TGS ’10: Trailer da sequência de American McGee’s Alice

Tags: Alice Madness Returns, american mcgee's alice, E.A., PlayStation 3, Podcasts, ps3, x360, Xbox 360

Por Clarice dos Santos Mesmo depois de não ter terminado American McGee’s Alice – pra quem não sabe, uma versão mais sombria e insana da obra de Lewis Carroll – achei o jogo uma ótima adaptação do clássico infantil para o PC, com elementos góticos, sangue e um pingo (só um pingo?) de loucura por parte da nossa heroína, cujo trauma de perder os pais em um incêndio deixou o País das Maravilhas todo zoneado. Dez anos após o lançamento do jogo, American McGee (sim, esse é o nome do criador do jogo) e a EA finalmente mostraram mais um trailer da sua sequência, assim como seu título oficial. Alice: Madness Returns (ou American McGee’s Alice 2), no Tokyo Game Show 2010. Onze anos após os eventos do primeiro jogo, Alice encontra-se livre do Asilo Rutledge, mas ainda frequenta o psiquiatra. Após tanto tempo no Asilo e ainda estar em tratamento, a morte de seus pais ainda a atormenta, fazendo-a ter visões e alucinações. Ainda não muito confiante com sua recuperação e totalmente sozinha, Alice volta ao País das Maravilhas esperando encontrar segurança e conforto… mas sua insanidade ainda afeta o lugar, antes lindo e mágico. Como no primeiro jogo, cabe a Alice salvar o País das Maravilhas e destruir o Mal que assola o lugar.

O lançamento de Alice: Madness Returns está previsto para 2011, para PCs, Xbox 360 e PlayStation 3. Pelas imagens liberadas pela EA, podemos ver que os inimigos estão cada vez mais sinistros que os do primeiro jogo.

Abaixo os dois primeiros trailers do jogo.

Clarice dos Santos
Share on Tumblr
Feed do Post
47 Comentários em "TGS ’10: Trailer da sequência de American McGee’s Alice"
  1. Hélio
    18/09/2010

    Acho de mau gosto pegar uma história que encanta crianças a séculos e desfigurá-la, tirando a pureza do conto original. Além do que, é uma tremenda falta de criatividade ter que criar em cima da obra dos outros.

    • 18/09/2010

      Eu acho perfeito

    • 18/09/2010

      Pureza hehe.
      Na verdade os famosos conto de fadas sempre foram uma coisa bizarra.
      Na verdade é genial pegar algo que era tão “infantil” e transformar em alguma coisa nova e bizarra.

      • Hélio
        18/09/2010

        Genial pra quem tem a mente podre… Já tem tanta coisa vulgar e maligna no mundo, pq nem as histórias de crianças podem ser deixadas em paz?

        • 19/09/2010

          Hélio procure afundo sobre as histórias infantis… bom ai vc ira ver se realmente são histórias puras!
          Com certeza vc achara algo que vai fazer vc mudar sua opinião sobre elas.
          E na boa para mim Alice é uma história muito bizarra já por si só!

          Ah esse jogo me parece ser muito bom! x৺

          • Hélio
            20/09/2010

            Fazer o q, né, hoje em dia as pessoas gostam de pôr maldade em tudo… Nem os contos d fadas neguinho deixa em paz mais :/

  2. Diga
    18/09/2010

    Eu tinha o primeiro jogo! Espero que esse tenha uma história mais profunda e personagens mais cativantes e misteriosos.

  3. 18/09/2010

    Apesar de não ter curtido muito o primeiro jogo, vou testar esse com certeza. Tb gostei da Alice Hellraiser. Deve ser pq eu curto visual underground, sei lá… rsrsrs

  4. Thyago
    18/09/2010

    Eu nao joguei o anterior, apesar dele ter sido ateh q bem elogiado pela critica.

    Quem sabe eu pegue esse daih num aluguel. Espero apenas que a jogabilidade melhore, pois em videos q eu vi do anterior eu a achava bem estranha.

  5. Mih
    18/09/2010

    Eita,esse jogo é a cara da Vivi =D

  6. Diego Gomes
    18/09/2010

    Queria falar sobre o comentário do Sr. Hélio. BOm cara na verdade os livros originais de Alice não são exatamente infantis. O que vc deve estar falando e a versão meio tosca que a disney fax. Fique sabendo q aquele desenho é bem diferente do clima que os livros trazem. E quanto ao jogo parace uma proposta interessante, bem perturbador, acho que vai ser um bom jogo.

