ou volto a usar PIRATEX na hora. É bom que eu economizo grana. Já que eles são tão gananciosos assim, eu tbm serei e vou gastar essa grana com outras coisas. Como eu disse, vários amigos meus têm seus consoles desbloqueados e não pagam nem R$ 10,00 num jogo, o bestão aqui, que quer ser justo com a industria paga R$ 60, R$ 80 em um jogo usado. Mas já que é “it’s all about money”, vamos brincar então.

      Isso é ridículo, proibir jogo usado, é ridículo. Isso vai contra as leis do mercado. Tomara que tenha uma campanha (igual a do SOPA) contra essa parada ae, e a Gamestop tem que dar iniciativa a uma campanha, já que ela é varejista no ramo de jogos usados.

  24. Leandro Moreira
    28/03/2012

    Apesar de não gostar de comentários de analístas, seu artigo traz pontos que, de certa forma, são factíveis de serem reais. :P Resumindo, parabéns pelo post!

  25. 29/03/2012

    Se isso se confirmar verdade… [alerta de palavõres] puta que o pariu Sony, vai ser fdp assim lá longe.
    Ia escrever um comentário longo sobre isso mas fiquei meio abalado com as “notícias”. Tomara que sejam falsas :3

  26. Sovereign
    29/03/2012

    Qualquer que seja o nome do sucessor do PS3, dificilmente sera PS4, a Bebs deve saber disso: 4 em japa eh shi ou yon e shi significa morte tambem, dai os japas tem pavor desse numero. Tanto que alguns predios pulam o apartamento com digito quatro, tipo do 103 vai pro 105 ou 103-B. Quando a namco lancou o ridge racer 4, aqui saiu como type four e nao RR 4 simplesmente. Outra coisa, se a sony, MS e Big N impedirem rodar jogos usados aqui, terao serios problemas com a venda, porque os japas vivem revendendo os jogos, por isso aqui eh super raro alguem comprar jogo digital. E as empresas japas pra terem sucesso, sempre tentam casar o lancamento que siga o numero 1, 2, 3, 4. O PS2 foi lancado aqui no dia 4 de marco da era heisei 12, ou seja 1+2+3+4. Aqui o mes vem antes do dia pra data. O PS2 foi um sucesso de vendas e eu so peguei meu apos reservar o console. Japas e suas loucas manias. E li que uma tv que rode essa resolucao de 4000×2000 custa 50mil dolares(36 polegadas), acessivel pra qualquer um, lol.

  27. 29/03/2012

    O nome não faz muita diferença, vai ser só uma questão de costume mesmo. O importante é o conteúdo. Processador AMD? Será? Seria bom que fosse mesmo. Agora a retrocompatibilidade teria que ter. E quanto aos jogos usados é outra palhaçada! Espero que a retrocompatibilidade e a política dos jogos usados não se confirme.

  28. Paulo César
    29/03/2012

    isso e uma brecha para a microsoft dominar o mundo com o XBOX…eu tenho os dois consoles PS3 e XBOX 360…não vejo diferença entre os jogos em blue ray e os em dvd…a unica vantagem que o console da sony leva no meu ponto de vista e a PSN que é grátis (por enquanto)e a jogatina online…do resto e tudo igual

  29. 29/03/2012

    Ainda não comprei o PS3, e se esses rumores forem verdadeiros, vou passar longe do PS4.

  30. Alessandro Messias
    29/03/2012

    É a Kotaku já acertou em algumas informações então deve ter algum fundo de verdade nisso aí, e a briga pra acabar com o mercado de jogos usados tenho uma leve impressao que será o foco daqui pra frente aff uma pena pois foi dessa maneira que consegui jogar muita coisa no ps3… Enfim aguardar pra ver.

  31. PH!
    29/03/2012

    Acabo de comprar o PS3 com muitos sacrifícios (muitos mesmo, deixei até de comer) e anunciam a possibilidade de um novo God of Consoles. Vou morrer de fome!

