Watch Dogs 2 Review

Tags: game review, review, Ubisoft, Watch Dogs, watch dogs 2, Watch_Dogs, watch_dogs 2

watchdogs2topo

O primeiro Watch Dogs (ou Watch_Dogs), lançado pela Ubisoft em 2014, foi precedido por uma campanha de marketing bem agressiva – como raramente foi visto antes para um jogo de videogame. Resultado: o game chegou, na época, com uma responsabilidade absurda para ser o novo “Assassin’s Creed” da desenvolvedora francesa. No entanto, não foi bem isso que aconteceu. O mundo aberto de Watch Dogs tinha um gameplay não muito atrativo (apesar da novidade de poder hackear pessoas e eletrônicos), missões repetitivas ao extremo e um protagonista, o hacker Aiden Pearce, nada carismático.

Dois anos mais tarde, a empresa apostou de novo no título e lançou Watch Dogs 2 (ou Watch_Dogs 2) após ouvir e assimilar as críticas dos jogadores e focar em melhorar a diversão (que é a essência de todo game). O resultado foi acima do esperado, especialmente para alguns jogadores (assim como eu) que já tinham enterrado qualquer chance de redenção da franquia. Watch_Dogs 2 não tem calibre para competir como um jogo do ano, mas é infinitamente superior ao seu antecessor. Inclusive, para quem ainda não conhece a série, recomendo pular a existência do primeiro e partir logo para este. Veja o porquê a seguir.

Resumo da história e mais missões

watchdogs2

Resumindo bastante a história do jogo (que não é lá das mais complexas) você controla o hacker Marcus Holloway, um jovem muito mais carismático e brincalhão que o antigo protagonista, em um mundo altamente conectado ambientado numa região de São Francisco e parte do Vale do Silício, nos Estados Unidos. Marcus foi vítima dos algoritmos de previsão de crime do ctOS 2.0 e acusado de um delito que não cometeu. Obviamente que ele não vai deixar barato e agora quer desligar este sistema de uma vez por todas. Para isso, ele conta com a ajuda de outros hackers de um grupo underground chamado DedSec (que bem que podia ser uma banda de punk rock também).

Ao explorar o mundo aberto do jogo, não apenas você terá a oportunidade de completar as missões principais como também pipocarão na tela do seu smartphone, local (e menu) onde você controla e gerencia as principais funções do game, diversas missões sencundárias e desafios online. As missões secundárias você pode destravar conversando com pessoas pela cidade, hackeando telefones ou casas e etc. Os desafios online podem ser dados a você pelos próprios membros da DedSec. Há a possibilidade de jogar partidas no modo cooperativo e até caçar (ou ser caçado) por outros jogadores.

Completar tanto as missões secundárias como as principais com sucesso traz mais seguidores para a rede social do DedSec. Mais seguidores é igual a mais visibilidade e prestígio para sua banda, digo, seu grupo hacker. Na medida em que Marcus (e o DedSec) se tornam mais conhecidos, você destrava pontos de pesquisa para distribuir em suas habilidades. Sobre estilo de gameplay, é possível customizar a forma com que Marcus interage com as inúmeras situações do jogo. Você pode ser mais agressivo, usando armas e bombas letais, ou partir para uma abordagem não letal, com armas de choque e etc.

Game traz referências a apps e serviços do mundo real

watch_dogs 2

Em paralelo a estas missões, Watch_Dogs 2 prova que está bem antenado (sim, isso foi muito clichê) com as tendências atuais e faz várias referências a alguns apps que usamos em nosso dia a dia. É possível, por exemplo, buscar por pontos turísticos pela cidade e tirar selfies, que vão direto para uma espécie de Instagram do jogo, e ainda ser um motorista particular de um app tipo Uber. Os clientes são os mais loucos possíveis, mas isso é divertidíssimo. Lembrei muito de Crazy Taxi nessa hora. Há ainda missões, que podem ser repetidas o quanto quiser, como as de corrida de moto, drones e karts.

Por falar em drones, Marcus pode usar tanto um quadricóptero quanto um drone terrestre para ajudá-lo nas missões (ou simplesmente causar o caos). Como todo jogo da Ubisoft que se preze, sempre há uma maneira de se mapear algum terreno ou localidade de forma aérea e, na falta de uma “visão de águia” – no bom estilo Assassin’s Creed, vamos de drone mesmo. Ah, algumas funções do primeiro jogo, ainda falando de mapeamento, receberam um upgrade. Hackear câmeras, pessoas e computadores está mais fácil e, agora, também é possível controlar robôs, carros, guindastes, motos e até mesmo explodir celulares (estou me segurando para não fazer uma piadinha com o Galaxy Note 7).

Por que vale a pena jogar

watchdogs24

Watch_Dogs 2 faz uma reflexão sobre o mundo atual e toda a apreensão que algumas pessoas têm com o excesso de conectividade. Os diálogos entre os personagens têm um ar bem espontâneo e descontraído (eles xingam bastante também, o que é hilário) e até mesmo a Inteligência Artificial do jogo tem mais senso de humor dessa vez. Experimente começar a fazer m**** no game: as pessoas ou vão querer te bater, ou rir, ou chamar a polícia ou mesmo começar a tirar fotos e filmar o que você estiver fazendo. Algumas missões ainda são repetitivas demais, quase tudo demanda que você hackeie alguma coisa, mas enfim, Marcus é um hacker (que manja um pouco de parkour e defesa pessoal também), mas só. Ele não é nenhum soldado ou tem poderes especiais. Então fica realmente complicado fugir muito da especialidade dele.

Independente disso, e como disse lá no início, Watch_Dogs 2 é indiretamente um pedido de desculpas da Ubisoft pelo primeiro jogo, por mais que a empresa jamais admita isso. Dá para notar claramente (para quem jogou o primeiro game) que eles ouviram as críticas dos jogadores. Novamente, está longe de ser um GOTY, mas o título está divertido de jogar e parte disso se deve ao bem servido carisma dos personagens (e a dublagem para o português do Brasil também está muito legal). Recomendo muito jogar! Watch_Dogs 2 está disponível para PC Windows, PlayStation 4 e Xbox One.

Vivi Werneck
Share on Tumblr
Feed do Post
2 Comentários em "Watch Dogs 2 Review"
  1. 18/12/2016

    Ótimo review meninas! Tenho vontade de jogar ele, mas a coisa tá feia! rsrs
    Boa semana pra todas vocês!

  2. Adolfo Almeida
    01/01/2017

    Muito bom! Ainda não joguei mas assim que terminar umas coisas que estou jogando, vou dar uma conferida. =D

Crie uma conta no gravatar.com para colocar sua foto nos comentários.

Sempre que comentar em algum blog com o email cadastrado, aparecerá sua imagem.