    • Hélio
      18/09/2010

      É, eu sei, tinham até alguns boatos de que o Lewis era pedófilo, ou seja, era bem capaz de que os livros da Alice não fossem nada inocentes. Mas o problema é que, gostem ou não, a Alice se solidificou na cultura popular como a personagem boazinha da Disney, então eu acho bem de mau gosto transformá-la em mais um “boneco assassino da vida”. é só q eu tô reclamando. Sei lá, acho q se querem fazer terror com crianças, façam q nem Silent Hill, mas eu não gostaria de ver a Bela ou a Cinderella num game de terror.

      • Thyago
        18/09/2010

        vc jah leu os dois livros?

        • Hélio
          18/09/2010

          Não, os dois não. E vc?

          • Thyago
            18/09/2010

            tb nao.

  7. Diego Gomes
    18/09/2010

    Ler eu pelo menos nunca li. Mas já pesquisei sobre o universo de alice. Bom realmente a versão da Disney é mais conhecida, mas acho que é valido fazer releituras de estórias tão antigas como essa, se não me engano a alice no pai das maravilhas foi lançado por volta de 1860. Ou seja é uma obra de domínio público. A disney copiou a base e deixou bonitinha. Na verdade ela fez isso com um monte de suas estórias famosas. E sobre o jogo…não acho que seja nenhum ultraje fazer sobre essa temática.

  8. 18/09/2010

    Tomara que o jogo seja bom.
    Já esta na minha lista.

  9. 18/09/2010

    Ahhh, eu coloquei esse trailer do Alice 3 dias atrás no meu vimeo :P

    Clarice, nunca nem cheguei a jogar o primeiro, mas curto a ideia de fazer jogos “levemente” perturbados. O segundo, a cada material novo que divulgam, parece cada vez melhor! Verei se consigo meios de jogá-lo xD

    O pessoal que disse que os contos não são bonitinhos acertou em cheio. A Disney, quando comprou os direitos de “recontar” essas histórias, mudou o final de todas elas e deixou tudo adaptado pra crianças. Quem lê o verdadeiro final de contos como A Pequena Sereia, João e Maria e Alice no País das Maravilhas geralmente fica meio encabulado, pois não tem nada de “felizes para sempre” (exatamente o contrário).

    P.S.: esse teaser em stop motion é F*D*!!!!!! *________*

  10. lipe-monge!
    18/09/2010

    Não li os livros,mas uma vez eu li uma matéria completa sobre o autor do livro no qual desmentia todos os boatos sobre ele ser pedófilo(ele não era)e seus livros são sim infantis(pelo menos pra época)tanto que a walt disney se inspirou e criou a alice que tanto conhecemos e eu acho uma tremenda falta de criatividade fazer esse tipo de coisa,sabe?concordo com o hélio em gênero,número e grau…acho imoral fazer uma coisa dessas.
    E como assim “elementos góticos”??quer dizer que”elementos góticos”significam coisas relativas a morte e violência??nada a ver…
    “O pessoal que disse que os contos não são bonitinhos acertou em cheio.”
    não!não acertou em cheio…existem versões adultas desses contos…estão misturando as coisas.
    =T

    • Hélio
      19/09/2010

      Foi mal, Lewis! rsrs

  11. 19/09/2010

    Eu não vejo problema algum em adaptar uma história pros jogos, deixando-a mais “macabra” (de que forma for, seja usando cenários mais dark ou sangue everywhere).
    Se o problema está em dar acesso a histórias solidificadas como inocentes, existe uma solução BEM popular e que todos os jogos têm: limite de idade.

    Se alguma criança pegar essa versão de Alice pra jogar e acabar se chocando ou ficar com medo, a culpa é dos pais que não dão supervisão e permitem que um jogo cuja classificação está bem na cara e em destaque (maiores de 18 anos) caia nas mãos do(s) filho(s).

    Existindo versões adultas ou não, eu curto as versões Dark que o McGee faz. Se são adultas, crianças não devem ter acesso.
    E ele já tem um projeto de jogo com a Chapeuzinho Vermelho (detalhe: quem ainda não conhece, procure pelo jogo The Path, que é outro muito bom, cuja história gira em torno exatamente do conto da Chapeuzinho vermelho).

