Soul Sacrifice levará sangue e tripas para o PS Vita

Tags: Keiji Inafune, PS Vita, Soul Sacrifice, Soul Sacrifice video

Bloody hell yes! O novo game do produtor Keiji Inafune (criador de Mega Man), Soul Sacrifice, passa muito longe da ideia do robozinho azul – um dos ícones dos games da década de 90. O jogo do senhor Inafune promete aterrorizar os donos do PS Vita do Oriente e agora do Ocidente também, segundo confirmação da Sony.

A história do título conta sobre o drama de um personagem que, sabe-se Deus como, está preso nas páginas de um livro demoníaco e, por isso, deve encarar as batalhas escritas nas páginas para tentar encontrar uma forma de fugir daquele pesadelo. Lembra do filme “História sem Fim”? É mais ou menos isso só que bem mais demoníaco.

O que torna o game mais bizarro ainda são as técnicas de batalha que estão à disposição do pobre coitado. É possível usar magias que pedem o sacrifício de partes do corpo do protagonista. Ex: para usar o golpe “Excalibur”, o personagem deve arrancar sua medula espinhal pela boca e use-a como se fosse uma espada.

Diferente de NeverDead, que é fichinha perto desse cara, se o lascado do herói não é imortal e se ele usar muitas vezes os poderes das trevas ele pode acabar se tornando um demônio também.

Soul Sacrifice sai no final do ano no Japão, mas ainda sem data no Ocidente.

 

- Veja uma entrevista com o produtor do game, Keiji [sádico] Inafune:

Agora sim me deu mais vontade ainda de ter um PS Vita! *_*

Vivi Werneck
Share on Tumblr
Feed do Post
10 Comentários em "Soul Sacrifice levará sangue e tripas para o PS Vita"
  1. Hélio
    02/06/2012

    Esse game tem algumas coisas muito promissoras:
    – Primeiro, é uma franquia nova para o PS Vita, coisa q o aparelho precisa pra justificar sua presença no mercado, e não um monte de ports;
    – O jogo parece ter uma câmera mais próxima do protagonista, criando intimidade e permitindo observar a ação mais de perto, como eu gosto;
    – Sendo de um japonês, provavelmente terá um bom background, q é necessário ao meu ver e deixa as coisas mais interessantes do q esses RPGs open world onde vc não sabe nada do mundo ou do protagonista.
    Enfim, acho o jogo promissor.

    • Vivi Werneck
      02/06/2012

      “RPGs open world onde vc não sabe nada do mundo ou do protagonista”.

      Discordo completamente da sua observação, mas não vou desenvolver o assunto aqui para não floodar o post com RPG – que não é o que se trata este jogo.

      Em relação ao Inafune e seu novo jogo, acredito que ele optou por um estilo diferente de gamedesign (e que parece que ficou bem interessante) para tentar dar um novo gás a indústria japonesa de games. Inclusive o próprio já falou sobre a inércia que vivem os games orientais na última GDC: http://www.girlsofwar.com.br/inafune-diz-que-industria-de-games-japonesa-acabou/

      • Hélio
        02/06/2012

        É, eu sei q ele é um dos q mais criticam a indústria japonesa.
        Porém, o q eu tenho observado não é q os games japoneses de alguns estilos ficaram estagnados no tempo e se perderam. Na verdade eles pioraram em relação a antes, por isso a crise. Posso dar MUITOS exemplos q comprovam meu ponto.

        Essa parte de “RPG open world onde vc não sabe nada do mundo” é algo q eu vejo como conseqüência da interpretação de papéis levada ao extremo em alguns jogos, o q te dá praticamente um “papel em branco” em forma de personagem ao qual vc terá de atribuir uma personalidade ao longo do jogo.

  2. Shaka
    02/06/2012

    Gostei da estória do jogo, me lembrou Comix Zone, só que do inferno.

    O barulho do PS Vita parece que alguém esta mexendo nos menus de algum jogo do silent hill.

    Aos 0:13 aquele olho me lembrou Soul Calibur, Soul Sacrifice/Soul Calibur.

    Acho que estou vendo referências de mais…

  3. leandro(leon belmont) alves
    02/06/2012

    taí um joguinho beeeeeeeem estranho….bem tipíco de japoneses

    e eles AINDA se perguntam porque tem dificuldades em arrumar namoradas…….veremos futuramente se é um bom game.

    essa segunda foto do post….. eu hein?

  4. Bebs
    02/06/2012

    Pô, achei interessante o conceito como ele explicou na entrevista. Agora, como o cara vai ficar em pé tirando a própria espinha dorsal?! Deve ser a magia do sacrifício que o mantém, né? rsrs

    Você pode sacrificar outros para seu ganho
    Esse será o gameplay da Vivi, Psycho Style. xD

  5. The Punisher
    02/06/2012

    Parece muito legal, do tipo que me interessa, pena que portáteis não me chamem mais tanta a atenção como antigamente.

  6. Mugen
    02/06/2012

    Só quero saber como se luta sem a sua espinha…

    • Hélio
      02/06/2012

      Mortal Kombat deve ter a resposta xD

  7. PH!
    03/06/2012

    Vc tem q arrancar os membros pra sobreviver, caso contrário, os demônios arrancarão seus membros. Taí um cara sem muita opção!

Crie uma conta no gravatar.com para colocar sua foto nos comentários.

Sempre que comentar em algum blog com o email cadastrado, aparecerá sua imagem.