  32. Sirlon Hayate
    29/03/2012

    nossa, .. mal estou jogando o PlayStation 3, já me vem essa tal Orbis . .
    ouvi ecos dos meu bolso gritando socorrooo “¬¬

  33. 29/03/2012

    a sony só pode estar de brincadeira.

  34. Breno-Ce
    30/03/2012

    Acho que os vídeo games não tem mais o que evoluir! Um novo console da Sony eu não compraria, eu pretendo comprar um Wii u, esse sim é um console de história, e de ótima jogabilidade multiplayer, e o Wii U vai ter jogos hardcore, e é isso!

  35. Erik
    30/03/2012

    n curti, principalmente por essa de n ficar “off”, n gosto de jogatina online, e essa de n usar jogos usados vai acabar com a liberdade, ate alguem quebrar isso…, e sempre quebram, foi assim com o ps3

  36. Marcus
    31/03/2012

    Não confio em rumores e especulações só vamos saber a verdade quando a SONY revelar o lançamento de um novo console. Eu pelo menos não me preocupe em não poder vender meus jogos usados já que prefiro que estejam à mão quando sentir vontade de jogar novamente, mas ao mesmo tempo é chato não poder emprestálos, e quanto aos jogos de luta? vou precisar de dois consoles pra jogar com meus amigos? ou vamos ter que jogar online cada um com seu console rsrsrs

  37. Marcus
    31/03/2012

    O final de meu comentário faz referencia a cada um querer usar seu proprio perfil de jogador que atualmente é possivel em algus no modo versus de alguns jogos.

  38. André
    02/04/2012

    que se dane nova geração , eles deviam é investir no ps3 , não sei pq tanto aue pra outros consoles acham que graficos vai mudar como foi da passada pra essa kkkkkk coisa que duvido e muuuito , mal aproveitaram o ps3 vai qunto jogo nem surgiu ainda no ps3 imagina um parasite eve no ps3 como seia fod@ , sei que nada dese orbis foi confirmado e torço pra que nem seja ou caso algum ano saia que venha la pra 2015 ou 16 e se fizerem mesmo com esse tal bloqueio de jogos usados vai fracassar no primeiro ano tanto esse como o tal do durango sei la se vai ser esse o nome .

  39. Guto Collares
    02/04/2012

    No que tange ao comércio de games usados, só mais um adendo:

    Onde está o Departamento de Marketing da Sony? Acho que ela não tem. Por que a primeira coisa que um marketeiro teria em mente é: “Não faz sentido lutar uma batalha que está futuramente ganha”.

    Ora, quando a mídia física acabar e só restar a venda digital, a discussão, a birra e o desgosto não farão mais sentido. Estará definitivamente banido o negócio com jogo usado.

    Então, a pergunta é: Pra quê sofrer esse dano de publicidade se num futuro não tão distante estará tudo resolvido por si só?!

    Povo burro.

  40. Rod
    03/04/2012

    …pode até ser só boatos……mas parei no PS3…….

  41. Yan
    09/04/2012

    Me impressionei foi com o fato de ele estar supostamente previsto pro ano que vem.
    Normalmente um console so é lançado um ano depois de ele ser mencionado na E3! Será que vai ser diferente mesmo? Acredito que mesmo com o codinome Orbis, ele será nomeado PS4 no lançamento.
    Não gostei nenhum pouco desse sistema anti-usados. Se uma das coisas mais bacanas dessa geração é o fato de muita gente ter jogo original e você poder emprestar para os amigos, o que faz lembrar um pouco da nostálgica época do SNES e outros consoles daquele tempo!
    Acho difícil, mas queria que os fabricantes voltassem atrás com essas políticas anti-usado….

  42. The Punisher
    12/04/2012

    Dane-se o nome, o que importa é o desempenho, o hardware do console e os games que hão de sair.

Crie uma conta no gravatar.com para colocar sua foto nos comentários.

Sempre que comentar em algum blog com o email cadastrado, aparecerá sua imagem.