  12. Diego Gomes
    19/09/2010

    Fala pessoal que está comentando aqui no post, Bom acabei de voltar do show do Capital Inicial e preciso comentar. Em relação a obra original, realmente e ela contem dois textos, um para adultos e outro para crianças. Mas o que eu quero dizer aqui é o seguinte: Se você analisar as características do Conto infantil original com a versão da Disney você verá muitas mudanças. Só quero exemplificar que foram feitas versões diferentes de uma obra. Outros pontos de vista apenas isso e ambos válidos. Anos atrás eu vi o desenho e gostei assim como várias outras coisas da Disney, não tenho o menor problema com a Disney. Mas e como o criador desse jogo adaptaram obras de outra pessoas, ambos com visões válidas.

  13. 19/09/2010

    Porque TODA VEZ que posto sobre Alice no País das Maravilhas, dá um FIGHT nervoso nos comentários??Rsrsrs

    • Hélio
      19/09/2010

      Sério? Não sabia dessa!

      • lipe-monge!
        19/09/2010

        Acho que é pq isso mexe com a infância de cada um ou algo do tipo.
        =T

  14. 19/09/2010

    O importante é se o jogo for bom.
    Pode ser violento ou não.
    Eu estou esperando o lançamento.
    Estou cansado de jogar de jogar cópias de Gow e DMC. XD

    • Hélio
      19/09/2010

      Cópias de GOW tipo Lords of Shadow? rsrs Brincadeira, eu não resisti.

      • 19/09/2010

        KkkKkk.
        Eu deveria pressentir que iriam tocar no assunto.
        XD

  15. 19/09/2010

    Tomara que o jogo seja bom.
    E sobre isso de desfigurar a história tão conhecida, eu acho que não tem nada a ver.
    Como já dito, grande parte dessas histórias conhecidas não tinha finais felizes para sempre (não sei se é o caso de Alice, mas acho que deu pra entender).

  16. Felipe Santos
    20/09/2010

    Olá povo! o/
    Não acho nada demais fazer uma adaptação da Alice para um game de terror, afinal aquele “País das Maravilhas” ja é um horror, e não tem nada de maravilhoso naquela bagunça…
    AHSUAHUSHAUSHUAHSUAHUSHAUHSUAhs

    Rolaram connversas aí em cima dizendo que os desenho infantis teriam que ser deixados em paz, etc… Mas que eu saiba,crianças não vão jogar esse tipo de game, a não ser que os pais deixem ou coisa do tipo… Garanto que deve ter uma sensura na capa desse jogo, para no minimo 16 anos… isso se não for 18…
    Ou seja… é um game com uma personagem infantil, mas com um cenario adulto… não é feito para criança jogar…
    Outra coisa quem não quiser joga-lo beleza… Ninguem é obrigado a fazer aquilo que não quer… se achar ruim, não deixem os filhos, parentes e etc, comprar o game. Pronto assunto resolvido…deixe-o para quem curtiu… >.o

    See ya galera! o/

    • 20/09/2010

      Isso ae.
      Ainda pretendo jogar esse jogo.
      Na verdade acho que a classificação etária será 18 anos mesmo.
      Sobre a personagem ser infantil…hehe…acredito que só nas aparências.

    • Hélio
      21/09/2010

      Não se trata de não deixar as crianças verem o game de terror (isso já é óbvio), se trata de respeitar a obra original, q não feita dessa forma. Alguém gostaria de ver o Indiana Jones num filme de terror? (Eu não, seria bizarro!) Pois é, a Alice tbm é uma personagem q deveria permanecer intocada, como um clássico eterno na mente de quem acompanhou a história dela.
      E por favor, pessoal, parem de estragar minhas lembranças boas da infância!
      Grato.

      • Luciano
        21/09/2010

        É por ela ser tão pura, que é ótimo ver um lado obscuro e distorcido por trás da Alice…

        • Hélio
          21/09/2010

          Vcs são muito doentes… Aff, ninguém merece…

          • Felipe Santos
            22/09/2010

            Não é doença cara… é uma forma diferente, de ver o outro lado da coisa… “toda historia tem dois lados”, porem só um que é contado…
            Dê uma olhada para o passado e voce verá varios exemplos disso, principalmente na historia do Brasil…

            Bom, quantos filmes não são lançadas como parodias de outros? Exemplo: “deu a louca na chapeuzinho”… ta certo que ainda se trata de um filme infantil, porem eles fazem uma grande parodia da historia, que por sinal não é a original (a que é contada para crianças hoje em dia).
            Essa é só uma adaptção da Alice para adultos jogarem… e idem ao que eu disse: só joga quem quiser não é mesmo? Melhor fazer isso ao inves de ficar avacalhando em comentarios…
            E se este comentario esta estragando as lembranças de alguem… sugiro que pare de le-lo… Melhor do que ficar chamando as pessoas de doentes. “Mas normalmente quem fala demais é porque não tem nada a dizer”, como ja dizia renato russo…

            E essa discussão é inutil… Falem o que quiserem…
            Fui !
            >.o

            Ah.. antes de ir:
            Parabens às garotas pelo Blog!
            Bem bacana!

          • Hélio
            22/09/2010

            Paródia é uma coisa. É um gênero que prima pela sátira inteligente de uma obra. Agora, fazer terror com uma personagem concebida para as crianças é outra bem diferente. É de mau gosto.

  17. Felipe Santos
    21/09/2010

    correção…agora vi o ultimo trailer… a sensura é para 18 anos…

  18. Kei
    21/09/2010

    Joguei o primeiro com 7 anos…isso me traumatizou i_i

  19. 22/09/2010

    Vamos parar por aqui porq a infância de nosso amigo Hélio acaba de ser destruida XD.
    Não sei porq defender conto de fadas , e comparar Indiana Jones XD…não teve sentido nenhum.Ri muito.
    Se for assim que parem de ser feito jogos de terror.XD

    • Hélio
      22/09/2010

      Pq defender contos de fadas? Pq eles são uma parte importante da vida das pessoas, ensinam bons valores, etc. E eu comparei com Indiana Jones só como um exemplo do que acontece qdo pegam um personagem querido do grande público e transformam numa aberração que nem nesse jogo. Agora, se vcs não sabem respeitar nem as histórias infantis, então sinto muito mas eu estav certo: são doentes.

      • 22/09/2010

        Eu respeito as histórias infantis. Mas mesmo assim não consigo ver nada errado em adaptar as mesmas para adultos.
        E chamar todos aqui de doentes foi no mínimo falta de educação. Se não curte faça como Felipe disse ali acima.

        • 22/09/2010

          Não estou discutindo do lado negativo e nem levando para o lado pessoal mas se você não gosta desse tipo de adaptação não custa nada respeitar quem gosta não é mesmo ?

        • Hélio
          22/09/2010

          Adaptar pra adultos é banalizar e transformar uma personagem boazinha numa máquina assassina? Desculpe, mas quem gosta disso só pode ter problema.
          Também gosto de jogos violentos, mas não gosto que coloquem uma personagem INFANTIL nesse meio, a menos q já tenha sido criada com esse intuito como as crianças de Silent Hill.

        • Hélio
          22/09/2010

          Não chamei a todos. Chamei vc e mais meia dúzia q acham certo ficar banalizando os contos de fadas :)

  20. jp
    22/09/2010

    Eu particularmente nao gostei , adoro violencia e tal, mais esse jogo foge totalmente do meu limite , achei ele muito escroto, como o povo ve graça nisso , ” que legal que legal quero joga!!” eu nao acho graça , eu acho muito podre e sem graça tipo nada a ver ‘-‘

  21. 22/09/2010

    Tudo bem. Opinião é opinião.
    Eu mesmo espero poder jogar.
    Claro que vai ser mais um jogo de terror com uma garotinha protagonista,mas e dai,geralmente eles são bons.
    Mas calma.Se não curte é bom respeitar né?

  22. Diego Gomes
    23/09/2010

    Cara realmente aqui virou uma guerra.. Bom pessoal como eu comentei anteriormente, acho apenas que se trata de uma releitura de um clássico que possui textos para adultos e crianças, e várias adaptações ao longo da história. Entendo que o Hélio queira defender a Pureza da Alice dos Desenhos, eu mesmo vi esse desenho e gostei bastante. Mas a estória de alice vou vista de maneiras diferentes ao longo dos anos, essa é só mais uma. por exemplo da mesma forma que o novo Sherlock Holmes com Robert Downey Jr. O filme e cheio de ação o que descaracteriza a obra original, o Próprio Sherlock do Filme não se parece com o que é dito nos livros (estou lendo sherlock ” Um estudo em vermelho”), mas nem por isso eu acredito que desrespeitaram a obra original é apenas uma repaginada. Outro exemplo o Batman tem mais de 70 anos eu acho e veja quantas versões foram feitas, umas mais Dark outras mais hilárias.
    Peço desculpas se eu acabei ofendendo alguem, não era minha intenção. Eu acho essas discussões bem sadias.

Crie uma conta no gravatar.com para colocar sua foto nos comentários.

Sempre que comentar em algum blog com o email cadastrado, aparecerá sua imagem.